LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Microsoft demite 1.900 funcionários do Xbox e da Activision Blizzard

25 de janeiro de 2024 0

A Microsoft está enfrentando uma onda de demissões, desligando 1.900 funcionários da Activision Blizzard e da divisão Xbox esta semana. Embora o foco principal esteja nas demissões da Activision Blizzard, alguns colaboradores do Xbox e ZeniMax também sentirão os impactos dos cortes.

Essa reestruturação representa aproximadamente 8% da força de trabalho da divisão de jogos da Microsoft, que conta com cerca de 22.000 colaboradores ao redor do mundo. Além disso, o presidente da Blizzard, Mike Ybarra, também está deixando a empresa após mais de 20 anos de serviço na Microsoft.


A decisão de Ybarra coincide com a conclusão da aquisição da Activision Blizzard pela Microsoft por US$ 68,7 bilhões em outubro passado, após intensas negociações com reguladores nos EUA e no Reino Unido. O ex-CEO da Activision Blizzard, Bobby Kotick, renunciou ao cargo no final de dezembro, sem que a Microsoft tenha anunciado um substituto direto.

O presidente de estúdios e conteúdo de jogos da Microsoft, Matt Booty, comunicou internamente que a empresa pretende nomear um novo presidente para a Blizzard na próxima semana. Além de Ybarra, Allen Adham, diretor de design da Blizzard e cofundador da empresa, também está deixando a organização, deixando seu impacto marcante nos jogos da Blizzard.

Como parte dessas mudanças, a Blizzard ainda cancelou um jogo de sobrevivência anteriormente anunciado. Booty revelou que a Microsoft realocará alguns colaboradores desse projeto para novos projetos em estágios iniciais de desenvolvimento na Blizzard.

Essas demissões ocorrem em um cenário de cortes em diversas empresas do setor de tecnologia e jogos, com Riot Games, Google, Discord, Twitch, Unity, eBay e outros também anunciando reduções de pessoal este mês.

As últimas demissões na Microsoft seguem algumas mudanças recentes na liderança do Xbox, com Sarah Bond sendo promovida a presidente do Xbox e Matt Booty assumindo como presidente de conteúdo e estúdios de jogos, supervisionando Bethesda, ZeniMax e Activision Blizzard.

A fabricante de software, que não realizava cortes significativos há um ano, deve divulgar seus resultados fiscais do segundo trimestre de 2024 na próxima semana, incluindo os impactos financeiros da aquisição da Activision Blizzard.

Leia abaixo na íntegra o comunicado sobre o caso obtido pelo portal The Verge, assinado por Phil Spencer, CEO da Microsoft Gaming:

"Já se passaram pouco mais de três meses desde que as equipes da Activision, Blizzard e King se juntaram à Microsoft. À medida que avançamos em 2024, a liderança da Microsoft Gaming e da Activision Blizzard está comprometida em alinhar uma estratégia e um plano de execução com uma estrutura de custos sustentável que apoiará todo o nosso negócio em crescimento. Juntos, definimos prioridades, identificamos áreas de sobreposição e garantimos que estamos todos alinhados quanto às melhores oportunidades de crescimento.

Como parte desse processo, tomamos a dolorosa decisão de reduzir o tamanho da nossa força de trabalho de jogos em aproximadamente 1.900 funções das 22.000 pessoas da nossa equipe. A Equipe de Liderança de Jogos e eu estamos comprometidos em navegar neste processo da forma mais cuidadosa possível. Todas as pessoas que são diretamente afetadas por essas reduções desempenharam um papel importante no sucesso da Activision Blizzard, da ZeniMax e das equipes do Xbox, e deveriam estar orgulhosas de tudo o que conquistaram aqui. Estamos gratos por toda a criatividade, paixão e dedicação que trouxeram aos nossos jogos, aos nossos jogadores e aos nossos colegas. Forneceremos todo o nosso apoio àqueles que forem afetados durante a transição, incluindo benefícios de indenização informados pelas leis trabalhistas locais. Aqueles cujas funções serão afetadas serão notificados e pedimos que tratem seus colegas que estão saindo com o respeito e a compaixão que são consistentes com nossos valores.

Olhando para o futuro, continuaremos a investir em áreas que irão expandir o nosso negócio e apoiar a nossa estratégia de levar mais jogos a mais jogadores em todo o mundo. Embora este seja um momento difícil para a nossa equipe, estou mais confiante do que nunca na sua capacidade de criar e nutrir os jogos, as histórias e os mundos que unem os jogadores.

Fil"


0

Comentários

Microsoft demite 1.900 funcionários do Xbox e da Activision Blizzard
Economia e mercado

Huawei Kirin 9010L: chipset inédito é encontrado em smartphone intermediário da chinesa

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Windows

Versão 122 beta do Microsoft Edge com melhorias e atualização de recursos