LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Coronavírus: governo chinês pretende aplicar 3ª dose para reforçar eficácia das vacinas

26 de maio de 2021 20

Na última semana, foi reportado que os Emirados Árabes Unidos questionaram a eficácia das vacinas chinesas, passando a oferecer uma dose adicional do composto fabricado pela Sinopharm, na tentativa de aumentar a proteção oferecida após as duas aplicações.

Em resposta, entidades chinesas estão planejando a aplicação de uma terceira dose das vacinas contra o coronavírus em pessoas dos grupos de risco no país, em vista dos indícios de que os compostos tendem a perder eficácia após seis meses da imunização completa (aplicação da 1ª e 2ª dose) em idosos.


O jornal The Washington Post divulgou que obteve acesso a um relatório de especialistas chineses explicando o declínio da imunidade de vacinas após seis meses decorridos da aplicação completa. O artigo, contudo, não especifica quais compostos poderiam necessitar de uma dose extra.

Conforme divulgado na mídia estatal chinesa por George Gao, chefe do Centro Chinês de Controle e Prevenção de Doenças, os efeitos da imunização não são suficientes em pessoas inoculadas por vacinas chinesas. Os comentários do líder, embora censurados na China, refletiram no programa de vacinação do país.

Com isso, a capital chinesa parece finalmente ter concordado em aplicar essas doses adicionais em grupos de risco no país, que costumam apresentar a maior queda de efeitos protetores após o período citado, principalmente em idosos acima de 80 anos.

Vale ressaltar que a Coronavac, fabricada pelo laboratório chinês Sinovac, é amplamente utilizada no programa de imunizações do Brasil, que prioriza os grupos de risco. O composto foi apresentado com eficácia geral de 70% após 28 dias decorridos da 2ª dose.

Recentemente, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o uso emergencial da vacina fabricada pela Sinopharm, além de ter recebido um pedido de autorização para uso da vacina produzida pelo laboratório CanSino. Ambos os fabricantes afirmam que estão considerando aplicar doses de reforço para potencializar a eficácia.


20

Comentários

Coronavírus: governo chinês pretende aplicar 3ª dose para reforçar eficácia das vacinas
Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Android

Cyber Monday 2020 TudoCelular: as melhores promoções em celular

Android

Encontre ofertas e compare preços com o TudoCelular | Guia Black Friday 2020