LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Galaxy J7 Prime 2 tem mais desempenho e menos autonomia que o antecessor

03 de agosto de 2018 24

A Samsung já lançou um bom número de dispositivos da linha Galaxy J em 2018. O J7 Prime 2 foi um deles, basicamente uma pequena atualização no modelo de 2016, mas com suporte à TV digital e Android Nougat. A parte frontal também ganhou uma repaginada, mas a parte de dentro é, basicamente, a mesma.

E isso inclui a tela de 5,5 polegadas, o chipset Exynos 7870, e a bateria de 3.300mAh. Mas, como o sistema mudou, vamos refazer o teste de bateria e também o de desempenho, para ver se há algum ganho no novo aparelho em comparação com seu antecessor.

Vamos descobrir se o dispositivo consegue entregar uma experiência melhor em desempenho e autonomia ao usuário. O TudoCelular fez o tradicional teste de bateria e também o teste de velocidade neste aparelho, além de jogar um pouco com o app Gamebench ativado para verificar a performance em jogos.

Veja o que descobrimos nas linhas a seguir.

Autonomia

O teste de bateria do TudoCelular é muito simples. A gente faz uma simulação de uso real, tirando o aparelho da tomada às 7 horas da manhã, e utilizando diversos apps, tudo cronometrado, até que a bateria chegue a um estado crítico ou se desligue. Eis os tempos de uso para cada ciclo:

  • 6 minutos (cada) de navegação no site do Tudo Celular usando o Chrome, vídeos no YouTube, vídeo no MX Player, streaming no Spotify, músicas no PowerAMP, WhatsApp e jogos;
  • 4 minutos de chamadas via 3G;
  • 2 minutos (cada) de Facebook, Gmail e Google Maps.

O teste é dividido em ciclos de uso, cada um com todos os apps acima usados no tempo indicado. Depois de cada ciclo, a gente faz uma breve pausa de 30 minutos, retornando para a rodada seguinte. Tudo documentado aqui mesmo nesta página.

E depois de pouco mais de 16 horas, encerramos o teste com o Galaxy J7 Prime 2, que ficou com somente 1% de carga.

  • O smartphone marcou um total de 7 horas e 55 minutos de tela ligada.
  • Realizamos 11 ciclos completos de testes, que incluíram:
    • 66 minutos de navegação no Chrome;
    • 330 minutos de WhatsApp, Spotify, PowerAmp (música offline), MXPlayer (vídeo) e YouTube (66 minutos cada);
    • 66 minutos de jogos (Pokémon Go, Subway Surfers, Candy Crush, Modern Combat 5, Injustice e Asphalt 8);
    • 66 minutos de Facebook, Gmail e Google Maps (22 minutos cada);
    • 44 minutos de chamadas de voz conectado às redes móveis.
Teste de velocidade

Passamos também o nosso teste de velocidade no J7 Prime 2. Trata-se de um exercício de abertura e reabertura de 12 aplicativos, sendo o relógio o primeiro, para cronometrar o tempo, e seguindo com os nativos de câmera, galeria e configurações, para passar para apps e jogos populares, que são: Facebook, WhatsApp, Chrome, Netflix, Spotify, Photoshop Mix, Pokémon GO e Asphalt 8.

O dispositivo da Samsung apresentou uma boa melhoria no tempo em comparação com o antecessor direto, reduzindo de mais de três minutos para 2min06s, sendo que a segunda volta transcorreu sem precisar reiniciar nenhuma aplicação.

Esse tempo ainda está bem abaixo do Moto G6 Play, um concorrente até mais barato que realizou o teste em 1min32s, mas não está de todo ruim para um aparelho que já pode ser encontrado por menos de mil reais no varejo.

Benchmarks

O segundo passo do nosso teste de desempenho é realizado com as ferramentas de benchmark. Aqui, é importante entender que esses números não devem ser levados ao pé da letra, servindo apenas como uma base para saber em que categoria o aparelho se insere - mas lembre-se que há outras questões a serem levadas em conta.

Enfim, os resultados ficaram na faixa esperada para um dispositivo com processador de oito núcleos a clock de 1,6Ghz e 3GB de memória RAM. Lembrando que o AnTuTu mudou o algoritmo recentemente, e agora traz resultados 25% a 35% superior aos testes antigos, o que dificulta a comparação com o antecessor, neste caso.

  • AnTuTu
    • 61.280 pontos
  • GeekBench
    • 728 pontos single-core / 36.52 pontos multi-core (CPU)
    • 2.344 pontos (GPU)
  • 3D Mark
    • 290 pontos OpenGL
    • 175 pontos Vulkan
  • GFX Bench
    • 200 quadros Manhattan offscreen
    • 664,7 quadros T-Rex offscreen
Jogos

Com a ajuda do app Gamebench, medimos a taxa média de quadros por segundo e quanto tempo o dispositivo aguenta sem desligar em um total de sete jogos populares da Google Play Store. Aqui, vimos que há uma ligeira melhoria em fluidez novamente na comparação com o J7 Prime, no qual só testamos três desses títulos, porém.

