LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Xiaomi esclarece: desbloqueio de bootloader não viola garantia do celular, mas há um porém

24 de abril de 2020 5

A Xiaomi é a marca favorita de muitas pessoas, principalmente quando o assunto é custo-benefício, entretanto, nem todos gostam da MIUI ou dos sistemas que vem embarcados nos seus celulares. Isso leva muitos usuários a utilizarem as chamadas Custom ROMs, sistemas alternativos que oferecem muitas vezes desempenho superior e atualizações mais rápidas.

Apesar disso, para utilizar essas ROMs é preciso desbloquear o bootloader do aparelho, do contrário, ele não aceitará a instalação de outro sistema diferente do original. Um ponto importante é que esse procedimento viola a garantia do celular, segundo o afirmado pela Redmi, subsidiária da Xiaomi, no Twitter, que apagou a mensagem poucos minutos depois de dizer isso:

Tweet postado pela Redmi

Então, para esclarecer de vez a dúvida, o fórum XDA entrou em contato com a Xiaomi que respondeu o contrário. Segundo ela, desbloquear o bootloader não causa perda da garantia, pois esse é um procedimento normal para alguns usuários que gostam de experimentar diferentes sistemas e aplicativos, entretanto, eles devem ficar atentos aos riscos que podem surgir nesses procedimentos.

Ela afirma que a garantia não cobrirá qualquer tipo de dano causado pelo usuário nessa operação, ou seja, a garantia vai cobrir defeitos de fábrica no hardware, mas não os causados por sistemas alternativos ou aplicativos que não sejam os oficiais da empresa que vieram instalados no aparelho. De qualquer forma, fica a dica para ter cuidado ao realizar tais operações.

O ideal é pesquisar muito e ter certeza do que se está fazendo ao tentar trocar a ROM do seu dispositivo, afinal, caso ele se torne "um peso de papel" por algum problema, o usuário será responsabilizado pelos custos do reparo, que geralmente não são baixos.

Falando em garantia, vale lembrar que marcas como Motorola, Lenovo, Samsung, Asus e LG estenderam suas garantias durante a pandemia do coronavírus, para evitar que os usuários dos seus smartphones sejam prejudicados. Marcas chinesas como Huawei, OnePlus e Realme também anunciaram medidas com mais vantagens ainda para garantir a satisfação dos seus clientes.


5

Comentários

Xiaomi esclarece: desbloqueio de bootloader não viola garantia do celular, mas há um porém
Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Especiais

Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas