LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Samsung cai em ranking global de wearables, mesmo vendendo mais que em 2023

05 de junho de 2024 4

Uma mudança no “top 3” das empresas líderes do mercado de wearables deve esquentar a concorrência para o segundo semestre: a Samsung perdeu o terceiro lugar do setor para a Huawei.

A informação vem de um novo levantamento feito pelo IDC, que concluiu que, mesmo ampliando seu market share para 9,3% no primeiro trimestre de 2024, um crescimento de 13% de vendas ano-a-ano em relação a 2023, a sul-coreana não conseguiu impedir a ascendência chinesa, e a Huawei acabou tomando para si o terceiro lugar do campo.

Veja também

Imagens: IDC/Reprodução

Não é como se a Samsung tivesse um “ano ruim”: convenhamos, no período analisado, a empresa lançou o Galaxy Fit 3 – um aparelho que, pela nossa análise, cumpre tudo o que promete e vai além. E antes dele, o Galaxy Watch 6 também fez amplo sucesso entre especialistas e consumidores.

Ao todo, foram 10,6 milhões de unidades movidas entre os dois modelos.

Assim como em pesquisas anteriores, a Apple manteve-se hegemônica no campo dos smartwatches: o Apple Watch vendeu 20,6 milhões de unidades, contra 11,8 milhões da Xiaomi e 10,9 milhões da Huawei. A chinesa, aliás, foi a que teve maior crescimento – 72,4% ano-a-ano em relação a 2023, quando moveu 6,3 milhões de relógios inteligentes.

O IDC concorda com a noção de “não ser culpa da Samsung”: a Huawei teve o crescimento grandioso ao aliar a construção e uso de seus vestíveis com seus smartphones mais recentes, ao passo em que a Xiaomi, como de costume, levou a vantagem pelos seus preços mais competitivos.

No caminho contrário, no entanto, a Apple desceu…forte: apesar de ainda ser a líder em volume total de vendas, a “Maçã” perdeu 18,9% do mercado: no mesmo período, em 2023, suas vendas foram de 25,4 milhões. Já existem rumores flutuando por aí sobre o Apple Watch 10 e até algumas informações sobre ela investir em outros dispositivos vestíveis, mas até agora, nada muito consistente apareceu.

Enquanto isso, a Samsung pode ter um futuro mais brilhante no ramo dos dispositivos vestíveis no segundo semestre, já que ela deve lançar o Galaxy Watch FE, o Galaxy Watch 7 e sua versão “parruda”, o Galaxy Watch 7 Ultra.

Convenhamos, três modelos distintos disponibilizados na mesma época devem ajudar a Samsung a mover alguns clientes de outras empresas para si.


4

Comentários

Samsung cai em ranking global de wearables, mesmo vendendo mais que em 2023
  • O problema é a dependencia total dela do consumidor chines, se não fosse eles coitada nem sei

      • Huawei segue imparável. E com méritos! A linha gt 4 foi um grande acerto. E agora com o fit 3, as vendas devem seguir crescendo.
        E a Apple hein... a coisa tá feia até nos Wearables nunca tinha visto algo assim na maçã...

          • O que adianta se não vende o ecossistema completo?

              • Não vende no Brasil né? Nos outros mercados vende tudo. E ainda assim, é a única que entrega todas as funções dos watchs em smartphones de qualquer fabricante... agora usa o galaxy watch em um smartphone não galaxy.. que ele vira uma mi band gigante %uD83E%uDD21

              Economia e mercado

              Huawei Kirin 9010L: chipset inédito é encontrado em smartphone intermediário da chinesa

              Android

              Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

              Android

              Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

              Windows

              Versão 122 beta do Microsoft Edge com melhorias e atualização de recursos