LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Galaxy J4 entrega muita bateria e desempenho aceitável para o que propõe

29 de janeiro de 2019 45

A Samsung lançou uma boa quantidade de dispositivos de entrada durante 2018. Um deles é o Galaxy J4, um dos modelos mais modestos da companhia para este ano. O aparelho é, basicamente, um Galaxy J7 antigo em aparência, trazendo ainda a tela de 5,5 polegadas.

O chipset é bem de entrada, mesmo, um Exynos 7570 equivalente ao Snapdragon 425, com quatro núcleos de clock a 1,4 GHz. A bateria tem 3.000mAh de capacidade, e a resolução é HD. Um conjunto que promete autonomia bem razoável em nosso teste de uso real, mas pode ficar devendo em desempenho.

É o que vamos conferir a seguir, nos testes que fizemos com o dispositivo.

Autonomia de bateria

Esse teste é padronizado e realizado da mesma maneira em todos os dispositivos que passam por nossa bancada. Temos uma lista de aplicativos que englobam a maior parte dos tipos de uso de um smartphone no dia a dia. Cada um tem um tempo de uso cronometrado em cada ciclo, e cada ciclo é realizado com um intervalo de aproximadamente meia hora entre um e outro.

Eis os apps e tempos de uso:

  • 6 minutos de uso (cada) - WhatsApp, Youtube, MX Player, Spotify, PowerAmp (música offline) e Chrome;
  • 1 minuto (cada) - Pokémon Go, Asphalt 8, Subway Surfers, Candy Crush, Modern Combat 5 e Injustice;
  • 4 minutos de chamadas em 3G/4G;
  • 2 minutos de uso (cada) - Facebook, Gmail e GMaps


Após um dia e meio de testes com o Galaxy J4, chegamos aos seguintes resultados:

  • Foram necessárias 20 horas e 04 minutos para o Galaxy J4 desligar.
  • A tela permaneceu ligada por 11 horas e 13 minutos.
  • Realizamos 12 ciclos completos de testes, incluindo:
    • 72 minutos de navegação no Chrome;
    • 360 minutos de WhatsApp, Spotify, PowerAmp, MX Player e YouTube (72 minutos cada);
    • 72 minutos de jogos (Pokémon Go, Subway Surfers, Candy Crush, Injustice, Modern Combat 5 e Asphalt 8);
    • 72 minutos de Facebook, Gmail e Google Maps (24 minutos cada);
    • 48 minutos de chamadas de voz via 3G/4G;
  • O app que mais consumiu foi o MX Player;
  • O app que menos consumiu foi o WhatsApp;
  • A temperatura ficou entre 26° e 30°C

A bateria certamente faz este dispositivo valer a pena. Ainda mais sendo desenvolvido para uso básico. De acordo com os nossos testes, dá para usar o J4 por dois dias inteiros longe da tomada sem muito problema.

Essa boa autonomia é reforçada pelos testes específicos que fizemos. O aparelho conseguiu quase 14,5h em reprodução de vídeo. Em gravação de vídeo, ultrapassou as 7,5h, sempre com brilho em 200 lux - confortável e bastante claro para ambientes internos. Por fim, nas videochamadas, foram mais de 6,5h em conversação no Skype.

Mas na recarga, um dos maiores pontos fracos desse aparelho. São quase 3h para preencher a bateria de zero até cem por cento com o carregador padrão que vem na caixa - que é o mais potente suportado por essa bateria.

Teste de velocidade

Em nosso teste padrão de abertura de aplicativos já não esperamos grande coisa. O Galaxy J4 tem uma plataforma própria da Samsung lançada em 2016 já com pouca potência. Aqui, esperamos que uma otimização de software ajude o aparelho a entregar, ao menos, uma troca de aplicativos e carregamento de processos aceitáveis.

Como era de se esperar, o J4 não teve desempenho excepcional na abertura dos aplicativos e sofreu bastante na hora de minimizar um para partir ao próximo. O resultado ficou próximo ao que obtivemos em dispositivos como o Moto E5, Zenfone 3 Max e Galaxy J7 Prime.

Ou seja, para quem só vai fazer um uso bem básico, com navegação na internet, mensageiros e redes sociais, está de bom tamanho.

