LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

O Black Mirror é aqui: Curitiba terá sistema de vigilância com câmeras de reconhecimento facial

15 de maio de 2018 4

A China já usa com sucesso um eficiente sistema de vigilância dos seus cidadãos baseado em reconhecimento facial. São mais de 170 milhões de câmeras aptas a rastrearem os cidadãos do país, que inclusive já foram capazes de capturar um procurado mesmo que ele estivesse em um mar de 50 mil pessoas.

Talvez inspirada pela eficiência do modelo chinês, agora a Secretaria de Defesa Social de Curitiba quer implementar projeto parecido, e em um prazo curtíssimo: nos próximos seis meses. Já há um orçamento de R$ 35 milhões previsto para o investimento, que abrirá em breve uma licitação internacional para definir a fornecedora dos dispositivos e tecnologia para tocar o chamado Muralha Digital.

Os locais que receberão as câmeras - que deverão ser capazes não só de reconhecer pessoas, mas também veículos - serão definidos a partir do mapa do crime da capital. Serão pelo menos 820 radares inteligentes para rastrear infrações veiculares. Já o número de sensores ópticos capazes de rastrear a população não foi divulgado.


Dentre os planos de longo prazo para o projeto estão ainda a cooperação de sistemas particulares no auxílio do monitoramento. Assim, sistemas privados de segurança de condomínios e estabelecimentos comerciais seriam somados ao Muralha, e ninguém passaria despercebido nas ruas ou fora delas.

Um diferencial anunciado para o ambicioso sistema de vigilância é que a Prefeitura poderia solicitar ao sistema que rastreasse pessoas específicas. Assim, mais do que indivíduos serem monitorados, eles poderiam ser caçados em tempo real.

O projeto é polêmico e deverá enfrentar resistência para sua implementação, possivelmente indo parar nas mãos do judiciário para ser liberado ou não.


Certamente esse é um precedente perigoso: na China, que conduziu a implementação em larga escala de forma pioneira, o sistema serviu não só para coibir crimes e melhorar a eficiência no que diz respeito à captura de procurados, mas acabou sendo usado para ditar padrões sociais, cujo cumprimento pode ser facilmente verificado através do sistema.

Por outro lado, a biometria facial também pode ser utilizada para bons propósitos: em Nova Deli, na Índia, a tecnologia empregada pela polícia local foi capaz de achar três miil crianças desaparecidas em apenas quatro dias.

E você, o que acha do Muralha Digital? Diga para a gente nos comentários!


4

Comentários

O Black Mirror é aqui: Curitiba terá sistema de vigilância com câmeras de reconhecimento facial
Especiais

Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor desempenho | Guia do TudoCelular

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor autonomia | Guia do TudoCelular

Android

TOP 10 smartphones intermediários com melhor desempenho | Guia do TudoCelular