LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Coronavírus: Bolsonaro defende que busca por cura é mais barata do que por uma vacina

26 de outubro de 2020 75

A polêmica sobre a compra – e posterior produção e aplicação – de uma vacina contra o novo coronavírus no Brasil continua. Na última semana vimos que o presidente Jair Bolsonaro afirmou que a Coronavac – composto produzido e testado na China – não será comprada pelo governo brasileiro e afirmou que nenhuma vacina sem comprovação científica será adquirida no país.

Pouco depois, o chefe de estado voltou a se posicionar e ressaltou que, mesmo com aprovação da Anvisa, a Coronavac não virá para o Brasil.

Agora, o presidente voltou a se posicionar sobre o assunto e, dessa vez, advogou em defesa da busca por uma cura contra a COVID-19 ao invés de focar somente em uma vacina. Em um bate-papo com apoiadores na saída do Palácio do Alvorada hoje, 26 de outubro, Bolsonaro explicou seu ponto: “Eu dou minha opinião pessoal: não é mais barato e fácil investir na cura que na vacina? Ou jogar nas duas, mas também não esquecer a cura?”.

O presidente completou e voltou a defender o uso de medicamentos sem eficácia comprovada contra a COVID-19: “Eu sou um exemplo. Eu tomei cloroquina, outros tomaram ivermectina outros tomaram Annita… e pelo que tudo indica todo mundo que tomou precocemente uma das três alternativas aí foi curado.”

Vacina não deve ser obrigatória

Além de declarar que os cientistas devem focar mais na busca de uma cura para a doença, o chefe de estado brasileiro voltou a defender que a vacina não deve ser obrigatória.

O presidente cita as ações apresentadas no STF – o Supremo Tribunal Federal – para que o governo federal seja obrigado a apoiar a compra de qualquer vacina que seja aprovada pela Anvisa, assim como também, que seja determinada a obrigatoriedade para a vacina.

Bolsonaro ainda diz que irá se reunir com o ministro da saúde, Eduardo Pazuello, para discutir o risco de judicialização dessa questão no Brasil: “Hoje (segunda) vou estar com ministro Pazuello para tratar desse assunto, porque temos uma jornada pela frente onde parece que foi judicializada essa questão e eu entendo que isso não é questão de Justiça, é questão de saúde. Não pode um juiz decidir se você vai ou não tomar vacina, isso não existe.”

Vale lembrar que no último sábado, 24 de outubro, Bolsonaro publicou uma foto ao lado de seu cachorro, o Faísca, com a legenda “Vacina obrigatória só aqui no Faísca.”


75

Comentários

Coronavírus: Bolsonaro defende que busca por cura é mais barata do que por uma vacina
Android

Cyber Monday 2020 TudoCelular: as melhores promoções em celular

Android

Encontre ofertas e compare preços com o TudoCelular | Guia Black Friday 2020

Android

O melhor celular para comprar na Black Friday 2020

Especiais

Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas