LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Moto G9 a caminho, Tim, Claro e Vivo vão comprar a Oi? Huawei supera Samsung e mais | Plantão TC

01 de agosto de 2020 29

Chegou a hora de mais uma edição do Plantão TC, onde separamos as principais notícias da última semana para que você possa ficar por dentro de tudo o que rolou de mais importante em um único lugar.

Na edição 41 do Plantão TC falamos sobre a investida do consórcio formado por Tim, Claro e Vivo para comprar a Oi Móvel, lançamentos da Xiaomi no Brasil, Huawei passando a Samsung no mercado global de smartphones graças às vendas na China e primeiros detalhes sobre a linha Moto G9.

Ficou curioso? Então rola a página para conferir um resumo de tudo!

Xiaomi amplia portfólio no Brasil

A Xiaomi realizou um evento online no Brasil para apresentar os novos produtos da marca disponíveis oficialmente por aqui, incluindo não apenas celulares como vários outros de seu ecossistema inteligente.

A grande estrela, provavelmente, foi a Mi Band 5, que ao lado da mais baratinha Mi Band 4C promete ser uma boa opção de pulseira inteligente. A empresa apresentou também o fone TWS Mi True Wireless Earbuds 2, a Mi TV Stick, que concorre com o Fire Stick da Amazon, e até roteadores.

Na parte dos celulares, os lançamentos da vez foram no nicho de entrada, com Redmi 9 e 9A chegando por preços bem acima do esperado. O Redmi 9 se destaca pelo chip potente Helio G80, que deve ser mais do que suficiente para usuários mais básicos, além de trazer quatro câmeras na traseira e bateria grande. Seu preço de R$ 2.100, porém, acaba deixando bem difícil a recomendação.

Já o Redmi 9A chega com o novo Helio G25, que deve substituir o P22 nos super básicos. Ele tem tela grande, bateria de 5.000mAh e Android 10, mas o preço sugerido de R$ 1.400 está um pouco fora da realidade diante da concorrência no Brasil.

Primeiros detalhes da linha Moto G9

A Motorola lançou modelos das linhas Moto G7 e Moto G8 em 2019, deixando muita gente irritada por mais que não tenha sido a primeira vez que a marca tenha feito isso, além de ser algo bastante comum no mercado atual. Agora, começam a surgir os primeiros detalhes mais concretos sobre os novos celulares da linha Moto G9, que seguindo a lógica deve ser apresentada dentro de poucas semanas.

O mais básico deles, Moto G9 Play, foi flagrado em um teste de benchmark com um chip da série Snapdragon 600 da Qualcomm e 4GB de RAM, o que caso confirmado será um avanço interessante em relação ao atual Moto G8 Play.

Já o mais completo da linha, Moto G9 Plus, ainda não teve detalhes vazados sobre qual processador será usado, sendo apenas comentado que ele terá 4GB de RAM e 128GB de armazenamento. Seu preço de lançamento seria na casa dos 280 euros, e a bateria teria uma boa melhora, passando para 4.700mAh com recarga de 30W.

A Motorola ainda não deu qualquer dica de quando a nova linha Moto G9 será anunciada, mas deve ser em algum momento entre os meses de setembro e novembro.

Briga pela Oi

Que a Oi está buscando interessados para comprar sua divisão móvel não é nenhuma novidade, mas a empresa viu seu nome circular nos noticiários de forma bastante frequente nos últimos dias.

Tudo começou com uma proposta em conjunto feita por Tim, Claro e Vivo para adquirir a Oi Móvel, proposta que pegou muita gente de surpresa e gerou uma certa preocupação sobre os danos que isso poderia trazer à concorrência no Brasil.

Mas, logo em seguida um fundo de investimentos americano chamado Highline conseguiu cobrir a oferta das demais, e obteve exclusividade de lances até o dia 3 de agosto. Isso se deu porque o fundo não apenas cobriu o lance mínimo de 15 bilhões de reais pedido pela Oi como também foi um pouco além.

Como era de se esperar, o consórcio formado por Tim, Claro e Vivo fez uma nova oferta, dessa vez de 16,5 bilhões de reais, incluindo ainda no pacote um acordo para uso da infraestrutura de banda larga da Oi, o que garantiria uma boa receita para a empresa no médio prazo.

Como a Highline tem exclusividade de ofertas até o dia 3 de agosto, a proposta do consórcio fica em standby até lá, e só então saberemos qual decisão a Oi irá tomar. Aproveite para conferir nosso Detetive TudoCelular sobre o assunto, onde comentamos o que pode mudar com a venda da Oi Móvel.

Huawei passa Samsung em vendas no segundo trimestre

Fechamos esta edição do Plantão TC com uma notícia que pode pegar muita gente de surpresa, em especial depois de todos os problemas envolvendo a Huawei e o governo dos Estados Unidos: a Huawei foi a maior fabricante de smartphones do segundo trimestre.

Superando a Samsung em número de vendas, que segundo a Canalys foi de 55,8 milhões de aparelhos para a chinesa contra 53,7 milhões da sul-coreana, a Huawei assumiu o topo em meio à guerra comercial, e ironicamente isso se deu justamente por seu domínio no mercado chinês.

Como a China foi a primeira afetada pelo novo coronavírus, ela também foi a primeira a retomar suas atividades, o que ajudou a Huawei a conseguir um bom volume de vendas enquanto todo o restante do mundo estava quase paralisado pela pandemia.

Será que a Huawei mantém o trono no terceiro trimestre, já com o mercado ocidental mais normalizado e com grandes lançamentos de Samsung e Apple preparados?


29

Comentários

Moto G9 a caminho, Tim, Claro e Vivo vão comprar a Oi? Huawei supera Samsung e mais | Plantão TC
Tech

Coronavírus: Brasil chega a 99.572 mortes em 2.962.442 casos confirmados | Relatório diário

Android

Novo Tracker 2021: app e WiFi a bordo fazem diferença? | Análise / Review

Google

Nearby Share: "AirDrop do Google" começa a chegar aos usuários Android em versão beta

Apple

Agora tem widgets? iOS 14 e todas as suas novidades | Hands-on em vídeo