LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Faturamento da Apple cai após queda de 10% nas vendas do iPhone

03 de maio de 2024 17

A Apple divulgou o seu mais recente relatório financeiro, que corresponde ao segundo trimestre fiscal (1º de janeiro a 31 de março de 2024), e a situação é…desfavorável: apesar do crescimento de 14% na oferta de serviços, a “Maçã” viu quedas em faturamento total, lucro líquido e vendas diretas – este último é onde ficam as vendas de dispositivos como o iPhone, que caiu 10%.

Em números práticos, a fabricante californiana atingiu um faturamento total de US$ 90,75 bilhões (R$ 459,23 bilhões) – uma queda de 4% em relação ao mesmo período no ano passado – e lucro líquido de US$ 23,63 bilhões (R$ 119,58 bilhões).

Veja também

Embora os números da Apple tenham se mantido praticamente iguais nas Américas e Europa (literalmente: o relatório arredondou os números desses continentes para 0%), foi no setor asiático onde a empresa encontrou problemas: em mercados como China e Japão, o iPhone 15 não foi bem, e outros dispositivos seguiram a tendência, fraquejando o volume total de vendas.

Assim como no ano anterior, foi a oferta de serviços digitais que assegurou o crescimento da Apple, apesar da queda: nesta seara, os resultados de US$ 23,9 bilhões (R$ 120,80 bilhões) obtidos superaram as previsões de analistas especializados, e a empresa, segundo o relatório, espera que o segundo trimestre apresente outro crescimento na casa dos dois dígitos bilionários.

Outro ponto interessante do relatório é o buyback – quando a Apple compra de volta ações previamente adquiridas por investidores – de US$ 110 bilhões (R$ 555,97 bilhões). É o maior já feito pela Apple em toda a sua história, gerando US$ 0,25 (R$ 1,26) por ação individual como dividendos.

Mais Notícias
Mais Notícias
Mais Notícias
Mais Notícias

Vale citar, como conclusão, que o primeiro trimestre de fabricantes tecnológicas tende mesmo a ser um de retração: salvo certas exceções, os quatro primeiros meses do ano não trazem grandes lançamentos de produto e as empresas do setor tendem a focar mais na oferta de serviços e, mais recentemente, recursos em inteligência artificial (IA).

No caso da Apple, é bem provável que a empresa de Cupertino passe por novas altas à medida em que nos aproximamos do segundo semestre: presumindo que a “Maçã” mantenha-se fiel ao seu histórico, em setembro deste ano poderemos ver o lançamento do iPhone 16 e novas gerações de iPads e Apple Watches, o que tende a gerar burburinhos interessantes no mercado.


17

Comentários

Faturamento da Apple cai após queda de 10% nas vendas do iPhone
  • Toma, Apple!

      • O hardware dos smartphones tops atuais, são incrivelmente fortes. Trocar todo ano de aparelho, só se tiver grana sobrando, pois seja iPhone ou Android. Dá pra usar 3 anos sucegado sem ter lentidão nenhuma, mesmo os Hard Core. Quem é mais de boa, 4 anos!

          • Período entre gerações é sempre assim. As vendas só aumentam nos períodos antes e depois do lançamento da nova geração: de pessoas que aproveitam promoções da geração anteriorbou os cobaias do jogo modelo.

            • Pelo menos assim ela cria vergonha na cara e cria inovações úteis. E não cópias da concorrência.

                • É só o começo, na RPC as vendas vão cair cada vez mais, e o iPhone 16 mudará nada, LADEIRA ABAIXO !!

                    • Ladeira abaixo está tua sambug,

                        • Quando as pessoas despertarem pra REALIDADE de que Apple/iPhone é apenas status, será o início do fim dessa empresa de merda metida a excepcional...

                          E trata-se apenas de uma questão de tempo para a China proibir a venda dessa tranqueira supervalorizada no seu território...

                            • Só fala que é status quem é recalcado, tua marca adoraria ter esse status mas não tem sabe porque ? pq é uma marca fracassada, que assim como as outras se espelham e gostariam de ser a Apple, de ter esse status, que é conseguido atravez de confiabilidade, qualidade e inovação. Então resta pra vc sonhar. ou aceitar pra doer menos. Apple n depende da China pra nada proibi-la só ia escancarar essa ditadura nojenta. Mas afetar a Apple n ia mesmo.

                        • Essa história de que em time que está ganhando não se mexe vai afundar muitas empresas.

                            • E vai cair mais ainda visto que as mudanças do iPhone 16 são quase nada.
                              Se for o que dizem é um upgrade do 15!
                              A Apple está presa nesse desing! Que limita até suas inovações.

                                • a Apple já sabe há tempos que não pode depender somente da venda de aparelhos celulares. Por isso investe e tem lucro com outros serviços digitais e está certa nessa estratégia. App store, streaming, armazenamento em nuvem, etc. rendem muito bem. Quando a venda de aparelhos causar realmente um impacto negativo, aí sim vai investir em mudanças mais radicais para gerar mais vendas.

                                    • Streaming da Apple é um lixo,no mundo roda mais windows do que mac os, única coisa que resta é iPhone para tirar dinheiro dos trouxas nem isso está conseguindo, Apple tem que se lascar entrou na zona de conforto...nada no mundo é eterno, não existe o imbatível sempre vai ter alguém mais forte.

                                        • Sou leigo, tinha impressão que os serviços respondiam por uma parte mais significativa do faturamento mas estava enganado. Vendas de iPhone ainda são a grande fatia do faturamento total, então se caem as vendas de aparelhos é sinal de problema."Apple generated $383.2 billion revenue in 2023, 52% came from iPhone sales.Apple Services is the second largest division, responsible for 22% of revenue in 2023". https://www.businessofapps.com/data/apple-statistics/

                                        Economia e mercado

                                        Huawei Kirin 9010L: chipset inédito é encontrado em smartphone intermediário da chinesa

                                        Android

                                        Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

                                        Android

                                        Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

                                        Windows

                                        Versão 122 beta do Microsoft Edge com melhorias e atualização de recursos