Esse teste consiste em abrir uma lista de 12 aplicativo, mantida igual em todos os dispositivos, cronometrando pelo relógio do próprio aparelho. São duas voltas, sempre aguardando o carregamento completo de um app para voltar à tela inicial e abrir o próximo.

Benchmarks

Nos testes de benchmark, o J4 apresentou um dos piores resultados no AnTuTu desde a reforma do algoritmo, ficando na casa dos quarenta e quatro mil pontos, perto de Redmi 5A e Moto E5.

No GeekBench, o dispositivo da Samsung ficou mais ou menos na mesma faixa desses dois aparelhos em CPU, mas em GPU já ficou bastante abaixo, com cerca de 200 pontos a menos.

A inferioridade do processamento gráfico fica evidente nos testes com o GFX Bench, que também deram resultados mais baixos no J4.

  • AnTuTu
    • 44.792 pontos
  • GeekBench
    • CPU: 624 / 1813 (single / multi-core)
    • GPU: 1228 pontos
  • GFX Bench
    • Manhattan: 108 quadros
    • T-Rex: 377,5 quadros
Jogos (Gamebench)

Caso você esteja pensando em pegar o Galaxy J4 para jogar, já recomendamos procurar outro aparelho. Fizemos esses testes apenas para seguir nosso padrão, mas já esperávamos o resultado fraco.

O J4 sofreu um pouco até mesmo em Clash Royale, um dos títulos mais leves da nossa lista. O aparelho só conseguiu uma taxa de quadros razoável em Subway Surfers. No resto, ficou bem abaixo do aceitável. Dá para jogar, mas dependendo do seu nível de exigência, é para passar raiva.

Curiosamente, até que ele rodou PUBG Mobile de maneira jogável, mas tivemos dificuldades com a conexão, algo que não havia acontecido com nenhum aparelho até hoje. Recomendamos que você fique próximo ao seu roteador para não se irritar demais caso insista em se aventurar com esse título nesse dispositivo.

Jogo FPS CPU GPU Memória
Asphalt 8 17 17% 92% 192 MB
Clash Royale 42 12% 94% 97 MB
Injustice 2 17 22% 80% 242 MB
Modern Combat 5 27 27% 86% 230 MB
PUBG Mobile 18 38% 91% 340 MB
Subway Surfers 59 23% 90% 227 MB
Vainglory 31 21% 75% 115 MB

GameBench

Desenvolvedor: GameBench Ltd

Preço: grátis - oferece compras no app

Tamanho: Depende do dispositivo

Conclusão

Para um dispositivo do qual não esperávamos nada além de problemas, até que o Galaxy J4 se saiu bem. Quem quiser jogar um ou outro game, pode conseguir alguns minutos de diversão, mas tem que ter em mente que a performance não vai ser nada boa.

O grande destaque é a bateria, que dura até dois dias sem precisar ficar economizando. Claro, tudo depende do seu uso, mas um aparelho construído para navegar na internet e redes sociais é difícil de drenar a bateria muito rápido.

Porém, tenha em mente que, quando for recarregar, vai demorar. O ideal é fazer um pouco de carga todo o dia, quando for deixar o aparelho parado de qualquer maneira. Há modelos bastante parecidos no quesito desempenho que custam mais barato que o J4 no varejo, como você pode conferir nesta lista.

Transmissão encerrada!

5/12/2018 - 13.32

E depois de mais de 20 horas de teste, eu fico por aqui. Um abraço e até a próxima.

5/12/2018 - 13.31

A matéria está atualizada com todas as informações finais sobre o teste. Dê um F5 para conferir.

5/12/2018 - 13.28
5/12/2018 - 13.27
5/12/2018 - 13.27
5/12/2018 - 13.16

Ih, não aguentou o standby. J4 acabou de desligar.

5/12/2018 - 13.13

E sobreviveu! O J4 conseguiu passar pelo 13º ciclo completo. Agora vamos ver se ele aguenta o standby. Bateria em 1%.

5/12/2018 - 13.13
5/12/2018 - 12.20

A carga caiu para 7%. Vamos ver até que ponto o J4 consegue aguentar mais um ciclo.

5/12/2018 - 11.48

E o 12º ciclo foi encerrado com a bateria em 8%. Será suficiente para o 13º ciclo completo? Vamos ver se não cai muito durante o standby, também...

5/12/2018 - 11.47
5/12/2018 - 10.50

Vamos iniciar o 13º ciclo, que deve ser o penúltimo. Bateria em 12%.

