LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Intel Raptor Lake: vazamento revela processadores de até 24 núcleos, melhorias para jogos e mais

10 de junho de 2021 2

A atual 11ª geração de processadores da Intel ainda fornece chips incrivelmente potentes com a litografia de 10 nanômetros, mas passou a ser comentada com menos frequência para dar lugar às novas especulações sobre o futuro do hardware desenvolvido pela empresa.

Fornecendo mais detalhes sobre as próximas gerações, o canal Moore’s Law Is Dead divulgou uma série de arquivos com especificações dos processadores de 12ª e 13ª geração, Alder Lake e Raptor Lake, respectivamente. Os slides contêm informações sobre a arquitetura, ganhos de desempenho e conectividade das plataformas.

O slide vazado sugere que a família Alder Lake apresente ganhos de até 20% em IPC.

Muito já é conhecido sobre a família Alder Lake, que deverá ser lançada em setembro para desktops com modelos avançados atingindo velocidades de clock impressionantes. Os processadores Raptor Lake, por sua vez, chegam ao conhecimento do público de forma gradual.

Intel Alder Lake

De acordo com o vazamento, os modelos high-end da 12ª geração oferecerão ganhos de 20% em desempenho nas tarefas em single-thread, além de chegar ao dobro em multi-thread com a nova geração de núcleos de alta performance e a tecnologia Enhanced SuperFin na mesma litografia de 10 nanômetros que, teoricamente, será otimizada.

Ainda, é esperado que os processadores Alder Lake entreguem esse avanço utilizando menos energia. Os núcleos Golden Cove, sucessores dos Willow Cove, devem representar ganhos de IPC em até 20%, enquanto os núcleos Gracemont, de baixo consumo, terão eficiência ainda mais significativa em sua microarquitetura.


Há um destaque para o uso do design híbrido de núcleos, já observado desde a família Lakefield, que deve integrar os núcleos Golden Cove e Gracemont da próxima geração. O documento ainda cita melhorias na inteligência artificial e conectividade 5G, além de destaques para a segurança de hardware nos núcleos grandes.

A família Alder Lake contará com suporte para as interfaces PCIe 4.0 e 5.0, suporte ao Wi-Fi 6E e Thunderbolt 4. Para a memória RAM, as CPUs terão opções para os módulos DDR4 e DDR5 para desktop, bem como LPDDR4 e LPDDR5 para a plataformas móveis. Além disso, esses chips serão compatíveis com o novo conector de alimentação ATX12VO.

É esperado que 12ª geração ofereça até 16 núcleos em modelos para desktop. O modelo high-end deverá combinar 8 núcleos Golden Cove com 8 núcleos Gracemont e 24 threads, com capacidade total de 24 MB de armazenamento em cache. Alguns diagramas detalhando a arquitetura desses processadores já foram divulgados no mês de abril.

Intel Raptor Lake

A Intel também está trabalhando na 13ª geração, com codinome Raptor Lake, que deverá oferecer avanços discretos em relação aos modelos passados, mas ainda não abandonará a tecnologia de 10 nanômetros e manterá os recursos de interface de memória e outros detalhes da antecessora.

Para as versões desktop da família Raptor Lake, a Intel indica que novas alterações no núcleo das CPUs híbridas serão feitas, visando melhorias de desempenho dos núcleos grandes para oferecer IPC, frequências de clock e desempenho por watt significativamente melhores em relação à família Alder Lake.


Um destaque é a proporção dos núcleos híbridos — o documento afirma que o número de núcleos de alta performance, denominados Raptor Cove, serão mantidos, enquanto os núcleos de baixo consumo serão vistos em maiores quantidades. Assim, os chips integrariam 8 Raptor Cove e até 16 Gracemont, totalizando 24 núcleos em um SoC.

Essa arquitetura poderia melhorar o desempenho em multi-thread de maneira significativa, especialmente combinado ao cache de CPU dedicado a jogos, aprimorando o desempenho para os gamers e enfrentando diretamente o 3D V-Cache da AMD, anunciado durante o evento Computex 2021.

É esperado que os processadores Raptor Lake de 13ª geração ofereçam suporte à memória DDR5 de 5.600 MHz+ e contem com até 48 faixas da interface PCIe de quinta geração, enquanto as variantes para dispositivos móveis suportam a memória LPDDR5X e um novo sistema de energia DLVR.

A linha, prevista para ser lançada apenas em 2022, será concorrente direta dos processadores AMD Ryzen “Raphael”, que já tiveram algumas especificações vazadas. A família Alder Lake, por sua vez, deve ser lançada no último trimestre deste ano. Muito já é conhecido sobre essas CPUs, que não deverão abrir tanto espaço para a concorrência durante os próximos períodos.


2

Comentários

Intel Raptor Lake: vazamento revela processadores de até 24 núcleos, melhorias para jogos e mais
Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Android

Cyber Monday 2020 TudoCelular: as melhores promoções em celular

Android

Encontre ofertas e compare preços com o TudoCelular | Guia Black Friday 2020