LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

AMD Ryzen AI 300: nova geração de processadores abandona suporte para o Windows 10

05 de junho de 2024 6

A AMD renovou sua linha de processadores com o lançamento dos primeiros modelos baseados em Zen 5, sua nova arquitetura que promete um importante salto de desempenho em relação aos antecessores. No entanto, sua nova família de chips para notebooks, chamada de Ryzen AI 300, parece ter abandonado o Windows 10.

As fichas técnicas de ambos os novos processadores para notebooks anunciados na Computex 2024 — Ryzen AI 9 HX 370 e Ryzen AI 9 365 — indicam que o único sistema operacional da Microsoft compatível com o novo hardware é o Windows 11, marcando um novo passo para o fim de suporte oficial do sistema lançado em 2015.

(Imagem: Captura de tela/AMD)

Na página de especificações, é possível observar que o hardware suporta também o Ubuntu x86 e Red Hat Enterprise Linux (RHEL). Com isso, é possível deduzir que os drivers de chipset da AMD para Windows 10 não devem funcionar em dispositivos com Ryzen AI 300, o que confirmaria os rumores divulgados antes da Computex 2024.

O fim de suporte parece estar limitado à família de chips para notebooks, uma vez que as páginas de especificações do Ryzen 9 9950X, Ryzen 9 9900X, Ryzen 7 9700X e Ryzen 5 9600X — processadores para desktops que também foram anunciados na Computex 2024 — indicam que esses modelos ainda suportam o Windows 10.

(Imagem: Captura de tela/AMD)

A AMD não explicou o motivo por trás da decisão, mas sabemos que o Windows 10 terá seu suporte de atualizações encerrado em outubro de 2025. A Microsoft começou a alertar os usuários sobre a importância de atualizar para a nova geração do sistema operacional, o Windows 11, em seu site oficial.

No entanto, 70% dos usuários de sistemas operacionais da Microsoft ainda estão executando o Windows 10, enquanto o Windows 11 vai na contramão da tendência e cai para abaixo de 30%, segundo dados da Statcounter.

Estima-se que essa quantidade massiva de usuários pode levar ao descarte de cerca de 240 milhões de dispositivos, uma vez que, após o fim do suporte, o Windows 10 deixará de receber atualizações de segurança — deixando-o vulnerável a novos ataques de malware.

O Ryzen AI 300 — família também conhecida como “Strix Point” — tem recursos que parecem específicos para o Windows 11, como um coprocessador de inteligência artificial integrado que é baseado na nova arquitetura XDNA 2. A NPU deve ser fundamental para processar as ferramentas de IA da Microsoft.

Os primeiros notebooks equipados com os novos processadores devem ser lançados ainda este ano. Já o Ryzen 9000 deve começar a ser disponibilizado em lojas varejistas em todos os países em meados de junho.

Veja mais!


6

Comentários

AMD Ryzen AI 300: nova geração de processadores abandona suporte para o Windows 10
Economia e mercado

Huawei Kirin 9010L: chipset inédito é encontrado em smartphone intermediário da chinesa

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Windows

Versão 122 beta do Microsoft Edge com melhorias e atualização de recursos