LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Coronavírus: cientistas descobrem 'superanticorpos' ainda mais eficientes contra COVID-19

19 de janeiro de 2021 6

A campanha de imunização contra o coronavírus já foi iniciada no Brasil nesta semana, entretanto cientistas continuam na luta incessante para encontrar novas formas de combater a COVID-19. Uma das últimas novidades sobre o assunto são os "superanticorpos" descobertos por cientistas que podem se tornar uma grande forma de proteção contra a infecção.

Os "superanticorpos" foram descobertos pela equipe de pesquisa do patologista e bioengenheiro Lance Liotta da Universidade George Mason, localizada em em Fairfax, nos EUA. Eles foram encontrados no corpo de John Hollis, que se infectou com o coronavírus durante uma viagem à Europa.

Segundo Hollis, os sintomas foram leves, comparáveis ao de uma sinusite, que desapareceram rapidamente. Ao notar que sua infecção foi bem mais branda em comparação com as demais pessoas com quem teve contato, ele se ofereceu para participar dos estudos da George Mason que são conduzidos por Liotta, que encontrou o raro tipo de anticorpo.


Segundo Liotta, os anticorpos desenvolvidos por Hollis estão presentes em apenas 5% dos infectados pelo coronavírus e ainda estavam em níveis elevados no organismo, criando uma imunidade ainda mais poderosa mesmo meses após o diagnóstico positivo para o Sars-CoV-2, atingindo um nível de eficácia de 90%.

Um detalhe interessante é que os "superanticorpos" encontrados em Hollis proporcionam uma proteção ainda mais duradoura em comparação com outros 7 candidatos, também estudados e que possuem a proteção mais avançada, mas essa imunidade costuma perdurar por, no máximo, 90 dias.

John Hollis. Imagem: reprodução.

Testes de laboratório mostraram que esses anticorpos são tão poderosos que conseguiram combater até 6 variantes da COVID-19.

A ideia dos cientistas é utilizar esses anticorpos em medicamentos para aprimorar o sistema imunológico da população contra o coronavírus na forma de um coquetel, como o Regeneron, que foi utilizado por Donald Trump ao ser diagnosticado com o Sars-CoV-2.

Hollis continua doando amostras de saliva e sangue para o laboratório, que agora estudará se as vacinas já desenvolvidas também são capazes de criar a mesma proteção em demais pessoas. A expectativa é que em breve seja possível fazer com que as pessoas se tornem mais fortes contra o coronavírus por meio dessa nova descoberta que se mostra cada vez mais promissora nesta guerra contra a COVID-19.


6

Comentários

Coronavírus: cientistas descobrem 'superanticorpos' ainda mais eficientes contra COVID-19
Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Android

Cyber Monday 2020 TudoCelular: as melhores promoções em celular

Android

Encontre ofertas e compare preços com o TudoCelular | Guia Black Friday 2020