LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Tiro no pé?! Novas sanções contra a Huawei devem prejudicar os EUA, diz associação

22 de maio de 2020 15

Com a nova sanção aplicada contra a Huawei, a gigante chinesa vem se esforçando para continuar ativa no mercado ao comprar peças que não sejam atingidas pelo veto dos EUA. Como resultado direto, a Honor deve começar a trabalhar com a MediaTek em seus smartphones.

Enquanto isso, o próprio Departamento de Comércio está de olho e pode acabar fechando até mesmo essa "brecha". Agora, enquanto a situação ainda se encontra um tanto nebulosa, o diretor de segurança da Huawei, Andy Purdy, disse que a sanção contra a empresa deve gerar desemprego até mesmo nos EUA.

Além disso, ele comentou que a nova medida pode acabar prejudicando empresas do país no médio e longo prazo. Isso porque a Huawei vai conseguir outros fornecedores chineses e criar uma cadeia de suprimentos que não dependa mais do país.


A opinião do executivo da Huawei acaba indo de encontro com uma carta divulgada pela SEMI (uma associação que representa os fabricantes de semicondutores). De acordo com um texto divulgado nesta semana, as empresas dos EUA exportam US$ 20 bilhões em equipamentos todos os anos.

Por isso, a nova sanção contra a Huawei tem tudo para "suprimir a inovação no setor". Além disso, a associação teme que outras empresas (Samsung, MediaTek, TSMC) vejam a situação da Huawei e trabalhem para se livrar de equipamentos e softwares dos EUA na produção de chips.

se os Estados Unidos continuarem a cumprir as restrições atuais nos próximos três a cinco anos, as receitas das empresas americanas cairão 16%. Se os EUA proibirem completamente os fabricantes de chips de venderem para clientes chineses, as receitas cairão 37%.

Caso o cenário mais crítico se concretize, as empresas estadunidenses deixarão de investir em Pesquisa e Desenvolvimento e isso reduzirá a capacidade de inovação dos EUA, além obrigar um corte de 15 a 40 mil empregos. Isso sem contar que empresas chinesas já estão se preparando para competir nesse setor.


15

Comentários

Tiro no pé?! Novas sanções contra a Huawei devem prejudicar os EUA, diz associação
Tech

Coronavírus: Brasil chega a 23.473 mortes em 374.898 casos confirmados | Relatório diário da Covid-19

Samsung

Dividindo com a TSMC! Samsung fabricará GPUs básicas de 7 nanômetros para a Nvidia

Android

Melhor celular ou smartphone: TOP 10 para você comprar | Maio 2020

Tech

De Peste Antonina à Covid-19: pandemias que abalaram o mundo | Detetive TudoCelular