LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Moto Z2 Play não tem desempenho comprometido com chegada do Android 8.0 Oreo

16 de maio de 2018 67

Depois de uma longa espera, a Motorola enfim liberou o Android 8.0 Oreo para o Moto Z2 Play, incluindo uma série de novidades importantes para melhor funcionamento do sistema, algumas mudanças visuais e novas funcionalidades para tornar o uso ainda mais prático e intuitivo.

Como já realizamos um completo teste de bateria com o aparelho, mostrando que a boa autonomia vista com o Android Nougat foi mantida quase que completamente após a atualização, chegou a hora de ver se o mesmo pode ser dito sobre o desempenho, incluindo nosso teste prático de velocidade, vários benchmarks e, é claro, muitos jogos de diferentes complexidades e exigências.

Mais Notícias

Em especificações técnicas, o Moto Z2 Play entrega o chipset Snapdragon 626 com oito núcleos a até 2,2 GHz, GPU Adreno 506, 4 GB de RAM e 64 GB de espaço para o armazenamento interno, expansível via microSD. Sua tela é Super AMOLED com 5,5 polegadas de diagonal e resolução Full HD, sendo encontrada uma bateria de 3.000 mAh para lidar com tudo isso.

Teste prático de velocidade

Nosso teste prático de velocidade é bem simples: abrimos 12 aplicativos, incluindo alguns baixados e outros nativos, e marcamos o tempo da primeira volta. Logo depois começamos uma segunda volta com os mesmos apps para ver se eles foram mantidos rodando em segundo plano ou encerrados, sendo então marcado o tempo total.

Dentre os apps, temos: Relógio, Câmera, Galeria, Configurações, Facebook, WhatsApp, Chrome, Netflix, Spotify, Photoshop Mix, Pokémon GO e Asphalt 8, lembrando que o Moto Z2 Play tem bons 4 GB de RAM, o que em outros modelos da Motorola como Moto G6 Plus acabou não sendo suficiente para manter os apps rodando em segundo plano, mas vamos ver como ele se sai.

Na primeira volta o Moto Z2 Play precisou de 59 segundos para abrir todos os apps e voltar ao cronômetro, ficando assim 5 segundos acima do que vimos com o Android Nougat, principalmente por causa do app de câmera bem mais pesado e demorado para ser carregado.

Já na segunda volta foram necessários 17 segundos, o que fica um pouco abaixo em relação aos 19 segundos vistos anteriormente, demonstrando assim que o Android Oreo está ainda mais ágil para gerenciar as aplicações em segundo plano.

Com isso, temos um tempo total de 1 minuto e 16 segundos, ficando pouco acima dos 1 minuto e 10 segundos marcados antes mas ainda representando um ótimo tempo para a faixa intermediária, principalmente se lembrarmos que o Snapdragon 626 é um chipset já bem mais básico do que o Snapdragon 630 ou 660 presentes em modelos mais atuais, e que até mesmo o Galaxy S8 Plus ficou acima disso.

AnTuTu

No AnTuTu o Moto Z2 Play conseguiu a boa marca de 82.283, ficando acima de modelos com o Snapdragon 626 e se aproximando mais do que conseguiram aqueles com o Snapdragon 630.

GeekBench

No GeekBench tivemos pontuações muito similares ao que conseguimos anteriormente com o Moto Z2 Play, indicando que o Android 8.0 Oreo não interferiu muito no desempenho bruto, seja para o bem ou para o mal.

No teste single-core tivemos 910 pontos, enquanto no multi-core a marca foi de 4.634 pontos. Já a Adreno 506 foi capaz de alcançar 3.270 pontos, o que é bom para o nicho intermediário mas nada extraordinário.

3D Mark

O mesmo pode ser dito no teste com o 3D Mark, onde no Sling Shot Extreme temos agora duas variantes ao invés de apenas uma. A versão utilizando a biblioteca OpenGL ES 3.1 é a mesma usada quando fizemos o teste com o Android Nougat, sendo alcançados agora 474. Já com a Vulkan, temos algo um pouco menor devido à maior exigência gráfica, com 424 pontos.

