LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Galaxy A8 ganha fluidez e quase mantém autonomia com o Android Oreo

03 de fevereiro de 2019 25

O Galaxy A8 já passou pela bancada do TudoCelular, mas retorna agora atualizado para o Android Oreo para a gente verificar se há mudança em autonomia e desempenho no intermediário premium com tela menor da Samsung.

As especificações continuam as mesmas: tela de 5,7 polegadas em proporção 18,5:9, resolução Full HD+, chipset Exynos 7885 e bateria de 3.000mAh. No teste do A8 Plus atualizado, não houve uma diferença muito grande entre o resultado com o Nougat e com o Oreo.

Abaixo, mostramos todos os resultados dos testes de performance e de autonomia, e você vai notar que não há uma diferença muito grande. O maior destaque fica para a abertura de aplicativos, que ficou bem mais veloz.

Teste de bateria

Refirzemos nossa simulação de uso real, e o resultado foi praticamente o mesmo tempo, com 14 horas no A8 atualizado. Menos de vinte minutos a menos que com o Nougat, o que pode ser considerado a mesma coisa aqui.

Na nossa simulação de uso real quando o aparelho estava com o Android Nougat, foram 14 horas e 18 minutos de uso, que é suficiente para a maior parte dos usuários ficarem o dia todo com o aparelho longe da tomada - mas precisando recarregar no fim do dia.

Nos testes específicos, há mais mudanças, mas nada que valha destacar. Os tempos caíram um pouco, cerca de 20 minutos em reprodução de vídeo e menos de 10 minutos em gravação de vídeos, ambos esses testes realizados em Full HD. Nas videochamadas, a diferença foi um pouco maior, ficando pouco mais de 1h mais curto com o Oreo.

Na recarga, o tempo foi praticamente o mesmo. Levamos agora uma hora e trinta e cinco minutos para levar a carga de zero até cem por cento no A8, com o carregador padrão que vem na caixa. Dentro da margem de erro, sendo 5 minutos a menos que no teste com o Nougat.


O teste é padronizado, realizado da mesma maneira em todos os dispositivos que passam por nossa bancada. Temos uma lista de aplicativos que englobam a maior parte dos tipos de uso de um smartphone no dia a dia. Cada um tem um tempo de uso cronometrado em cada ciclo, e cada ciclo é realizado com um intervalo de aproximadamente meia hora entre um e outro.

Eis os apps e tempos de uso:

  • 6 minutos de uso (cada) - WhatsApp, Youtube, MX Player, Spotify, PowerAmp (música offline) e Chrome;
  • 1 minuto (cada) - Pokémon Go, Asphalt 8, Subway Surfers, Candy Crush, Modern Combat 5 e Injustice;
  • 4 minutos de chamadas em 3G/4G;
  • 2 minutos de uso (cada) - Facebook, Gmail e GMap

Resultados

Após um dia de testes com o Galaxy A8, chegamos aos seguintes resultados:

  • Foram necessárias 14 horas e 01 minuto para o Galaxy A8 atingir um nível crítico, encerrando o teste com 3% de carga.
  • A tela permaneceu ligada por 07 horas e 47 minutos.
  • Realizamos 10 ciclos completos de testes, incluindo:
    • 60 minutos de navegação no Chrome;
    • 300 minutos de WhatsApp, Spotify, PowerAmp, MX Player e YouTube (60 minutos cada);
    • 60 minutos de jogos (Pokémon Go, Subway Surfers, Candy Crush, Injustice, Modern Combat 5 e Asphalt 8);
    • 60 minutos de Facebook, Gmail e Google Maps (20 minutos cada);
    • 40 minutos de chamadas de voz via 3G/4G;
  • O app que mais consumiu foi o MX Player;
  • O app que menos consumiu foi o Telefone;
  • A temperatura ficou entre 24° e 33°C.
Teste de velocidade

Em nosso teste padrão de abertura de aplicativos, o Galaxy A8 apresentou uma boa melhora em seu tempo quando comparamos com o resultado obtido no Android Nougat. Foram quase dez segundos a menos, fechando desta vez em um 1min16s. Com isso, o intermediário da Samsung ultrapassou o Xperia XA2 Ultra, o Galaxy A9 e até o Galaxy S7 nesse nosso teste.