O Asphalt 8 subiu de 16 para 21 fps, enquanto Modern Combat 5 foi de 28 para 37 quadros por segundo. Já o Subway Surfers apresentou melhoria de 12 fps, chegando a 53 quadros por segundo no J7 Prime 2.

Passando direto para o PUBG Mobile, um dos mais populares entre nossos espectadores, a taxa ficou em 18 fps, que é bem razoável para jogar ainda, caso você não seja nada exigente. No geral, a fluidez é bem razoável para um dispositivo intermediário de entrada.

Já com relação à autonomia, tivemos uma média de 7 horas de jogatina nos seis títulos que utilizamos. São os mesmos jogos do teste de desempenho, menos o PUBG Mobile.

Jogo FPS Estabilidade CPU GPU Memória
Asphalt 8 21 68% 11% - 286 MB
Clash Royale 43 33% 4% - 162 MB
Injustice 2 14 63% 10% - 494 MB
Modern Combat 5 37 51% 11% - 347 MB
PUBG Mobile 18 59% 17% - 772 MB
Subway Surfers 53 96% 16% - 285 MB
Vainglory 44 23% 7% - 464 MB

GameBench

Desenvolvedor: GameBench Ltd

Preço: grátis - oferece compras no app

Tamanho: Depende do dispositivo

Conclusão

Com relação ao desempenho, o J7 Prime 2 é melhor que o modelo original, mesmo trazendo praticamente o mesmo hardware. Isso se deve à otimização melhor do software, uma vez que o novo aparelho já traz a Samsung Experience na versão 8.5, rodando o Android Nougat.

Além de abrir os apps com mais rapidez e trazer pontuações consideravelmente mais altas nos benchmarks, o novo aparelho também roda melhor os jogos, e vai oferecer uma experiência mais agradável ao usuário. Não é para abusar dos jogos pesados, no entanto.

Quanto à bateria, há uma leve queda na autonomia, reduzida de 13 para 11 ciclos do J7 Prime para o J7 Prime 2. Isso significa em torno de duas horas a menos de uso, mas ainda há o suficiente para um dia inteiro sem grandes problemas.

Aqui, no entanto, é importante notar que o resultado varia a cada caso. Se você baixar bem o brilho da tela e não usar muitos apps pesados, ou assistir poucos vídeos, pode conseguir extrair mais do J7 Prime 2. Da mesma forma, se o seu uso for mais pesado, vai acabar com a carga em menos tempo.

Com relação ao tempo de recarga, são cerca de 2 horas e 20 minutos para ir de 0% a 100%, um tempo considerável. Não há suporte ao carregamento rápido da Samsung neste dispositivo.

Transmissão encerrada!

3/8/2018 - 23.18

Obrigado a você por acompanhar esse teste durante toda esta sexta-feira. Abraço e até a próxima!

3/8/2018 - 23.17

Todas as capturas estão aí embaixo para você ver por si mesmo os resultados. A pauta já foi atualizada com todas as informações, incluindo resultados do teste de desempenho! E o vídeo com todos os detalhes.

3/8/2018 - 23.16
3/8/2018 - 23.16
3/8/2018 - 23.15
3/8/2018 - 23.12

E acabou o teste de bateria do Galaxy J7 Prime 2. O dispositivo não conseguiu repetir a autonomia do antecessor, mas chegou perto, ultrapassando um pouco as 16 horas de uso na nossa simulação. O aparelho agora tem 2% de carga.

3/8/2018 - 22.55
3/8/2018 - 22.41

Ok, encerrado o 1º ciclo e ainda tem 3% de carga. Dá para esperar a meia hora de standby, que também faz parte do ciclo, e aí finalizamos o teste.

3/8/2018 - 21.46

E chegou a hora do momento final deste teste. Será que o J7 Prime consegue realizar o 11º ciclo completo? Bateria em 11%.

3/8/2018 - 21.09

Agora é esperar mais 30 minutos e ver se a carga segura o suficiente para fazer o 11º ciclo, mesmo.

3/8/2018 - 21.08
3/8/2018 - 21.06

Acabou o décimo ciclo, e ainda temos 12% de carga. Parece que dá para fazer mais um.

3/8/2018 - 20.12

E chegou a hora do 10º ciclo, que pode ser o último completo. Bateria em 21%.

