LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Galaxy M51 vs Moto G9 Plus: qual intermediário é melhor, Samsung ou Motorola? | Comparativo

20 de janeiro de 2021 81

Há muitas opções de bons celulares intermediários no mercado nacional e se você busca algum com Snapdragon 730G e conjunto completo de câmeras poderá ficar em dúvida entre o Galaxy M51 e o Moto G9 Plus. Será que vale mais a pena ir de modelo coreano ou a Motorola entrega um melhor custo-benefício? O TudoCelular vai te ajudar a escolher.

Índice do comparativo

Design

Samsung Galaxy M51

Motorola Moto G9 Plus

Os celulares intermediários estão cada vez maiores e nesse ponto a Motorola vem ganhando, se podemos tratar isso como uma competição. O G9 Plus é maior, mais largo, mais espesso e também mais pesado, mesmo que o rival tenha uma bateria muito maior.

A linha Moto G nunca se destacou por ter design caprichado e a Motorola ainda vem sofrendo para lidar com o excesso de bordas. Se você é daqueles que gosta de ver a tela ocupando o máximo possível da área frontal do aparelho, então é o M51 que deve escolher.

76.3 x 163.9 x 9.5 mm
6.67 polegadas - 2400x1080 px
78.1 x 169.98 x 9.89 mm
6.8 polegadas - 2400x1080 px
Ir para página de comparação

Há furo para a câmera de selfies em ambos, ficando localizado no centro no modelo da Samsung e mais para o canto no rival. As câmeras traseiras estão agrupadas em bloco saltado. A diferença é que no Galaxy não segue a cor do aparelho, mas isso só afeta a variante branca. Se você curte cores diferenciadas, então vai preferir o G9 Plus por ter tons dourado e azul.

Os dois trazem leitor biométrico integrado ao botão de energia na lateral e funciona bem em ambos, reconhecendo a digital com um simples toque. O G9 Plus tem de diferencial um botão dedicado ao Google Assistente que fica do lado esquerdo, enquanto tecnologias de conectividade são similares nos dois.

Iniciamos com um ponto para cada.

Multimídia e software

Tela e som


Tela sempre foi o forte da Samsung e aqui a Motorola sofre para competir. Primeiro ponto está na tecnologia usada: Super AMOLED vs LTPS LCD. Por mais que o Moto G9 Plus exiba belas imagens, ele perde em brilho máximo e ainda sofre com falta de uniformidade nas bordas, onde percebemos que as cores ficam mais escuras.

O nível de contraste é bom o suficiente para evitar aquele aspecto de preto acinzentado, mas não chega perto do preto perfeito do rival coreano. O Galaxy também leva vantagem no ângulo de visão e melhor calibração de cores.

Motorola dava atenção à parte sonora em seus intermediários ao oferecer som estéreo nas gerações anteriores do G9 Plus. É uma pena que o mais atual da empresa venha apenas com uma saída de som, porém a experiência sonora é superior ao rival. O Galaxy tem som mais abafado por focar demais nos graves, o que compromete o volume.

Os dois trazem fone de ouvido na caixa que entrega bom conforto e qualidade sonora decente.

E temos mais um empate: Samsung vence em tela e Motorola em som.

Software


O G9 Plus traz Android 10 mais limpo, enquanto o Galaxy aposta em vários extras para turbinar a experiência. Foi-se o tempo em que software enxuto era sinônimo de experiência superior. Por mais pelada que seja a interface da Motorola, ela ainda apresenta uma pequena demora para abrir e carregar apps.

O M51 passa uma sensação de fluidez superior, por mais que você tenha mais recursos rodando em segundo plano. O G9 Plus oferece algumas opções de customização como a possibilidade de alterar cores e ícones de sistema, mas nada muito completo como temos na linha Galaxy. Outro ponto que Samsung também se destaca é nas atualizações do sistema, sendo mais ágil do que a Motorola.

Damos ponto para o Galaxy M51 em software.

Desempenho
Quanto menor o tempo, melhor

Snapdragon 730G dos dois lados, isso significa mesmo desempenho? Samsung foi mais generosa na quantidade de RAM, o que favoreceu o M51 ser mais ágil em nosso teste de velocidade focado no multitarefas. O G9 Plus acabou sofrendo para segurar os apps abertos em segundo plano, por mais que tenha 4 GB de RAM.

Em benchmarks tivemos resultados mistos: o Galaxy foi melhor em alguns testes e o Moto em outros. Se apenas o AnTuTu importa para você saiba que a diferença não passa de 10% na pontuação, o que pode dar uma pequena vantagem ao G9 Plus, mas é sempre bom lembrar que o resultado muda a depender da temperatura do aparelho.

Como temos mesma GPU e resolução de tela, o desempenho em jogos é similar. Tanto o G9 Plus quanto o Galaxy M51 rodam qualquer jogo para Android sem esforço. Eles não serão capazes de entregar fluidez máxima no PUBG ou Call of Duty na qualidade gráfica mais alta, mas não sofrem com lag e vão agradar qualquer jogador. Outra boa notícia é que nenhum dos dois apresenta superaquecimento ao jogar por muito tempo.

