LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Black Mirror: detecção facial acha criminoso em show com 50 mil pessoas na China

12 de abril de 2018 4

A China tem pelo menos 170 milhões de câmeras espalhadas pelo país, mas números não impressionam se não mostrarem resultados, correto?

Pois bem: um homem que teve apenas seu sobrenome divulgado - Ao - foi identificado pela polícia em um show, onde haviam pelo menos outras 50 mil pessoas. Sorte? Não. O sistema de reconhecimento facial do país enviou um alerta para as autoridades locais assim que conseguiu cruzar os dados do criminoso.


Ao acreditava estar seguro no meio daquele mar de gente, mas errou. Segundo informações divulgadas, ele teria cometido "crimes econômicos", que é uma descrição tão genérica que ele pode ter simplesmente deixado de pagar alguns impostos. Ou então ter roubado um banco.

O episódio prova que o alardeado sistema de vigilância pública chinês não é só marketing: ele funciona, e sempre está cercado de polêmicas pois necessita que a população seja "transformada" em arquivos digitais, com imagens, dados biométricos, e até DNA.

Em tempos de Facebook enrolado com tantos problemas sobre a privacidade do usuário, é difícil não imaginar o que uma falha de segurança envolvendo os dados de todos cidadãos do país mais habitado do mundo não causaria.

Black Mirror

Com a vida mais uma vez imitando a arte, o governo chinês quer também implementar nos próximos anos um sistema de crédito social.

Basicamente, o que for considerado bom pelas autoridades dará pontos ao cidadão. Má conduta implicará na perda de uma quantidade já acumulada, e somente a partir de determinados saldos uma pessoa poderá embarcar em um trem, obter benefícios governamentais, ou até mesmo fazer uma viagem ao exterior.

Critérios ainda não foram revelados, e talvez fiquem implícitos no final das contas. A única palavra dada sobre o assunto até agora é que pessoas que passam tempo demais jogando videogame poderão perder pontos.

O plano lembra muito o futuro distópico do episódio Queda Livre de Black Mirror, onde as pessoas só são reconhecidas pela sua pontuação social, que acaba estigmatizando as mal avaliadas, e oferecendo benefícios para as melhores colocadas.

Você conseguiria viver em um país onde o governo acompanha cada um dos seus passos? Deixei sua opinião nos comentários!


4

Comentários

Black Mirror: detecção facial acha criminoso em show com 50 mil pessoas na China
Android

Melhor celular ou smartphone: TOP 10 para você comprar | Novembro 2019

Especiais

Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor desempenho | Guia do TudoCelular

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor autonomia | Guia do TudoCelular