LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Depois de Netflix e YouTube, Prime Vídeo também reduz qualidade de vídeos na Europa

20 de março de 2020 10

Atualização (20/03/20) - JB

Seguindo o exemplo do YouTube e Netflix, a Amazon anunciou nesta sexta-feira que também vai reduzir a qualidade de transmissão no seu serviço de streaming Prime Vídeo. A medida segue uma recomendação feita por autoridades da União Europeia em meio a pandemia do coronavírus (Covid-19).

Em um comunicado para a imprensa, um porta-voz do Prime Vídeo justificou a decisão da Amazon:

O Prime Video está trabalhando com autoridades locais e provedores de serviços de Internet sempre que necessário para ajudar a mitigar qualquer congestionamento da rede, inclusive na Europa [...] já começamos o esforço necessário para reduzir as taxas de bits do streaming, mantendo uma experiência de qualidade para nossos clientes

Com a medida entrando em vigor, os vídeos devem ter resolução mais baixa. Contudo, a Amazon não explicou se o usuário poderá escolher por conta própria ou se tudo será feito de forma automática. Vale lembrar que a ação é necessária para evitar um congestionamento nas redes de telecomunicações em toda a Europa.


Texto original

A pandemia do coronavírus (Covid-19) tem feito muitos países agir pedindo que seus habitantes entrem em quarentena obrigatória. A medida é a mais eficaz no momento para evitar a propagação da doença e uma escalada no número de mortos.

No entanto, com uma quantidade cada vez maior de usuários em casa, a infraestrutura de rede tem sido sobrecarregada pelos serviços de streaming. De acordo com o Speedtest.net, China e Itália passam por um momento onde a velocidade da internet foi reduzida.

Por isso, atendendo a um pedido da União Europeia, o YouTube se juntou a Netflix e deve começar a reduzir a qualidade dos seus vídeos em todo o continente. A ideia é diminuir a sobrecarga da rede e fornecer uma experiência satisfatória para todos os usuários.


Em entrevista para a Reuters, um porta-voz do YouTube confirmou que a medida já está valendo:

Estamos assumindo o compromisso de mudar temporariamente todo o tráfego da UE para a definição com qualidade padrão

A ação também busca evitar possíveis problemas na rede, uma vez que há muitos trabalhadores utilizando serviços de e-mail, videoconferência, jogos e ferramentas de acesso a sistemas em outros países. Com Netflix e YouTube se comprometendo a manter uma qualidade mais baixa em seu catálogo, estudos indicam que o tráfego da rede pode ser reduzido em até 25%.

Mesmo assim, as principais operadoras da Europa garantem que há capacidade e infraestrutura suficiente para atender a demanda, mesmo que ela tenha crescido até 60% durante o dia.

YouTube

Desenvolvedor: Google

Grátis - oferece compras no app

Tamanho: Varia segundo a plataforma


10

Comentários

Depois de Netflix e YouTube, Prime Vídeo também reduz qualidade de vídeos na Europa
Economia e mercado

Coronavírus: como diferenciar doenças como resfriados, rinite e mais da COVID-19

Android

Top 10! Melhor aplicativo ou canal de saúde para se exercitar em casa | Guia do TudoCelular

Android

Coronavírus: saiba como se comunicar com familiares e amigos durante a quarentena

Curiosidade

Saiba higienizar o celular para reduzir chances de contaminação por coronavírus