LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Galaxy A71 mantém boa autonomia do antecessor | Teste de bateria oficial

24 de fevereiro de 2020 12

O Galaxy A70 foi um dos melhores intermediários de 2019, sendo junto do Galaxy A50 e do Galaxy A30 as opções mais interessantes lançadas pela Samsung na quase interminável família Galaxy A. Ainda no final do ano a empresa apresentou o Galaxy A71 ao lado do Galaxy A51, e ambos desembarcaram no Brasil recentemente.

Depois de analisarmos o mais simples deles, chegou a hora de começar a conferir se o Galaxy A71 é uma opção tão interessante quanto o seu antecessor, e se vale ou não pagar o preço pedido por ele. Vale lembrar que apesar de ter sido lançado por salgados R$ 2.799 o aparelho já pode ser encontrado por cerca de R$ 2,5 mil, e esse preço deve cair bastante nos próximos meses.

Mais Notícias

O Galaxy A71 manteve os mesmos 4.500mAh de bateria de seu antecessor, além de manter uma tela Super AMOLED Full HD+ de 6,5 polegadas, mas que troca o notch de gota por um furo centralizado para a câmera frontal. A grande mudança aqui está na chegada do Snapdragon 730 para substituir o Snapdragon 675, além do Android 10 com a One UI 2.0 vir embarcada de fábrica.

Vamos descobrir como o Galaxy A71 se sai em nosso teste padronizado de bateria, onde executamos vários apps, jogos e serviços populares em ciclos cronometrados até que a bateria se esgote por completo. É dado um tempo de standby entre os ciclos para acompanharmos o consumo em segundo plano, e as configurações de redes e brilho da tela são mantidos no mesmo padrão que adotamos em todos os demais modelos que passaram por nossas bancadas.

Resultados

Após mais de um dia de testes com o Galaxy A71, chegamos aos seguintes resultados:

  • Foram necessárias 20 horas e 9 minutos para o dispositivo desligar.
  • A tela permaneceu ligada por 9 horas e 45 minutos.
  • Realizamos 14 ciclos completos de testes, incluindo:
    • 84 minutos de navegação no Chrome;
    • 420 minutos de WhatsApp, Spotify, PowerAmp, MX Player e YouTube (84 minutos cada);
    • 84 minutos de jogos (Pokémon Go, Subway Surfers, Candy Crush, Injustice, Modern Combat 5 e Asphalt 8);
    • 84 minutos de Facebook, Gmail e Google Maps (28 minutos cada);
    • 56 minutos de chamadas de voz via 3G/4G;
  • O app que mais consumiu foi o YouTube;
  • O app que menos consumiu foi o PowerAmp;
  • A temperatura ficou entre 26° e 33°C
  • O consumo em standby ficou em 2% por hora
Conclusão

O hardware mais potente em conjunto com a nova interface ainda carente de otimização acabaram custando alguns minutos de uso ao Galaxy A71 em nosso teste se comparado ao que tivemos no Galaxy A70. Ainda assim, o aparelho se manteve com tempo total superior a 20 horas, o que o deixa muito próximo ao que temos na grande maioria dos rivais. Os únicos pontos fora da curva são realmente Mi Note 10 e One Zoom, para o bem e para o mal, respectivamente.

Com isso, podemos cravar que o Galaxy A71 aguenta um dia inteiro de uso mais intenso sem grandes problemas, podendo chegar a dois dias inteiros longe da tomada caso você seja do tipo que apenas acessa redes sociais e vê alguns vídeos de forma esporádica.

O carregador de 25W entregue na caixa do aparelho também merece destaque, precisando de apenas 1 hora e 25 minutos para preencher totalmente a bateria de 0 a 100%.

Transmissão encerrada!

25/2/2020 - 11.26

Nosso teste de bateria em tempo real com o Galaxy A71 fica por aqui. Em breve atualizaremos a página com um resumo dos resultados alcançados e nossa conclusão sobre a autonomia do aparelho.

25/2/2020 - 11.25

O app que mais consumiu foi o YouTube, ficando o PowerAmp ao final da lista.

25/2/2020 - 11.25

Foram 20 horas e 09 minutos de teste até que a bateria do Galaxy A71 se esgotasse por completo, com 9 horas e 45 minutos de tela ativa no período.

25/2/2020 - 11.22
25/2/2020 - 11.14

Vamos ligar o aparelho para registrar esses momentos finais de consumo.

25/2/2020 - 11.13

Não deu tempo nem de respirar, e o Galaxy A71 já desligou.

25/2/2020 - 11.11

Estamos com 1% apenas, vamos ver até que ponto o Galaxy A71 consegue executar do ciclo 15.

25/2/2020 - 10.45

Daremos mais uma pausa com o Galaxy A71 e então voltaremos para ver se ele ao menos conseguir iniciar o ciclo 15.

25/2/2020 - 10.45

Teremos o mesmo número de ciclos concluídos que vimos no Galaxy A70, mas o modelo mais antigo ainda apresentava 7% de carga ao final do ciclo 14, quase conseguindo concluir o ciclo seguinte.

25/2/2020 - 10.44

Fechamos o ciclo 14 com 2% de carga.

25/2/2020 - 09.53

Vamos para o ciclo 14 com 7% de carga.

25/2/2020 - 09.26

Vamos para mais uma pausa antes do ciclo derradeiro.

