LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Steam Deck: Valve explica comentários sobre o console ser focado em jogos com 30 fps

26 de julho de 2021 40

Atualização (26/07/2021) - GS

Desde que a Valve anunciou o Steam Deck, seu novo console portátil, os fãs estão eufóricos para por as mãos no novo console, contudo, como era de se esperar, muitos ainda estão em dúvida sobre a performance do dispositivo, fazendo com que a própria fabricante altere algumas especificações técnicas para esclarecer as dúvidas.

Na semana passada, o desenvolvedor Pierre-Loup Griffais forneceu uma análise mais profunda sobre o hardware do Steam Deck e explicou que a tendência da indústria em lançar jogos com resoluções mais nítidas e taxas de frames maiores é um bom presságio para o aparelho, por conta de sua tela de baixa resolução e meta de 30 fps.

A declaração deu a entender que a Valve está buscando por 30 fps nos jogos do Steam Deck, o que não faz muito sentido, dado que os componentes do dispositivo possuem especificações impressionantes, então o desenvolvedor teve de esclarecer sua declaração.

Segundo Griffais, 30fps nesse caso “se refere ao mínimo que consideramos jogável em nossos testes de performance".

Os jogos que testamos e mostramos atingiram e excederam bastante essa marca, até o momento.

Além disso, ele também confirmou que o console virá com um limitador de FPS, que foi desenvolvido para aprimorar a performance e gerenciar a duração da bateria, o que é algo extremamente importante em um dispositivo portátil.

Você está ansioso pelo Steam Deck?

Atualização (21/07/2021) - GS

Poucos dias depois do anúncio oficial do Steam Deck, a Valve parece ainda estar fazendo ajustes técnicos no dispositivo, a fim de deixá-lo ainda mais interessante para os fissurados em games.

Além de garantir que o console portátil não deve passar pelos problemas de drift nos direcionais analógicos, algo muito comum no Nintendo Switch, a empresa também alterou a descrição técnica da memória RAM do dispositivo, como uma forma de mitigar todas as dúvidas sobre o componente.

Inicialmente, a ficha técnica do Steam Deck indicava uma memória LPDDR5 de dois canais, o que poderia resultar em um gargalo para o potencial do dispositivo, ainda mais quando usada em conjunto com o chip Zen 2, que é capaz de lidar com um fluxo de dados muito maior.

Esta semana, a ficha técnica do aparelho foi alterada, revelando que o Steam Deck será equipado com RAM de quatro canais, o que aumenta a largura de banda para 88 GB/s, evitando um possível gargalo.


Em comparação, o Nintendo Switch é capaz de processar com 25,6 GB/s, os APUs Ryzen com Vega 11 vão até 48 GB/s, enquanto muitos laptops têm cerca de 68 GB/s. Sendo assim, o Steam Deck é uma ótima opção econômica para quem procura um dispositivo dedicado aos jogos capaz de garantir uma boa potência.

Independente do que aconteça, o console já é um sucesso, com pré-vendas iniciais esgotadas e uma ampla fila de espera. Enquanto isso, resta aos brasileiros aguardar pela chegada do dispositivo por aqui.

Você pretende adquirir um Steam Deck?

Atualização (15/07/2021) - HA

A Valve acaba de anunciar o Steam Deck, um console portátil para jogos de PC que, confirmando antigos rumores, tem uma aparência similar ao Nintendo Switch — ainda que sem os controles destacáveis. O videogame será lançado em dezembro, e será vendido em diferentes modelos, custando a partir de US$ 399.

O dispositivo tem um APU AMD com um CPU Zen 2 quad-core de oito núcleos e oito unidades de computação de gráficos AMD RDNA 2, junto com 16 GB de RAM LPDDR5. Os preços dos modelos variam de acordo com o armazenamento. O com eMMC de 64 GB sair por US$ 399, enquanto os de SSD NVMe de 256 GB e de 512 GB saem, respectivamente, por US$ 529 e US$ 649. Será possível expandir o armazenamento também com um slot para cartões MicroSD.

Especificações do console da Valve.

Em termos de console, o Steam Deck vai trazer muitos botões e opções. Na imagem abaixo, podemos ver todas as suas características, como dois analógicos, setas, botões, gatilhos, dois trackpads e botões de acesso rápido aos menus da Steam, além de quatro botões traseiros adicionais.


Quanto à bateria, a Valve trabalhou com analogias para explicar a capacidade do console. Para quem só navega na internet, e joga games 2D que não exigem tanto da máquina, a bateria pode durar entre 7 e 8 horas. Mas para quem optar por jogar algo mais recente, como Portal 2 (exemplo da casa) é possível rodar por 4 horas seguidas no máximo, ou, se limitado a 30fps, pode atingir 5 ou 6 horas.

Será possível conectar o videogame a TVs e ele deve vir com portas USB-C com conectividade para HDMI, Ethernet e USB, bem como Bluetooth nativo — este último recurso, aliás, não está presente no Switch.

No quesito de software, o Deck vai trabalhar com uma nova versão do SteamOS otimizada para o portátil. O sistema real é baseado em Linux e utilizará o Proton para permitir a compatibilidade com jogos baseados em Windows sem exigir ports específicos para o videogame.

Ele deve rodar a interface da Steam com todos os recursos, mas usuários mais avançados devem conseguir revertê-lo e usar a versão desktop do Linux.

As reservas para as três versões do console começam na tarde de sexta-feira, com uma taxa de US$ 5 para fazer essa separação — que ainda não se caracteriza como uma pré-venda. A princípio, essa reserva será exclusiva a conta da Steam que já realizaram compras anteriormente, na tentativa de evitar bots revendedores.

O console ficará restrito, por ora, à distribuição nos Estados Unidos, Canadá, União Europeia e Reino Unido.

E aí, o que achou do portátil da Valve? Tá valendo mais que comprar um Switch? Deixe seu comentário!

Matéria original (26/05/2021)

A Valve parece estar se preparando para a sua próxima grande investida em um produto de hardware, e desta vez, não estamos falando de um simples acessório.

Em uma versão beta recém-liberada do Steam, sua plataforma online de games, foram encontradas referências que mencionavam um produto chamado SteamPal e menus de sistema que sugeriam uma experiência de uso destinada a um dispositivo portátil.

Após isso, alguns vazamentos emergiram na web mencionando múltiplas fontes que revelaram que tal aparelho seria, de fato, um "projeto secreto" da Valve, que aponta para um PC Gamer no estilo Nintendo Switch.


Nele os usuários poderiam ter acesso à sua biblioteca de jogos independente de onde estivessem, e o sistema operacional SteamPal seria baseado no Linux (apesar de o Windows também ser considerado como um potencial S.O.).

Tudo indica que, no presente momento, o aparelho está em fase de testes e já possui protótipos com chips AMD e Intel – ou seja, aparentemente a NVIDIA nem sequer está sendo considerada.

Um dos protótipos teria uma tela mais esticada para as laterais do que o Switch, incluindo além de um painel sensível ao toque alguns controles e gatilhos bem como dois joysticks e um touchpad.

O console também poderia ser posicionado em um dock onde conectaria através de uma porta USB-C à TVs, para uma jogatina na telona.

Ainda não sabemos quando esse aparelho será oficializado tampouco os pormenores de precificação, mas a publicação sugere que sua chegada ao mercado deve ocorrer antes do final desse ano.


40

Comentários

Steam Deck: Valve explica comentários sobre o console ser focado em jogos com 30 fps
Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Android

Cyber Monday 2020 TudoCelular: as melhores promoções em celular

Android

Encontre ofertas e compare preços com o TudoCelular | Guia Black Friday 2020