GFXBench

Nosso último teste de benchmark é o GFXBench, que também foca na parte gráfica. Por aqui, tivemos 10 fps no Manhattan e 24 fps no T-Rex, ambas pontuações idênticas ao que alcançamos com o Android Nougat, reforçando que o desempenho foi mantido.

Jogos

Por último, mas não menos importante, vamos aos jogos. Usamos como sempre o GameBench para medir a estabilidade e consumo de seis títulos, incluindo como extra o PUBG Mobile já que basicamente só se fala nele por aí. Caso esteja interessado no app, estará disponível mais abaixo um link para download na Play Store, e você pode conferir também o tutorial que fizemos para ajudar a configurá-lo corretamente em seu aparelho.

  • No Asphalt 8 tivemos média de 30 fps, que é o que se pode conseguir no máximo mesmo, com consumo de CPU em 8% e de RAM em 586 MB.
  • O Modern Combat 5 já foi bem melhor, já que pode ter a trava de fps desativada, sendo executado a 59 quadros por segundo em média no Moto Z2 Play. O consumo de CPU ficou em 9%, e o de RAM em 461 MB.
  • No Injustice 2 tivemos novamente a média de 30 fps, que é mais do que suficiente para uma jogatina fluida e divertida. A CPU ficou em 11% e a RAM em 719 MB.
  • O MOBA Vainglory rodou com média de 60 fps, sendo uma ótima opção para quem curte o gênero e não quer ter problemas com fluidez mesmo nas cenas mais intensas. A CPU ficou em 7% e a RAM em 610MB.
  • Passando aos títulos mais simples, no Clash Royale a média foi de 59 quadros por segundo, com CPU em 5% e RAM em 418 MB. Já o Subway Surfers ficou um pouco abaixo disso, com 56 fps em média, além de apresentar um bug que não permitiu acompanhar seu consumo de CPU e RAM.

Falando sobre o PUBG Mobile, o icônico jogo de tiro rodou com média de 26 fps, mesma que encontramos no Moto G6 Plus, que tem uma GPU mais potente. Vale notar que o jogo escolheu os gráficos mais básicos por padrão, o que demonstra que você até conseguirá uma jogatina bacana com o Moto Z2 Play, desde que não seja muito exigente.

GameBench

Desenvolvedor: GameBench Ltd

Preço: grátis - oferece compras no app

Tamanho: Depende do dispositivo

Conclusão

O Moto Z2 Play mostrou que continua como uma ótima opção em termos de desempenho para quem quer um intermediário e não pode gastar muito com modelos mais caros.

No dia a dia ele se mostrou superior até mesmo a alguns aparelhos mais caros ou com conjunto mais potente, como casos de Moto G6 Plus, Galaxy A8 e até mesmo Galaxy S8 Plus, reforçando o ótimo trabalho feito pela Motorola por aqui.

Claro, em jogos você não terá a mesma fluidez ou qualidade gráfica de modelos mais robustos, mas já é possível se divertir com praticamente todos os títulos presentes na Play Store sem grandes problemas, desde que tenha em mente que possui um intermediário lançado em meados de 2017.

E você, atualizou seu Moto Z2 Play para o Android 8.0 Oreo? O que está achando do desempenho? Não esqueça de comentar abaixo!

O Motorola Moto Z2 Play está disponível na Americanas por R$ 1.255. O custo-benefício é médio e esse é o melhor modelo nessa faixa de preço. Para ver as outras 113 ofertas clique aqui.
(atualizado em 24 de setembro de 2018, às 20:32)

67

Comentários

Moto Z2 Play não tem desempenho comprometido com chegada do Android 8.0 Oreo
Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor desempenho | Guia do TudoCelular

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor autonomia | Guia do TudoCelular

Android

TOP 10 smartphones intermediários com melhor desempenho | Guia do TudoCelular

Android

TOP 10 smartphones intermediários com melhor autonomia | Guia do TudoCelular