LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Duro golpe: TikTok, WeChat e outros são proibidos na Índia por problemas de segurança e privacidade

29 de junho de 2020 7

A Índia é um país gigantesco e muito consumidor do mercado tecnológico, e que por isso não pode ser ignorado por nenhuma empresa que esteja almejando seu sucesso. Porém, alguns aplicativos estão se despedindo do país, de maneira forçada.

O governo indiano decretou que 59 aplicações deixem de ficar disponíveis no país, saindo do ar na Play Store, App Store, seus websites e servidores que abastecem as aplicações para smartphones. Nesse processo, grandes serviços sofreram um apagão, como TikTok, WeChat, Weibo, UC Browser e Kwai.

A alegação do país, que vem por uma medida do Ministério da Tecnologia da Informação de lá, dá conta que existem diversos problemas relacionados a segurança e privacidade quanto a essas aplicações, e que a medida visa garantir a segurança e soberania do país.


O Ministério da Tecnologia da Informação, invocando seu poder sob a seção 69A da Lei de Tecnologia da Informação, lê-se com as disposições relevantes das Regras de Tecnologia da Informação (Procedimentos e Salvaguardas para Bloqueio de Acesso à Informação pelo Público) 2009 e tendo em vista a natureza emergente das ameaças decidiu bloquear 59 aplicativos, pois, tendo em vista as informações disponíveis, estão envolvidos em atividades que prejudicam a soberania e a integridade da Índia, defesa da Índia, segurança do estado e ordem pública.

Esse é um golpe duro que deverá afetar principalmente o TikTok, que dentre seus mais de 2 bilhões de usuários, tem 611 milhões na Índia. Mais de um quarto dos usuários da plataforma são indianos, então é bastante quantificável o dano que o serviço sofrerá se não conseguir reverter a decisão.

Popularizando mais uma vez o formato de vídeos curtos, o TikTok revive a pegada que o Vine tinha na década passada, mas que parece ter chegado com o timing errado. A aposta da companhia no momento soa tão acertada que mesmo Instagram e YouTube estão de olho na implementação de funções parecidas.

Vale lembrar, o TikTok também conquista seu espaço no Brasil, já tendo realizado campanhas com marcas, e estar presente em pacotes de internet como o da Vivo, permitindo navegação no serviço em zero-rating.

As empresas ainda não se posicionaram sobre o banimento.

E você, o que achou da motivação da Índia para banir os apps? Conte para a gente nos comentários!


7

Comentários

Duro golpe: TikTok, WeChat e outros são proibidos na Índia por problemas de segurança e privacidade
Samsung

Mais nada a esconder! Manual de usuário do Galaxy Watch 3 confirma todos os detalhes

Tech

Coronavírus: Brasil chega a 92.475 mortes em 2.662.485 casos confirmados | Relatório diário

Android

Novo Tracker 2021: app e WiFi a bordo fazem diferença? | Análise / Review

Google

Nearby Share: "AirDrop do Google" começa a chegar aos usuários Android em versão beta