LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Antigo Twitter, X atualiza política para permitir ‘conteúdo adulto consensual’

03 de junho de 2024 5

O X (ex-Twitter) oficializou algo que vinha sendo compartilhado em sua rede desde…bem, desde sempre: uma atualização na política de veiculação de conteúdo da plataforma agora permite, explicitamente, a publicação de “conteúdo adulto consensual”.

Mais além, a política também contempla imagens sexuais geradas por inteligência artificial (IA) generativa – o que não é de todo surpreendente, considerando as expansões e rumores sobre o Grok, a IA embarcada na rede social. Mas há quem possa ter problemas com isso.

Veja também

Nós acreditamos que os usuários deveriam poder criar, distribuir e consumir materiais relacionados a temas sexuais, desde que consensualmente produzidos e distribuídos”, disse um parágrafo inteiro inaugurado na página, bem em seu início, mas as novas linhas continuam:

“A expressão sexual, seja ela visualizada ou escrita, pode ser uma forma legítima de expressão artística. Nós acreditamos na autonomia de adultos que engajam e criam conteúdos que reflitam suas próprias crenças, desejos e experiências, incluindo aquelas relacionadas à sexualidade. Nós equilibramos essa liberdade ao restringirmos a exposição a conteúdos explícitos para usuários jovens e adultos que escolhem não visualizá-los. Nós também proibimos conteúdos que promovam a exploração, o não consentimento, a objetificação, a sexualização ou o risco a menores, e também comportamentos obscenos. Não permitimos, também, o compartilhamento de conteúdo adulto em locais de alta visibilidade, tais como fotos de perfil ou banners.”

A postagem segue detalhando o que o X entende por “conteúdo adulto”, listando o seguinte:

  • nudez parcial ou total, incluindo closes de partes genitais, nádegas ou seios;
  • comportamento sexual explícito ou sugerido bem como atos simulados de relação sexual e outras ações sexuais

O que não mudou: nenhum conteúdo do tipo pode ser diretamente monetizado. Em termos práticos, você não pode usar as ferramentas de monetização da rede social para ganhar dinheiro com postagens de alta tração que tenham conteúdos explícitos. Em termos ainda mais práticos: isso não é o mesmo que divulgar o seu link do OnlyFans, captando por novos assinantes – o OnlyFans não é “do” X, afinal.

O conteúdo adulto também é expressamente proibido de ser veiculado em lives.

O X já tentou competir diretamente com o OnlyFans

As mudanças de política voltadas ao conteúdo adulto parecem ser a última saída do X para lidar com esse tipo de material. Durante anos, perfis de criadores e criadoras “+18” passavam por denúncia e derrubadas de contas que citavam as políticas da rede social, que eram bem mais abertas à interpretação – com as linhas mais explicitamente amistosas a isso, agora este público específico tem um pé de igualdade ao debater eventuais situações e denúncias, se elas vierem a ocorrer.

Considerando o volume de criadores de conteúdo na plataforma (e como materiais em vídeo parecem ter sucesso, especialmente com brasileiros), é de se surpreender que o X não tenha criado uma estrutura tecnológica específica para eles. A resposta para isso é simples: a empresa de Elon Musk tentou, mas abandonou os planos.

Foi em meados de 2022 que a rede social já havia, há muito, adiado um plano de criar uma plataforma de monetização e criação de conteúdo adulto por assinatura – aos moldes do que fazem hoje o OnlyFans e o Privacy, entre outros. O problema: a rede social admitiu não saber como diferenciar imagens consensuais e legítimas de materiais de exploração sexual de menores ou conteúdo não consensual em larga escala.

Mais além, a medida – temia o Twitter – poderia atrair problemas com a Apple: a empresa de Cupertino é notoriamente conservadora no que tange à veiculação de conteúdos adultos, e uma estrutura do tipo, ao mesmo tempo em que o X é oferecido pela App Store, isso poderia colocar ambas as companhias em rota de colisão.

A saber, não há qualquer informação de que as redes voltadas a conteúdo adulto assegurem esse tipo de proteção – o próprio OnlyFans já esteve na mira de empresas e autoridades por temas similares, convenhamos.

O que você achou da medida do X? Apesar de, na prática, ela apenas oficializar o que já acontecia, você acha que a novidade terá algum impacto – positivo ou negativo – para este setor? Conte para nós nos comentários abaixo!


5

Comentários

Antigo Twitter, X atualiza política para permitir ‘conteúdo adulto consensual’
Economia e mercado

Huawei Kirin 9010L: chipset inédito é encontrado em smartphone intermediário da chinesa

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Windows

Versão 122 beta do Microsoft Edge com melhorias e atualização de recursos