LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Exclusivo: nova onda de golpes por boleto atinge clientes da Claro | Detetive TudoCelular

15 de outubro de 2020 3

Não é algo novo ver fraudes bancárias que usam boleto falso para fazer vítimas. Este próprio espaço já abordou o assunto no passado. Os cibercriminosos criam uma fatura muito parecida com o original, para que o usuário possa se enganar e realizar o pagamento, com o dinheiro encaminhado a um golpista.

Desta vez, esta coluna recebeu, nos últimos dias, relatos de uma nova onda de supostos golpes do tipo, que utilizam o nome da operadora Claro para arrecadar dinheiro ilicitamente. O Detetive TudoCelular apurou os fatos e explica para você a seguir:

Primeiro caso

O primeiro caso tem ocorrido com um cliente do Combo da Claro net no Rio de Janeiro (RJ). O usuário recebe constantemente um boleto que apresenta todos os seus dados corretamente, assim como está no cadastro da operadora. Até o Código NET informado é o mesmo.

No entanto, o valor da fatura falsa está próximo do real, mas ainda não bate com o correto. Os cibercriminosos ainda prometem um desconto de 50% no pagamento, com a justificativa pela pandemia do novo coronavírus – a chamada Engenharia Social –, como você pode observar na captura abaixo:


Imagens: TudoCelular.com

Domínio de e-mail entrega fraude

O golpe fica explícito pelo e-mail do remetente, utilizado para enviar o suposto boleto. Diferente do original – faturadigital@minhaclaro.com.br –, os endereços do fraudador são netservicos@mail.negociandohojebr.com e netservicos@mail.negociacoes-netclaro.com.

Se você fizer uma pesquisa rápida no Google, poderá ver uma série de queixas sobre e-mails falsos e cobrança indevida, por domínios iguais ou semelhantes ao deste caso. Veja a seguir:

Imagem: Google

Preocupação: dados corretos

O grande ponto de preocupação deste primeiro exemplo é como o golpista foi descobrir os dados corretos do usuário. Se ele teve acesso a informações pessoais, como nome, CPF, endereço e até Código NET, significa que – de alguma forma – teve acesso ao sistema da Claro para obtê-las.

Isso abriria um leque de possibilidades para o caso. Pode ser desde um vazamento de dados da base da operadora, até o cibercriminoso ter acesso direto à própria empresa. Mas é importante ressaltar que, pelas informações atuais, ainda não se pode chegar a uma conclusão do que teria ocorrido.

Segundo caso

O segundo caso ouvido pelo Detetive TC foi de um cliente de Curitiba (PR). Após uma reclamação por contestação de valor feita na Claro, o usuário recebeu a segunda via da fatura, mas com um valor diferente do acordado no contato com a companhia.

Nesta situação, o assinante possui o Combo Multi e apenas o custo da linha móvel se manteve correto. Já os de TV por assinatura, banda larga e telefone fixo não procediam.

Imagem: TudoCelular.com

Domínio diferente, mas pertence à Claro

Aqui também voltamos a um mesmo ponto de suspeita: o domínio de e-mail. A pessoa teria recebido o boleto de um remetente incomum – net.tv@netnaweb.com.br –, diferente do que é enviado mensalmente.

Em uma consulta na seção Whois, do Registro.br, é possível confirmar que o domínio, neste caso, pertence à Claro S.A.. No entanto, nem mesmo a própria operadora reconhece os e-mails enviados por esse remetente – como você pode observar logo mais neste mesmo texto.

Outro ponto a se observar é que o e-mail utiliza somente o nome “NET”, já praticamente em desuso dentro da operadora e em suas operações com o cliente, desde que unificou as marcas. Não faria sentido usá-lo em um e-mail no cenário atual.

Imagem: Registro.br

Boleto bate com o do aplicativo

De acordo com o informante do TudoCelular, o boleto em questão também está disponível no acesso pelo aplicativo oficial da Claro, o que pode sinalizar pela sua veracidade.

Contudo, os valores seguem diferentes e não há uma certeza se a fatura enviada por correio eletrônico pode ter sido, de alguma forma, alterada para mudar o destinatário do pagamento.

Preocupação: incerteza

O grande motivo de atenção aqui consiste na incerteza da procedência do boleto. Isso porque a quantia em questão não procede, apesar de também ficar próximo ao que ficou estabelecido no contato, além de o e-mail não ser o padrão usado pela Claro.

Resposta oficial

Procurada por esta coluna, a Claro respondeu com um alerta a respeito de uma onda de golpes por boletos falsos, que tem afetado uma série de setores de produtos e serviços no Brasil. A operadora ainda avisa que o domínio oficial da fatura digital por e-mail é faturadigital@minhaclaro.com.br.

Para completar, a Claro explica que não há desconto automático em fatura, a qual é sempre enviada com proteção por senha. Além disso, pede que seus clientes sempre confiram o nome do destinatário antes de finalizar qualquer pagamento. Sobre os casos relatados, a operadora afirma que irá apurar para saber o que houve. Confira a nota na íntegra:

“Uma onda de golpes, por meio de boletos falsos, tem afetado vários setores de produtos e serviços no Brasil. A Claro investe constantemente em políticas e procedimentos de segurança, adotando medidas rígidas para identificar fraudes e proteger seus clientes, e orienta para que fiquem atentos a alguns detalhes de segurança:


• Cuidado com o compartilhamento de informações pessoais, conteúdos e transações feitos por meio de sites de compras e aplicativos de origem duvidosa. Ações como essas podem abastecer grupos criminosos com dados reais.

• O domínio oficial da fatura digital por e-mail é faturadigital@minhaclaro.com.br.

• A fatura enviada por e-mail é protegida por senha, para maior segurança do cliente.

• Não há desconto automático em fatura.

• Confira sempre o nome do destinatário antes de finalizar qualquer pagamento.

• Em caso de dúvidas sobre promoções, descontos ou qualquer outro tema, a central de relacionamento está à disposição em todos os canais, site www.claro.com.br, os aplicativos Minha Claro residencial e por telefone 10621, o funcionamento é 24h e a ligação gratuita.

• O cliente pode confirmar o valor da fatura e solicitar segunda via pelo aplicativo Minha Claro residencial ou no site www.claro.com.br

• Acesse o portal para mais dicas de segurança: https://www.claro.com.br/seguranca


Sobre os casos relatados pela reportagem, a Claro reforça que trabalha constantemente para identificar fraudes e irá apurar.”

Este espaço continuará aberto para futuras atualizações sobre o caso, como descobertas de onde vazaram as informações pessoais dos clientes e qual a origem do domínio no segundo relato.

Vale lembrar que as operadoras e uma série de entidades aderiram à iniciativa #FiqueEsperto, da Conexis Brasil Digital, para orientar as pessoas a evitar esses golpes na internet.

Você já recebeu algum boleto suspeito vindo da Claro ou de alguma outra operadora? Conte para a gente a sua experiência no espaço abaixo.


3

Comentários

Exclusivo: nova onda de golpes por boleto atinge clientes da Claro | Detetive TudoCelular
Tech

Coronavírus: Brasil chega a 153.214 mortes em 5.200.300 casos confirmados | Relatório diário

Android

Melhor celular ou smartphone: TOP 10 para você comprar | Setembro 2020

LG

Moto G8 Plus vs LG K51S: mais câmeras fazem fotos melhores? | Comparativo

Android

Novo Tracker 2021: app e WiFi a bordo fazem diferença? | Análise / Review