Caso você não saiba como funciona essa prova, a gente usa uma lista de 12 aplicativos que são carregados completamente um por um, retornando à tela inicial para abrir o próximo assim que o processo de abertura se conclui. Tudo cronometrado pelo relógio do próprio aparelho.

Os aplicativos utilizados são de uma lista padrão, repetida em todos os dispositivos que passam por nossa bancada. São eles: câmera, galeria, configurações, Facebook, WhatsApp, Chrome, Netflix, Spotify, Adobe Photoshop Mix, Pokémon GO e Asphalt 8.

Benchmarks

Os resultados em benchmarks mostraram algumas melhoras, mas não muitas. No AnTuTu, a pontuação subiu cerca de seis mil pontos. já foi suficiente para elevar o A8 para uma faixa um pouco acima, mas ainda está dentro de uma grande margem de erro dessa ferramenta.
No GeekBench, não houve nenhuma mudança real. As pontuações de CPU ficaram praticamente na mesma, enquanto a de GPU subiu cerca de trezentos pontos, mas ainda ficando na mesma faixa.
Por fim, no GFX Bench, a pontuação subiu no Manhattan, mas caiu no T-Rex. Ou seja, o desempenho é praticamente o mesmo, de acordo com esses testes frios.

  • AnTuTu
    • 122.866 pontos
  • GeekBench
    • CPU: 1.523 / 4.413 (single / multi-core)
    • GPU: 3.982 pontos
  • GFX Bench
    • Manhattan: 628,3 quadros (10 fps)
    • T-Rex: 1.658 quadros (30 fps)
Jogos (Gamebench)

E, por fim, os jogos. Se a fluidez na abertura e carregamento de aplicativos melhorou, será que o mesmo ocorre com os jogos?

Infelizmente, não. O A8 mantém a boa performance nos títulos que testamos, mas apresentou uma pequena queda na média da taxa de quadros em alguns deles. Nada preocupante, sempre dentro da margem de erro.

Mas desta vez pudemos testar o tão solicitado PUBG Mobile. E o resultado ficou no mesmo nível do que vemos na maior parte dos dispositivos. Você pode aumentar a taxa de quadros, mas não vai fugir muito dos cerca de vinte e seis a trinta fps. E com gráficos no médio.

Jogo FPS CPU GPU Memória
Asphalt 8 30 8% 88% 325 MB
Clash Royale 58 4% 79% 184 MB
Injustice 2 55 19% 82% 530 MB
Modern Combat 5 43 22% 78% 344 MB
PUBG Mobile 26 16% 87% 875 MB
Subway Surfers 60 8% 78% 284 MB
Vainglory 59 13% 77% 260 MB

GameBench

Desenvolvedor: GameBench Ltd

Preço: grátis - oferece compras no app

Tamanho: Depende do dispositivo

Conclusão

A atualização do Galaxy A8 2018 do Android Nougat para o Oreo mostra uma pequena queda em autonomia, dentro da margem de erro, vamos dizer assim.

Já os testes de desempenho mostram que o aparelho continua com a mesma potência, mas ganhou um pouco de fluidez para tarefas do dia a dia, o que é um bom sinal, já que antes ele estava abaixo de concorrentes mais baratos.

Considerando que o aparelho está com valor bem mais baixo hoje do que no momento em que o testamos com o Nougat, é um bom investimento em relação ao desempenho. Mas podia ser melhor em autonomia.

Você concorda com essa avaliação? Conta pra gente aqui embaixo, nos comentários. E não esquece de conferir o vídeo completo no início desta matéria e se inscrever em nosso canal no YouTube.

Transmissão encerrada!

4/12/2018 - 22.10

E eu aproveito para ficar por aqui. Abraço e até a próxima.

4/12/2018 - 22.10

A matéria está atualizada com os resultados e conclusão. Atualize esta página para conferir.

4/12/2018 - 22.03
4/12/2018 - 22.02
4/12/2018 - 22.02
4/12/2018 - 21.58

E incrivelmente o A8 segurou a carga de 3% durante todo o standby. Foram 10 ciclos completos, e só no último o aparelho segurou a carga na meia hora de descanso. Essa é a otimização que esperávamos desde os 100%, Samsung!