3/8/2018 - 19.40

Parece que ainda tem o bastante para mais dois ciclos. Mas isso a gente vai saber melhor dentro de meia hora.

3/8/2018 - 19.40
3/8/2018 - 19.37

E o nono ciclo foi superado. O J7 Prime 2 aguenta com 21% de carga.

3/8/2018 - 18.43

Opa, vamos para o nono ciclo de uso desta sexta-feira. O J7 Prime agora marca 30% de carga.

3/8/2018 - 18.12
3/8/2018 - 18.10

Ciclo de número 8 encerrado com a carga em 30%. Será que ainda dá para fazer mais três ciclos completos no Galaxy J7 Prime 2?

3/8/2018 - 17.16

E vamos para o oitavo ciclo. Bateria do J7 Prime 2 resiste, agora com 39%.

3/8/2018 - 16.45

Já estamos com quase cinco horas de tela ligada durante o teste.

3/8/2018 - 16.44
3/8/2018 - 16.43

Sétimo ciclo encerrado, e a carga agora está em 40%. Já estamos um pouco abaixo do que o J7 Prime apresentou quando fizemos o teste nele, indicando uma pequena perda de autonomia aqui no J7 Prime 2.

3/8/2018 - 15.47

Vamos para o sétimo ciclo. Bateira do J7 Prime se mantém em 48%.

3/8/2018 - 15.17

Segundo o GSam, ainda temos cerca de oito horas e meia de teste pela frente. Daria cerca de 16h30 no total, quase duas horas a menos que o J7 Prime.

3/8/2018 - 15.15
3/8/2018 - 15.15

Terminado mais um ciclo. E passamos da metade do teste, com seis rodadas e agora 49% de carga restante.

3/8/2018 - 14.19

Opa, e não deu nem tempo de passar e tomar um café que já está na hora do sexto ciclo. A bateria agora está em 57% no GSam e no sistema, então temos um consenso sobre a quantidade de carga de novo.

3/8/2018 - 14.02

Faremos uma pausa mais breve agora para compensar a mais longa que tivemos entre os ciclos 4 e 5. Então voltamos em 15 minutos.

3/8/2018 - 14.02
3/8/2018 - 14.00

O quinto ciclo do J7 Prime 2 está encerrado, e a carga agora está em 57%, segundo o GSam, e 58%, de acordo com o sistema.

3/8/2018 - 13.04

Opa, voltamos para o quinto ciclo. Bateria em 66%.

3/8/2018 - 12.18
3/8/2018 - 12.17

E o quarto ciclo fecha com a bateria em 67%.

3/8/2018 - 11.22

E vamos continuar com o teste de bateria no J7 Prime 2. Iniciando o quarto ciclo, a bateria está em 75%.

3/8/2018 - 10.52

O dia está ótimo para fazer o teste de bateria, com essa chuvinha.

3/8/2018 - 10.49

Chegamos ao fim do terceiro ciclo e a carga do J7 Prime 2 está um pouco abaixo da do antecessor depois do mesmo tempo de teste: 75%.

3/8/2018 - 09.54

Já iniciamos o terceiro ciclo, com 83% de carga.

3/8/2018 - 09.26
3/8/2018 - 09.19

Segundo ciclo encerrado, e temos 84% de carga aqui no J7 Prime 2.

3/8/2018 - 08.25

E vamos para o segundo ciclo. Carga ficou em 91% durante esse tempo de descanso.

3/8/2018 - 07.59

Modern Combat 5 repetiu o feito do teste no J7 Prime e foi o app que mais consumiu carga neste primeiro momento da simulação.

3/8/2018 - 07.58
3/8/2018 - 07.55

E encerramos o primeiro ciclo com 91%, apenas 1p.p a menos que o J7 Prime na rodada 1.

3/8/2018 - 07.00

E vamos lá! Primeiro ciclo está em andamento.

3/8/2018 - 06.46

Iniciaremos o primeiro ciclo às 7h.

3/8/2018 - 06.46

O aparelho está com 100% de carga e o brilho está ajustado para emitir 200 lux.

3/8/2018 - 06.45

Bom dia, caro leitor. Estamos com tudo pronto para o teste de bateria do J7 Prime 2.

O Samsung Galaxy J7 Prime 2 está disponível na Extra por R$ 949. O custo-benefício é ótimo e esse é o melhor modelo nessa faixa de preço. Para ver as outras 9 ofertas clique aqui.
(atualizado em 19 de janeiro de 2019, às 06:10)

24

Comentários

Galaxy J7 Prime 2 tem mais desempenho e menos autonomia que o antecessor
Especiais

Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor desempenho | Guia do TudoCelular

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor autonomia | Guia do TudoCelular

Android

TOP 10 smartphones intermediários com melhor desempenho | Guia do TudoCelular