O Galaxy M51 leva ponto pelo melhor desempenho multitarefas.

Bateria
Quanto maior o tempo, melhor (exceto recarga)

A Motorola foi generosa em bateria com o G9 Plus ao incluir 5.000 mAh, o que garante autonomia para o dia inteiro, porém não chega perto do que os 7.000 mAh do M51 são capazes de oferecer. O intermediário coreano consegue passar dois dias longe de tomadas em uso moderado e tem a enorme bateria como o seu principal atrativo.

E você já deve estar pensando que o Galaxy deve demorar muito mais para recargar por ter bateria maior. Ele até passa mais tempo na tomada, mas a diferença não chega nem a 10 minutos. Isso faz com que o rival da Motorola não tenha nenhuma vantagem em bateria.

E mais um ponto para o Galaxy.

Câmeras

E câmeras? Como é obrigatório em qualquer intermediário recente temos quatro câmeras com sensor principal de 64 MP em ambos. Além disso, há secundária com lente ultra-wide, uma dedicada para macro e outra para desfoque de fundo. Mesmo hardware e mesmo conjunto de câmeras, isso deveria garantir desempenho fotográfico similar, mas não é bem o que acontece.

A ideia de um sensor que comprime quatro pixels em um é garantir maior nitidez nas fotos sem precisar lotar a memória do celular rapidamente. O problema é que o Moto G9 Plus falha nisso e apresenta imagens suavizadas, especialmente nos cantos das fotos. E se você usar a resolução máxima terá imagens ainda piores.

Motorola manda bem no modo noturno e o G9 Plus até consegue registrar fotos mais claras, mas ainda sofre com nitidez inferior. A ultra-wide do Galaxy também registra melhores fotos e a resolução superior da macro garante registrar pequenos detalhes de plantas e animais.

Galaxy M51 vence com melhor conjunto fotográfico.

Fotos tiradas com o Samsung Galaxy M51

O Galaxy possui câmera frontal com o dobro de resolução, mas não espere o dobro de qualidade. Os dois registram boas selfies em locais iluminados, porém o Motorola desativa o HDR quando o modo retrato é usado. Em locais fechados ou com pouca luz temos imagens mais limpas no M51. Ele pode sofrer um pouco mais para lidar com desfoque de fundo em cenários com muitos detalhes, mas no geral faz um bom trabalho.

E temos mais um ponto para Samsung em câmera.

Fotos tiradas com o Motorola Moto G9 Plus

Ambos filmam em 4K e apresentam boa estabilização e foco ágil, porém o Motorola perde velocidade na focagem em locais mais escuros. Em termos de qualidade temos pequena vantagem para o M51 de dia, que se destaca ainda mais à noite – especialmente quando a estabilização está ativa no Motorola. A frontal fica limitada apenas à resolução Full HD no G9 Plus e a captura de áudio no geral é mais abafada do que no rival.

E fechamos câmera com mais um ponto para o M51.

Preço

O Moto G9 Plus foi lançado no Brasil em setembro de 2020 por R$ 2.499, enquanto o rival coreano chegou em novembro por R$ 400 a mais. Essa diferença de preço é mantida até hoje, o que faz com que o Motorola seja o mais acessível dos dois. Tudo bem que o M51 é um celular melhor, mas alguns podem não estar dispostos a pagar tanto a mais pelo Galaxy.

Damos o último ponto ao Moto G9 Plus.

8.2 Hardware
7.7 Custo Benefício

Motorola Moto G9 Plus

Comparar Aviso de preço
8.4 Hardware
7.6 Custo Benefício

Samsung Galaxy M51

Comparar Aviso de preço

Conclusão

O Moto G9 Plus até pode ser um intermediário bacana, mas ele não consegue competir com o Galaxy M51. O modelo coreano tem melhor tela, apresenta melhor experiência multimídia, sua bateria dura muito mais, e registra melhores fotos e vídeos. Vale pagar a mais por ele? Achamos que sim.

Seu ponto negativo está em não oferecer cores diferentes como o Motorola e o som abafado. Esses podem ser contras que não farão diferença para muita gente, então o Galaxy M51 acaba sendo a escolha fácil aqui.

RESULTADO

Samsung Galaxy M51: 8 PONTOS

  • Mais compacto e com bordas mais finas
  • Melhor tela
  • Software mais completo e que flui melhor
  • Desempenho multitarefas superior
  • Maior autonomia de bateria
  • Melhor experiência fotográfica
  • Melhores selfies
  • Filmadora superior

Motorola Moto G9 Plus: 3 PONTOS

  • Furo mais discreto no canto e cores diferentes
  • Som menos abafado
  • Preço mais acessível
(atualizado em 26 de fevereiro de 2021, às 02:58)

81

Comentários

Galaxy M51 vs Moto G9 Plus: qual intermediário é melhor, Samsung ou Motorola? | Comparativo
Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Android

Cyber Monday 2020 TudoCelular: as melhores promoções em celular

Android

Encontre ofertas e compare preços com o TudoCelular | Guia Black Friday 2020