LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Coronavírus: cientistas registram caso inédito de crianças imunes a COVID-19 sem testar positivo para vírus

20 de novembro de 2020 3

Um caso inusitado ocorreu na Austrália recentemente: três crianças apresentaram anticorpos para o coronavírus, mas sem registrar resultado positivo para a infecção nos testes, o que pensava-se ser impossível. Entenda agora como isso pode intrigar cientistas e ajudar no desenvolvimento de novas formas de imunização.

As vacinas para o coronavírus seguem uma lógica semelhante: elas visam expor o organismo a um identificador (vírus inativado) para que nosso sistema imunológico aprenda a reconhecer e lidar com a infecção e evitar danos quando tivermos contato com direto com a doença. Essa exposição gera um marcador que nos faz testar positivo para a COVID-19.


Entretanto, 3 crianças australianas não testaram positivo para o coronavírus após terem ficado mais de uma semana no mesmo quarto que seus pais, que estavam infectados. O resultado do estudo conduzido pelo Murdoch Children’s Research Institute apontou que mesmo sem se infectar eles desenvolveram resistência à COVID-19, algo inédito até então.

As crianças, que têm 5, 6 e 9 anos, apresentam respostas do sistema imunológico tão fortes quanto as dos adultos, sendo a maior delas a da filha mais nova, de 5 anos. Melania Neeland, uma das autoras do estudo explicou:

“Apesar da resposta imunológica ativa em todas as crianças, os níveis de citocinas, que são mensageiros moleculares no sangue que podem desencadear uma reação inflamatória, permaneceram baixos.”

Isso explica porque eles não testaram positivo para o vírus, visto que o organismo deles não teve uma reação tão violenta ao vírus, o que geralmente causa danos aos pulmões e deixa rastros que são detectados pelo teste. Apenas os dois filhos mais velhos tiveram sintomas muito leves da infecção.

Estudos posteriores mostraram que todos foram realmente expostos ao vírus em março, quando o episódio ocorreu, mas as crianças conseguiram gerar uma resposta mais eficiente em seus organismos a ponto de conter o avanço do coronavírus. Os pais, Leila Sawenko e Tony Maguire, já estão recuperados da doença.

Por outro lado ainda é necessário que mais estudos sejam realizados para determinar se as crianças estão realmente protegidas contra a COVID-19 e quanto temo essa imunidade deve durar, bem como entender como isso foi possível.

Se você quiser saber mais a respeito das vacinas para o coronavírus e como elas podem evoluir muito com essa pandemia, recomendamos que você leia o nosso artigo especial do Detetive TudoCelular sobre isso aqui.

Saiba mais


3

Comentários

Coronavírus: cientistas registram caso inédito de crianças imunes a COVID-19 sem testar positivo para vírus
Android

Black Friday 2020 TudoCelular: as melhores promoções em celular

Android

Encontre ofertas e compare preços com o TudoCelular | Guia Black Friday 2020

Android

O melhor celular para comprar na Black Friday 2020

Especiais

Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas