LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

AliExpress fecha parceria com Magalu para venda de produtos no Brasil

24 de junho de 2024 52

O AliExpress acaba de anunciar uma parceria com o Magalu (Magazine Luiza) para venda de seus produtos no Brasil. Segundo o comunicado do AliExpress, a ideia é diversificar a oferta de produtos para os brasileiros com o "melhor custo-benefício e velocidade de entrega".

Frederico Trajano, CEO do Magalu, e Briza Bueno, diretora do AliExpress para a América Latina, dizem que serão ofertados produtos da linha "Choice" como produtos de beleza, eletrônicos e de escritório, além de produtos do tipo 1P, que são vendidos diretamente para o consumidor final por meio de e-commerce.


Em nota, o Magazine Luiza diz que o acordo beneficiará ambas as empresas, pois a sua loja poderá fornecer uma variedade maior de produtos.

A parceria potencializa duas das maiores audiências do e-commerce brasileiro, com mais de 700 milhões de visitas mensais nas duas empresas, e possibilita que o consumidor final tenha acesso a um amplo portfólio de produtos, com curadoria e serviço de qualidade.

Além disso, produtos do Magalu também serão disponibilizados no AliExpress:

Serão vendidos, inicialmente, itens das categorias de bens duráveis, nas quais o Magalu é líder de mercado no Brasil, com capilaridade logística e multicanalidade, fortalecendo também as vendas do e-commerce com estoque próprio (1P) da Companhia.

Os produtos do Magalu somente serão vendidos em território nacional, o que ajudará a ampliar a gama de produtos disponíveis no AliExpress com geladeiras e outros bens pesados, "algo que o AliExpress não tem, mas no Magalu é muito forte."

Por outro lado, o Magazine Luiza terá maior diversidade de produtos como itens de informática, beleza e para bebês, que são o forte do AliExpress e poderão ser vendidos sem riscos de taxas adicionais, além da loja já fazer parte do Remessa Conforme.

De acordo com o Magazine Luiza, as negociações para a parceria começaram em 2023 e as vendas de produtos em ambas as plataformas deve ser iniciada no terceiro trimestre de 2024.

Saiba mais


52

Comentários

AliExpress fecha parceria com Magalu para venda de produtos no Brasil
  • Como está a passadores de pano do governo que dizia que a taxação era para desenvolver a industria nacional, mas para que usa dois neuronios sabe que foi para aumentar os lucros de empresarios amigos como é o caso de uma grande apoiadora sua que é a dona da Magalu!

      • Esse desGoverno está cada dia pior, parabéns para os jumentos que votaram nesses lixos

          • Lula taxou os pobres enquanto o governo perdoa dívida bilionária da Odebrecht kkkkkkk

              • E quem decide as parcerias entre empresas são vocês é? É cada uma.

                  • Aliexpress é de Lula %uD83D%uDE01

                      • Vamos fortalecer a indústria brasileira! Kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
                        A malandragem na cara dura mais uma vez!

                          • A ideia era isso mesmo, taxar tudo e depois disso ganhar dinheiro em cima das importações.
                            Quem em sã consciência vai comprar no marketplace da Magalu? Ainda mais caro que no aliexpress.
                            A estratégia deles funcionou.

                              • Chineses vão tomar tudo!

                                • Péssima parceria; se fosse outro...

                                    • O cúmulo da hipocrisia. Brasil não é para fracos.

                                        • Shopee manda abraços

                                            • Faz o L, de losser

                                              • Uma parceria que o consumidor é sempre o perdedor haters VSF!

                                                  • Criaram o problema para vender a solução. Deve sair mais barato do que importar direto pelo aliexpress, mas não tão "barato" quanto era antes das taxas.

                                                      • o governo só quer faturar em cima disso, nao tem nada mais rentável do que não investir em indústria nacional e só abrir o mercado para a china apenas cobrando imposto em cima de imposto. Criaram a cerca em volta dos que que importam direto abaixo de 50 dólares, aí vieram os empresários para revender nas suas lojas daqui. O governo está fechando o cerco neles também, "pode vender sim", daqui a pouco será inventado algum imposto sobre essas vendas também. Esfolar o comprador direto e o empresário brasileiro, essa é a ideia. Quando se fala em milícia nas favelas que cobra "taxa" sobre tudo que acontece nelas, me lembra exatamente o que o governo está fazendo com o cidadão e com os empresários.

                                                          • Nos governos anteriores do pt eles deixavam passar mesmo ultrapassando os 100 dolaresssss, eu comprei na epoca quando o salario era por volta de 600 dois smartphones cada 120 dolares

                                                            • acabou kkkkkkkk que tiro no pé.

                                                              • Que o pobre se lasque com força.

                                                                  • Deixar caro pro consumidor não comprar direto da fonte
                                                                    pra comprar ainda mais caro atraves de um intermediario local

                                                                    Ta bom Brasil, vai da certo sim!

                                                                      • Infelizmente vai, à força mas vai. Já tem governador querendo subir ICMS, logo mais tem IVA dual quando a reforma tributária vir%u2026 não adianta, tem item de extrema necessidade que não dá pra ficar sem comprar, como um celular de tempos em tempos e aí as opções serão importar pelo preço de dois ou mais, ou pagar igualmente caro por porcaria vendida pelo varejo nacional.
                                                                        E não importa mais se em 2026 seja um governo de direita, esquerda, centro, o que quer que seja, quem entrar não vai mudar essa realidade. Essa corja parasitária que são os empresários e varejistas conseguiram exatamente o que queriam.

                                                                        • Respirem, fazuele. Pronto brasil ta perfeito

                                                                          • Agora todas as peças se encaixaram.
                                                                            Vão se valer dos benefícios fiscais da Magalu pra fugir das taxas kkkkkk

                                                                              • A tendência é Mercado livre, Amazon, Americanas e outras grandes lojas fazerem parcerias similares

                                                                                  • Ao invés de o consumidor importar seus produtos, a Magalu importa e revende mais caro pra gente.
                                                                                    Ao invés de existir dezenas de milhares de micro vendedores revendendo produtos chineses online bons e baratos, os grandes empresários que vão revender nos valores que desejarem, sempre de acordo com suas absurdas metas de lucros, para alegrar os donos de suas ações.
                                                                                    E o pobre consumidor, que em sua maioria sem perceber ficou anos torcendo pelo fechamento do nosso meio de importação, os correios, pela privatização, e que não poderá mais importar praticamente nada, se deu mal.
                                                                                    E os grandes empresários em festa.

                                                                                    • é o que o geverno quer. quando a parceria estiver bem concretizada, o governo vai inventar algum immposto ou aumentar os impostos já existentes sobre o lojista brasileiro, provavelmente num patamar que vai ficar inviável a venda.

                                                                                        • Vc ainda não percebeu que o foco não é o que o governo quer e sim o que os empresários planejam a longo prazo para aumentar seus lucros???
                                                                                          Ao impedir nossas importações, os empresários fazem as importações no nosso lugar com impostos bem menores que os nossos, e sermos obrigados a comprar com eles esses mesmos produtos chineses nos preços que eles quiserem, do mesmo como era nos anos 90 e no início dos anos 2 mIl!
                                                                                          A única forma de comprar menos caro será via Paraguai como antigamente fazíamos, até o governo taxar tbm a pedido dos empresários.

                                                                                            • Oh, coitado do governo, é tudo culpa dos empresários...

                                                                                                • Quem manda e desmanda nos políticos são os grandes empresários. São eles que investem uma fortuna a cada campanha eleitoral.
                                                                                                  São os pedidos deles que os políticos atendem

                                                                                                  • sim, eu sei que a estratégia dos empresários é essa mesmo que você mencionou. Acontece que tem outro interessado, que é o governo... primeiro ele está criando a cerca de impostos abaixo dos 50 dólares para esfolrar o importador individual. Aí o governo faz de conta que está beneficiando os empresários, eles se atiram nessas parcerias e quando tudo estiver funcionando, vem o boverno e passa o pé neles também, inventando novos impostos ou aumentando o que já existe. O problema é o governo, que em vez de investir na indústria nacional, prefere arrecadar só aumentando impostos. Vamos ver quanto tempo essa "parceria" entre empresários e china vai durar, porque eu acho que quando o governo meter a mão vai todo mundo pular fora.

                                                                                                      • Vai pular forar nada, essa parceria vai durar longos anos pq não teremos outra forma de comprar produtos chineses, somente via comercio local.
                                                                                                        Exceto quem for comprar no Paraguai para pagar menos e ainda passear

                                                                                                          • Eu vou continuar comprando produtos até 50 dólares no Aliexpress e eBay mesmo com a taxação de 20% que com o ICMS de 17% fica 44% não é tanto assim a não ser que o produto seja vendido aqui no brasil mesmo sendo um pouco mais caro eu compro aqui no brasil pois a entrega é mais rápida, o problema são os produtos acima de 50 dólares tem ainda o desconto de 20 dólares mas é pouco, uma compra acima de 200 dólares fica uma taxação efetiva de mais 90% aí realmente fica complicado importar

                                                                                                            • É foda falar em industrialização no Brasil, quando o agro tem o poder que tem%u2026 até bancada no congresso já formou. E não adianta só industrializar sem tratar das mazelas na educação básica, o que por si só já é "coisa de comunista".
                                                                                                              A inevitável verdade é que quem pode sair desse curral que saia, aos que ficam, boa sorte.

                                                                                                                • chegamos a esse ponto após décadas sem investimento de longo prazo. Sem pessoas formadas para transformar a indústria, nem porjetos para nos tornarmos independentes em produção de eletrônicos, desmonte da pesquisa pura, e por aí vai. Para os empresários (como Magalu) é ótimo, só pega de lá da china e revende aqui, lucro garantido. Faz um acordo com o governo que também recebe seu jabá e fica tudo por isso mesmo. Quando as vendas caírem, o governo só aumenta a taxação para garantir o dele, empresários que se virem, vendam mais para lucrar menos e e cidadãos trabalhem mais para comprar menos.

                                                                                                            • MUITO BOM!!!

                                                                                                              Economia e mercado

                                                                                                              Huawei Kirin 9010L: chipset inédito é encontrado em smartphone intermediário da chinesa

                                                                                                              Android

                                                                                                              Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

                                                                                                              Android

                                                                                                              Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

                                                                                                              Windows

                                                                                                              Versão 122 beta do Microsoft Edge com melhorias e atualização de recursos