LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Primeira atualização do Xiaomi Watch inclui correção de bugs e suporte a iPhones

02 de dezembro de 2019 0

A Xiaomi lançou no mês passado o Xiaomi Watch, primeiro relógio inteligente da companhia com o nome da chinesa por mais que ela já tenha alguns produtos nesse segmento fornecidos pela Huami e Amazfit.

O produto mais completo dela até então, o lançamento aconteceu com um software ainda não muito polido. Usuários encontraram alguns problemas no uso cotidiano, que bem, estão sendo corrigidos com uma atualização que começa a ser enviada nesse início de dezembro.

As correções incluem melhorias no código da loja de aplicativos, melhor velocidade de download de arquivos e faces do relógio, e melhorias na interface a fim de facilitar a escolha do método de entrada pelo usuário. Um bug que fazia o smartwatch travar durante a configuração inicial também foi solucionado. Chega com o novo firmware o aguardado suporte ao iOS.

Confira todas as novidades a seguir:


  • Otimizada a questão do congelamento do relógio nos primeiros minutos após o pareamento do relógio pela primeira vez.
  • Loja de aplicativos mais rápida; mais agilidade na experiência de download.
  • Ao baixar aplicativos de face do relógio / loja de aplicativos, use o WiFi primeiro para tornar a experiência de download mais suave.
  • Otimização interativa do método de entrada Sogou
  • O método de entrada Sogou adicionou tutoriais para orientar os usuários sobre como alternar os métodos de entrada.
  • Corrigido problema de informações de localização meteorológica não atualizadas

Vale lembrar, o Xiaomi Watch foi lançado com o Wear OS do Google, e pode significar uma retomada da gigante de buscas nesse mercado, com o seu SO de vestíveis tendo caído em desuso nos últimos anos.

Também visando melhorar essa situação, o Google acabou comprando a Fitbit por nada menos que US$ 2 bilhões. Será que agora vai?


0

Comentários

Primeira atualização do Xiaomi Watch inclui correção de bugs e suporte a iPhones
Android

Melhor celular ou smartphone: TOP 10 para você comprar | Novembro 2019

Especiais

Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor desempenho | Guia do TudoCelular

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor autonomia | Guia do TudoCelular