LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Hackers invadem site da Vale e vazam documentos sobre incidentes de segurança

30 de janeiro de 2019 3

O site da mineradora multinacional brasileira Vale foi hackeado. Aproveitando-se de uma falha no Microsoft Share Point, uma feramenta de software profissional, os hackers conseguiram resgatar atas de reunião, ocorrência e incidentes de segurança em que a empresa esteve envolvida.

As imagens foram enviadas para o portal TecMundo no dia 29 de janeiro. São cerca de 40 mil arquivos em uma pasta de pouco mais de 500MB, e relatam incidentes ocorridos entre 2017 e 2019 em diversos países.

Convidada a comentar os incidentes, a Vale não respondeu ao pedido do portal. Os hackers não informaram como a companhia foi invadida, dizendo apenas que os documentos foram extraídos graças a uma falha na URL oculta que estava aberta ao público.

Os hackers enviaram ainda uma nota sobre os motivos que os levaram a invadir a página.

Quanto vale uma vida? Para a Vale do Rio Doce uma vida é apenas um número, uma cifra, um ponto estatístico, um risco mensurável na reputação da marca. Achamos que teriam aprendido com experiências passadas, mas é simplesmente impossível que percebam valor de uma vida, se eu mato 65 pessoas sou retirado de circulação, se uma empresa do tamanho dela mata, recebem uma multa e continuam operando normalmente. Uma multa! Não é a toa que assim a vida também tenha um preço. Eu e você todos temos um preço nessa tabela, é questão de tempo para sermos os próximos, assim que isso for rentável. Não iremos ficar quietos, lutaremos contra a estupidez com a informação. Quanto vale a vida? A vida vale mais do que a vale".

Confira abaixo os documentos vazados pelos hackers:

Em nota enviada ao portal, a Vale disse que "não houve falha técnica no site Sharepoint ou invasão de seu ambiente de TI" e que "as informações contidas nos documentos são registros e tratativas dos incidentes e quase acidentes de segurança. Esse registro é obrigatório na Vale e faz parte do nosso sistema de Gestão de Saúde e Segurança e Meio Ambiente".

A mineradora também ressaltou que "os arquivos de uso interno que foram atribuídos a um vazamento, na verdade, estavam disponíveis em área pública do nosso site vale.com".

Tragédia em Brumadinho

O rompimento de uma barragem da mineradora na última sexta-feira (25) na cidade de Brumadinho (MG) deixou, até o momento, 84 mortos e 276 desaparecidos. A Vale informou sobre o acidente à Secretaria do Estado de Meio-Ambiente às 13h37. Os rejeitos atingiram a área administrativa da companhia, inclusive um refeitório, e parte da comunidade da Vila Ferteco.

Após a tragédia, satélites da Eletrobras ajudaram as equipes de resgate, enquanto golpistas tentaram se aproveitar do desastre.

Segundo o presidente da Vale, Fábio Schvartsman, vazaram 12 milhões de metros cúbicos de rejeitos. A empresa diz que vai doar R$ 100 mil a famílias de vítimas da tragédia e que dinheiro estará disponível em três dias.


3

Comentários

Hackers invadem site da Vale e vazam documentos sobre incidentes de segurança
Android

Melhores smartphones: TOP 5 do TudoCelular para você | Junho 2019

Especiais

Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor desempenho | Guia do TudoCelular

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor autonomia | Guia do TudoCelular