LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Huawei vs EUA: executivo da Microsoft critica e chama governo Trump de "anti-americano"

09 de setembro de 2019 15

A guerra comercial entre China e Estados Unidos parece estar longe do fim e isso tem afetado diretamente a Huawei, uma vez que a empresa precisa de licenças especiais para negociar com companhias dos EUA. De olho nesse cenário, a Microsoft manifestou a sua preocupação com a situação.

De acordo com o presidente da gigante de Redmond, Brad Smith, a política comercial do governo Trump tem afetado não só as empresas de tecnologia dos EUA, mas também a economia dos país. Por isso, o executivo não hesitou em chamar o presidente de "anti-americano".

Na prática, Smith disse que toda a questão gira em torno de uma única pergunta: "por que a Huawei não pode comprar componentes de empresas estadunidenses?". Para ele, a resposta do governo Trump não é nada clara. A única "justificativa" da Casa Branca é:

Se você soubesse o que nós sabemos, você concordaria conosco.

Foto/Reprodução: Brad Smith, presidente da Microsoft.

O presidente da Microsoft também disse na entrevista para a Bloomberg que Trump deveria "abrir o jogo". Ele repetiu, por diversas vezes, a mesma linha de argumentação:

Nos mostre o que você sabe [Casa Branca], para que nós possamos decidir por nós mesmos [empresas] o que fazer nessa situação.

Smith também apelou a um exemplo que envolve o setor hoteleiro para explicar como a crise comercial não tem sentido. Para quem não se lembra, a família Trump é dona de diversos hotéis pelo mundo:

É como um hotel que abriu suas portas (leia-se que a Huawei pode vender alguns produtos nos EUA), sem colocar as camas nos quartos e a comida no restaurante (leia-se que a Huawei não pode comprar componentes de empresas dos EUA).

Em outras palavras, se a Huawei fosse realmente uma ameaça, a empresa seria completamente banida. O governo provavelmente sequer falaria em licenças especiais de negociação. Por isso, o executivo pede que o governo seja mais realista e não prejudique as empresas e a economia do país.


15

Comentários

Huawei vs EUA: executivo da Microsoft critica e chama governo Trump de "anti-americano"
Android

Melhor celular ou smartphone: TOP 10 para você comprar | Agosto 2019

Especiais

Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor desempenho | Guia do TudoCelular

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor autonomia | Guia do TudoCelular