4/12/2018 - 21.28

E não é que o A8 conseguiu encerrar o décimo ciclo com sobra? Ficou com 3% de carga e ainda vamos esperar os 30 minutos de standby pós-ciclo.

4/12/2018 - 21.26
4/12/2018 - 20.31

Vamos para o último ciclo de uso no A8. A dúvida é se vai até o fim. Bateria em 9%.

4/12/2018 - 20.01

Já se foram nove ciclos e a bateria está em 10%. Parece difícil, mas pode ser que o A8 ainda complete o 10º.

4/12/2018 - 19.59
4/12/2018 - 19.03

E vamos para o nono ciclo. Bateria do A8 agora está em 20%.

4/12/2018 - 18.33

Encerramos o oitavo ciclo com 21% de carga. Deve dar mais dois ciclos ainda. Resta ver se o décimo vai até o fim.

4/12/2018 - 18.32
4/12/2018 - 17.33

E vamos para o oitavo ciclo. Estamos na reta final do teste no Galaxy A8, que deve ter resultado parecido com o que obtivemos com o Android Nougat. Bateria em 29%.

4/12/2018 - 17.03

Encerrado o sétimo ciclo. Bateria agora está com 31% de carga.

4/12/2018 - 17.03
4/12/2018 - 15.35

Está encerrado o sexto ciclo e a bateria foi para 42%.

4/12/2018 - 15.35
4/12/2018 - 14.38

E vamos para o sexto ciclo, encurtando um pouco o intervalo para compensar o outro maior. Bateria em 51%.

4/12/2018 - 14.16

Encerrado o quinto ciclo com 52% de carga.

4/12/2018 - 14.16
4/12/2018 - 13.19

Bateria em 60% e quinto ciclo iniciado.

4/12/2018 - 13.19

Retornamos para o quinto ciclo. Compensaremos esse espaço a mais entre o quarto e quinto ciclo no próximo intervale.

4/12/2018 - 12.40

O quarto ciclo encerra com 61% de carga.

4/12/2018 - 12.40
4/12/2018 - 11.38

Galaxy A8 iniciou o quarto ciclo com 70% de carga.

4/12/2018 - 11.07 Bateria do A8 está em.82% depois de três ciclos.
4/12/2018 - 10.11

Iniciamos o terceiro ciclo com a carga em 81%.

4/12/2018 - 09.37

Encerrado o segundo ciclo e temos 82% de carga no A8.

4/12/2018 - 09.37
4/12/2018 - 08.41

E estamos iniciando o segundo ciclo. A bateria caiu para 90% durante o período de standby.

4/12/2018 - 08.40

Primeiro ciclo encerrado e temos 91% de carga restante no Galaxy A8.

4/12/2018 - 08.40

Ops, inverti as imagens dos testes do J4 e do A8. Fui apagar pra arrumar, apaguei postagem errada. Peço perdão pelo vacilo. Vou refazer a postagem do final do primeiro ciclo.

4/12/2018 - 07.11

E o primeiro ciclo começa. Vamos ver se o A8 mantém a duração da bateria com o Android Oreo.

4/12/2018 - 07.10
4/12/2018 - 07.09

Tudo certo para começar o teste no Galaxy A8. Ba teria em 100% e brilho da tela calibrado para emitir 200 lux em imagem branca.

4/12/2018 - 07.02

Bom dia. Houve alguns pequenos contratempos e o teste será iniciado logo mais.

O Samsung Galaxy A8 2018 está disponível na Americanas por R$ 1.649. O custo-benefício é médio. Existem 14 modelos melhores. Para ver as outras 73 ofertas clique aqui.
(atualizado em 22 de março de 2019, às 23:54)

25

Comentários

Galaxy A8 ganha fluidez e quase mantém autonomia com o Android Oreo
Android

Melhores smartphones: TOP 10 do TudoCelular para você | Março 2019

Especiais

Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor desempenho | Guia do TudoCelular

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor autonomia | Guia do TudoCelular