5/12/2018 - 10.19

Ciclo 12 encerrado com 14% de carga. Será que ainda tem o suficiente para mais dois?

5/12/2018 - 10.19
5/12/2018 - 09.30

E já iniciamos o 12º ciclo. A bateria caiu para 20% desta vez.

5/12/2018 - 08.57

Encerrado o ciclo 11 e a bateria continua acima dos 20%!

5/12/2018 - 08.56
5/12/2018 - 08.02

E já está valendo o 11º ciclo de uso no J4, que manteve os 28% de carga.

5/12/2018 - 07.49

Bom dia. Logo mais retomaremos o teste de bateria no Galaxy J4, que passou a noite toda desligado.

4/12/2018 - 22.00

O J4 manteve a carga em 28%. Vamos parar o teste por hoje e terminar amanhã, pois ainda deve ter uns três ou quatro ciclos completos a serem realizados.

4/12/2018 - 21.29

E com dez ciclos completos, o J4 ainda tem 28% (ou 29%?) de carga. Ainda tem bastante teste pra rolar...

4/12/2018 - 21.27
4/12/2018 - 20.31

Vamos para o décimo ciclo. J4 tem 36% de bateria.

4/12/2018 - 20.02

Nove ciclos completos e a bateria está em 36%.

4/12/2018 - 20.00
4/12/2018 - 19.03

Nono ciclo iniciado. Bateria está em 43%.

4/12/2018 - 18.33

O J4 passou pelo oitavo ciclo com 44% de bateria restante.

4/12/2018 - 18.33
4/12/2018 - 17.33

E ainda na metade da carga, iniciamos o oitavo ciclo no Galaxy J4.

4/12/2018 - 17.04

E chegamos à metade do teste com o fim do sétimo ciclo.

4/12/2018 - 17.03
4/12/2018 - 15.37

Opa, olhei só pro sistema. No GSam, a bateria aponta 56%.

4/12/2018 - 15.36

Sexto ciclo encerrado com a bateria apontando 57%.

4/12/2018 - 15.36
4/12/2018 - 14.38

E vamos para o sexto ciclo, encurtando um pouco o intervalo para compensar o outro maior. Bateria em 65%.

4/12/2018 - 14.17

E o quinto ciclo é encerrado com a bateria em 66%.

4/12/2018 - 14.16
4/12/2018 - 13.19

Bateria em 72% e quinto ciclo iniciado.

4/12/2018 - 13.19

Retornamos para o quinto ciclo. Compensaremos esse espaço a mais entre o quarto e quinto ciclo no próximo intervale.

4/12/2018 - 12.40

Depois de quatro ciclos completos, o J4 ainda tem 72% de carga na bateria.

4/12/2018 - 12.40
4/12/2018 - 11.38

A bateria do J4 está em 79% neste início do quarto ciclo.

4/12/2018 - 11.07 J4 tem 80% de carga após três ciclos completos
4/12/2018 - 10.11

Terceiro ciclo iniciado com a carga mantida nos 87%.

4/12/2018 - 09.37

O J4 supera o segundo ciclo com 87% de bateria.

4/12/2018 - 09.37
4/12/2018 - 08.42

Bateria manteve os 94% durante o standby, e é com essa quantidade de carga que iniciamos o segundo ciclo.

4/12/2018 - 08.11

Acabou o primeiro ciclo com a carga em 94% no Galaxy J4.

4/12/2018 - 07.14

E já está iniciado o primeiro ciclo.

4/12/2018 - 07.00

Mas já está tudo certo aqui no Galaxy J4. Tela calibrada para emitir 200 lux, bateria em 100%.

4/12/2018 - 07.00

Bom dia. Alguns pequenos contratempos vão atrasar o início do teste em alguns poucos minutos.

O Samsung Galaxy J4 está disponível na Extra por R$ 689. O custo-benefício é bom. Existem 10 modelos melhores. Para ver as outras 47 ofertas clique aqui.
(atualizado em 19 de março de 2019, às 22:28)

45

Comentários

Galaxy J4 entrega muita bateria e desempenho aceitável para o que propõe
Android

Melhores smartphones: TOP 10 do TudoCelular para você | Março 2019

Especiais

Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor desempenho | Guia do TudoCelular

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor autonomia | Guia do TudoCelular