LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Coronavírus: São Paulo reabre unidades de drive-thru para vacinação contra a doença

11 de maio de 2021 0

Embora atrasado, com a vacinação dos grupos prioritários sendo prevista para ocorrer até setembro, o Plano Nacional de Imunização (PNI) contra o coronavírus no Brasil continua.

O Ministério da Saúde começou a distribuição de mais de 1 milhão de doses da vacina da Pfizer/BioNTech uma semana após a chegada do primeiro lote do imunizante. Outras 900 mil doses da CoronaVac foram entregues para segunda aplicação.

A partir de hoje, a capital de São Paulo reabrirá nove unidades de drive-thru para a vacinação da primeira dose contra a Covid-19. Estarão abertas as unidades de vacinação rápida localizadas no:

  • Shopping Aricanduva;
  • Shopping Anália Franco;
  • Clube Hebraica;
  • Memorial da América Latina;
  • Shopping Interlagos;
  • Shopping Jardim Sul;
  • Anhembi;
  • Hospital Alvarenga;
  • Farmacêutica Novartis, na Avenida Professor Vicente Rao, 90.

Uma das principais dificuldades para a ampla imunização da população é a importação das vacinas. O presidente Jair Bolsonaro já recusou onze propostas de aquisição dos principais imunizantes utilizados ao redor do mundo, inclusive da Pfizer/BioNTech.

Recentemente, o Governo Federal divulgou que tentará adquirir mais 100 milhões de doses da vacina dessa farmacêutica norte-americana. Mas indo além dos problemas de negociação, a manipulação dos imunizantes precisa ser aprovada pela Anvisa.

A vacina russa Sputnik V, por exemplo, teve pedido de uso emergencial negado por falta de informações e falhas de segurança na fabricação. Já a ButanVac, produzida 100% em território brasileiro pelo Instituto Butantan, ainda aguarda aprovação da agência para iniciar testes em humanos.

No mundo, a situação ainda é bastante preocupante: a OMS alertou sobre o perigo da cepa indiana do vírus ao nível global. Aparentemente é uma versão mais contagiosa da doença e já foi identificada em 17 países.

Grupos de vacinação em São Paulo

Conforme a prefeitura de São Paulo, podem ser imunizados na atual fase da vacinação:

  • Idosos com 60 anos ou mais;
  • Profissionais de saúde com mais de 18 anos que sejam gestantes, puérperas e lactantes;
  • Profissionais de saúde com 47 anos ou mais;
  • Profissionais da educação com 47 anos ou mais;
  • Pessoas em situação de rua cadastradas nos centros de Acolhida;
  • Trabalhadores de cemitérios públicos e privados do município;
  • Trabalhadores no atendimento direto a vulneráveis;
  • Metroviários e ferroviários.

A cidade também já iniciou a vacinação contra o coronavírus em mais três grupos: pessoas com Síndrome de Down, pacientes em Terapia Renal Substitutiva e pessoas transplantadas imunossuprimidas. Nos três casos, é preciso ter mais de 18 anos e apresentar documento de identificação.

Os pacientes renais e transplantados também precisam a imunização ocorre na faixa etária acima de 18 anos. Para a vacinação desses novos grupos é necessário mostrar declaração médica indicando condição de saúde.

Nas unidades básicas de saúde (UBS), a vacinação continua normalmente tanto para a primeira quanto para a segunda dose. A lista completa com todos os postos de saúde do município onde está ocorrendo a imunização contra a Covid-19 pode ser vista aqui.


0

Comentários

Coronavírus: São Paulo reabre unidades de drive-thru para vacinação contra a doença
Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Android

Cyber Monday 2020 TudoCelular: as melhores promoções em celular

Android

Encontre ofertas e compare preços com o TudoCelular | Guia Black Friday 2020