LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Coronavírus: cientistas apontam que redução do isolamento social pode elevar mortes em 150%

03 de junho de 2020 20

Uma série de cidades brasileiras começou a flexibilizar o isolamento social que teve início ainda em março com a pandemia de coronavírus. Considerada principal forma de diminuir o contágio enquanto ainda não há vacina, a medida tem sido alterada nas últimas semanas. E esse afrouxamento foi alvo de críticas da comunidade científica.

Cientistas de universidades de São Paulo projetam que a quantidade de casos e mortes por COVID-19 pode aumentar até 150% em dez dias nos municípios que relaxaram medidas de distanciamento.

Municípios como Rio de Janeiro e Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo, enfrentam situações críticas em falta de leitos e tendência de aumento de casos antes mesmo da flexibilização, de acordo com Domingos Alves, especialista em modelagem computacional e participante do portal COVID-19 Brasil.

A capital fluminense iniciou um plano de retomada de atividades nesta semana, dividido em seis etapas, enquanto o estado de São Paulo adotou programa semelhante, com a diferença que cada município regulará seus processos de abertura seguindo as orientações da gestão estadual.


Pelos cálculos do grupo de cientistas, 30% das pessoas infectadas não apresentarão sintomas, enquanto 55 terão sinais leves. Já 10% sentirão a doença de modo grave, e 5% dos casos serão críticos, e metade desses se tornarão óbitos. Os sintomas da doença demoram até sete dias para se manifestarem, o que quer dizer, na prática, que 15% dos novos infectados precisarão de internação em uma semana.

Isso terá impacto direto na sobrecarga do sistema de saúde, e Alves vê motivação política nesse afrouxamento, em entrevista ao jornal O Globo. Os pesquisadores afirmam que a pandemia segue acelerando em quase todos os estados brasileiros, e o país é o único a manter a tendência de aceleração após o 50 dia após o primeiro caso.


Nota técnica dos pesquisadores reforça que as medidas de flexibilização adotadas pelo Brasil ignoram as diretrizes da Organização Mundial de Saúde (OMS), que estabeleceu seis critérios para a retomada da atividade econômica, que são: capacidade de controlar a transmissão do vírus, capacidade de teste e isolamento de pessoas e contatos mais próximos por parte dos sistemas de saúde, capacidade de controle de surtos locais específicos, a implementação de medidas preventivas de controle, gestão adequadas de casos importados e engajamento da comunidade.

Os cientistas veem que o Brasil ainda não garantiu o achatamento da curva porque não houve desaceleração da quantidade de casos. Assim, segundo eles, não há margem nem fundamento científico para a flexibilização das regras de distanciamento adotadas no Brasil. Eles defendem, pelo contrário, a adoção de medidas mais rígidas, como o lockdown.


20

Comentários

Coronavírus: cientistas apontam que redução do isolamento social pode elevar mortes em 150%
  • Os criadores do isolamento social se fu....
    Tudo q eles queriam era quebrar os governos de direita, falharam hahaha
    Agora fica inventando essas churumelas

      • Isso é ÓBVIO já ta ruim com esse isolamento mixuruca, imagina sem?! Vai dar merda real

          • Estatísticas e estudos internacionais (em países que já passaram pelo que estamos apenas começando a passar agora) mostram que quarentena e isolamento não apenas falharam em diminuir o avanço do vírus, mas pode inclusive ter piorado a situação. O estado com a quarentena mais severa dos EUA (Nova York) foi o mais atingido, e aproximadamente 70% dos óbitos foram de pessoas que estavam em isolamento. O índice de infecção dos indivíduos dos serviços essenciais, que não estavam confinados, foi muito menor. Se concluiu que o que ocorreu é que inevitavelmente um membro dos grupos confinados se contaminava, ao sair para fazer compras ou outras atividades básicas, e repassava para todos os outros por estarem em um ambiente fechado. Já estados que fizeram apenas isolamento de populações de risco não tiveram um índice de infecção tão alto, nem mortes na mesma proporção. Na Itália também há estudos que mostram que não houve diferença real entre isolamento ou não, sendo que a diminuição eventual das contaminações foi derivada do tempo decorrido da epidemia, que amainou naturalmente.
            Assim sendo, não há evidências inequívocas quanto à efetividade do isolamento como estratégia, visto que falhou onde foi implementada, e não fez falta onde não foi.
            Já a destruição das vidas das pessoas pelo colapso da economia, estrutura produtiva e logística é líquido e certo.

              • https://www.aosfatos.org/noticias/governador-de-ny-nao-mostrou-que-isolamento-e-ineficaz-contra-covid-19

                  • https://
                    www.foxnews.com/politics/cuomo-still-stands-by-coronavirus-nursing-home-order-despite-death-toll

                      • Cuomo com certeza não iria dizer que suas políticas falharam, pois o preço de tê-las adotado foi altíssimo para a população do seu estado. A economia também foi destruída, com centenas de negócios fechando e mudando de estado. Para se ter uma idéia do tipo de política adotada, ele forçou asilos de idosos a aceitarem idosos doentes com o vírus para aliviar os hospitais. O resultado foi uma mortandade terrível nessas instituições, a maior de todo país. Assim como ele nega responsabilidade nisso, nega também que de nada tenha servido sua política de isolamento, pois não quer assumir o ônus causado. Infelizmente para ele, não pode negar os fatos mostrados pela pesquisa. Assim, na mesma entrevista na qual apresentou a pesquisa que mostra a inefetividade da sua política, afirma categoricamente que deu certo (assisti). Já estados que não fizeram isso estão bem melhor.
                        Enfim, é um típico político mentindo descaradamente mesmo que fatos concretos o desmintam.

                      • Ruim é pano com mascara infelizmente

                          • Isolamento social, já!!!!!!

                              • ai se continuar tudo fechado a mortalidade vai aumentar 1000% pq todo mundo vai tá sem trabalho.. %uD83E%uDD37%uD83C%uDFFB%u200D%u2642%uFE0F

                                • E Japão que não fechou e teve índices baixos

                                  • Eu fico me perguntando, as marchas pelo mundo contra o racismo não estão sendo criadores de coronavírus agora? Porque está sendo ignorado?