25/2/2020 - 09.26

O ciclo 13 nos deixou com 8% de carga. Provavelmente conseguiremos ao menos concluir o ciclo 14.

25/2/2020 - 08.28

Vamos ao ciclo 13, com 14% de carga.

25/2/2020 - 08.28

Como esperado, o GSam foi zerado ao desligar o aparelho, então teremos que usar o gerenciador nativo de energia, que na One UI 2.0 separa o consumo em dias.

25/2/2020 - 08.27

O ciclo 12 nos deixou com 15% de carga. 

25/2/2020 - 07.00

Vamos lá!

25/2/2020 - 06.54

Já estamos por aqui, e dentro de 5min vamos recomeçar o teste de bateria com o Galaxy A71 direto do ciclo 12.

24/2/2020 - 22.55

O Galaxy A71 está agora com 22%. Ele será desligado e o ligaremos novamente amanhã às 7 horas.

24/2/2020 - 22.29

Vamos dar mais uma pausa e então desligaremos o aparelho, reiniciando o teste amanhã às 7 horas.

24/2/2020 - 22.28

O ciclo 11 nos deixou com 23% de carga. 

24/2/2020 - 21.31

Começaremos o ciclo 11 com 31% de carga. Tivemos um consumo bem maior nestes últimos ciclos em relação à primeira metade do teste, o que deixou a autonomia inferior ao que tivemos no Galaxy A70, que terminou o ciclo 11 com 32% de carga.

24/2/2020 - 21.04

Vamos para mais uma pausa.

24/2/2020 - 21.01

O décimo ciclo nos deixou com 32% de carga.

24/2/2020 - 20.03

Hora do décimo ciclo, com 39% de carga no Galaxy A71.

24/2/2020 - 19.37

Faremos mais um intervalo antes do décimo ciclo.

24/2/2020 - 19.37

São mais de 6 horas e 15 minutos de tela ativa em mais de 12 horas e meia de teste.

24/2/2020 - 19.36

O nono ciclo nos deixou com 40% de carga.

24/2/2020 - 18.39

Prontos para o nono ciclo? O Galaxy A71 está, marcando ainda 47% de carga.

24/2/2020 - 18.18

Estamos em mais uma pausa antes do nono ciclo.

24/2/2020 - 18.18

Seguindo esta média o Galaxy A71 deve conseguir igualar os 14 ciclos de seu antecessor sem grandes problemas, e provavelmente até concluir o ciclo 15.

24/2/2020 - 18.16

Finalmente passamos a barreira dos 50% de carga, ficando com 47% ao final do oitavo ciclo.

24/2/2020 - 17.17

Hora do oitavo ciclo, com 55% de carga no Galaxy A71.

24/2/2020 - 16.50

Vamos para mais uma pausa e já voltamos com o ciclo 8 para descobrir.

24/2/2020 - 16.50

Pelo visto ainda precisaremos de mais um ciclo para consumir metade da carga do aparelho.

24/2/2020 - 16.49

Temos agora 56% de carga no Galaxy A71.

24/2/2020 - 15.54

Vamos para o sétimo ciclo com 64% de carga.

24/2/2020 - 15.25

Faremos mais uma pausa rápida antes do sétimo ciclo.

24/2/2020 - 15.25

O sexto ciclo nos deixou com 65% de carga.

24/2/2020 - 14.29

Vamos para o sexto ciclo com 70% de carga.

24/2/2020 - 14.00

Daremos mais uma pausa rápida antes do sexto ciclo.

24/2/2020 - 14.00

São 7 horas de teste, com 3 horas e meia de tela ativa no período.

24/2/2020 - 13.59

Temos 71% de carga depois de 5 ciclos completos.

24/2/2020 - 13.02

O Galaxy A71 continua com 77% de carga. Vamos ao quinto ciclo.

24/2/2020 - 12.39

Vamos para mais um intervalo antes do quinto ciclo.

24/2/2020 - 12.39

Temperatura do aparelho está bem agradável até aqui, mas é bom destacar que o próprio ambiente está relativamente frio.

24/2/2020 - 12.38

Ficamos com 77% de carga depois de 4 ciclos completos no Galaxy A71.

24/2/2020 - 11.42

O ciclo 3 começa com 82% de carga no Galaxy A71.

24/2/2020 - 11.07

Seguimos com uma média próxima a 5% de consumo por ciclo e 1% em cada intervalo. Vamos ver se isso se mantém depois de mais uma pausa.

24/2/2020 - 11.06

O terceiro ciclo nos deixou com 83% de carga.

24/2/2020 - 10.08

Hora de começar o terceiro ciclo, com 88% de carga.

O Samsung Galaxy A71 está disponível na Carrefour por R$ 2.099. O custo-benefício é médio mas esse é o melhor modelo nessa faixa de preço. Para ver as outras 52 ofertas clique aqui.
(atualizado em 01 de junho de 2020, às 21:38)

12

Comentários

Galaxy A71 mantém boa autonomia do antecessor | Teste de bateria oficial
Tech

Coronavírus: Brasil chega a 29.937 mortes em 526.447 casos confirmados | Relatório diário da Covid-19

Lançamentos

Fone Realme Buds Q tem lançamento confirmado no mercado indiano com preço baixo

Samsung

Dividindo com a TSMC! Samsung fabricará GPUs básicas de 7 nanômetros para a Nvidia

Android

Melhor celular ou smartphone: TOP 10 para você comprar | Maio 2020