LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

TV paga sofre queda de assinantes enquanto streaming cresce no Brasil, indica Amdocs

13 de fevereiro de 2019 17

Uma nova pesquisa divulgada pela Amdocs buscou entender comportamentos de assinantes de TV paga e serviços de streaming em países como Brasil, Estados Unidos e Reino Unido. O TudoCelular esteve no evento de divulgação dos resultados e conta os principais destaques.

O estudo "Novos Espectadores" revelou que os usuários de TV por assinatura têm deixado o serviço e contratado mais plataformas de streaming, apesar de não deixarem de gastar a mesma média de R$ 250 por isso. De acordo com a provedora, esse fenômeno tem relação com a insatisfação por "falta de conteúdo".


Imagens: Divulgação

Segundo o vice-presidente da Amdocs para a América Latina, Renato Osato, os espectadores pagam o mesmo preço de um pacote de televisão para mais de uma plataforma de conteúdo, com o conceito de "faça você mesmo".

"Sabemos das mudanças que aconteceram no consumo de entretenimento, mas os espectadores ainda não estão conseguindo o que querem. Olhando para os dados que obtivemos, há uma enorme oportunidade para novos modelos de negócios para a indústria de TV. Desde conteúdo específico para nichos e comunidades, subcanais, novas formas de pagamento e até novos modelos de publicidade - que são tão personalizados que podem se tornar 'desejados' pelos consumidores."


Renato Osato

VP da Amdocs para a América Latina

O levantamento indica que 61% dos consumidores brasileiros já possuem mais de um provedor de conteúdo. A Netflix lidera a pesquisa com 24% de participação no mercado de OTTs.

“No Brasil, para cada contrato perdido por uma operadora de TV em 2017, os SVoD conquistaram três novos.”


Jesus Luzardo

Chefe de marketing da Amdocs para América Latina e Caribe

Por outro lado, uma média de 70% dos entrevistados declararam estar dispostos a contratar somente um pacote que englobasse todos os conteúdos preferidos. O indicador mostra que a facilidade de ter uma empresa a qual disponibilize todos os serviços de streaming desejados atrai o público consumidor.

“Pacote perfeito”

A pesquisa também identificou o segmento do conteúdo que o cliente consideraria no seu "bundle perfeito". Para 86% dos respondentes, a prioridade é ter "séries dignas". Na sequência, aparecem eventos e shows ao vivo (74%); acesso a todos os jogos e competições do seu time específico (70%); cenas deletadas e "bloopers" (30%); diferentes versões dos mesmos programas e filmes (25%); e acesso VIP a conteúdo de séries de TV e filmes favoritos (25%).

A maior parte dos usuários mais jovens - entre 14 e 35 anos - prioriza o preço em relação a lealdade a um serviço de streaming. Para completar, 80% topariam receber mais publicidades, desde que sejam segmentadas com o tipo desejado - algo que vai ao encontro de uma pesquisa recente da Netflix.

O estudo "Novos Espectadores" entrevistou 2,5 mil consumidores de TV, filmes e vídeos, entre os meses de outubro e novembro de 2018. Na divisão por país, foram 500 no Brasil, 1.000 nos Estados Unidos e 1.000 no Reino Unido.

Você concorda que é melhor pagar o mesmo valor da TV por assinatura em vários serviços de streaming? Aceitaria pagar por um pacote de OTTs do seu interesse de forma unificada? Participe conosco!


17

Comentários

TV paga sofre queda de assinantes enquanto streaming cresce no Brasil, indica Amdocs

Para aliviar a falta do WhatsApp, TIM remove custo de envio de SMS

Limite de banda larga: saiba o que NET, Tim, Vivo e Oi oferecem para clientes no Brasil

MWC 2016: toda a feira em quase 10 minutos e consideração final

São Paulo recebe ônibus com internet 4G. Testamos e o resultado foi ótimo