LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Fim do CAPTCHA? Robôs podem superar humanos nos testes de segurança, indica estudo

12 de agosto de 2023 6

Um novo estudo da Universidade da Califórnia, Irvine, descobriu que os humanos costumam ser mais lentos e menos precisos que os robôs ao resolver testes de CAPTCHA. Os resultados da pesquisa levantam preocupações sobre a eficácia dessa ferramenta, que ainda é utilizada na proteção de sites e aplicativos contra ataques de malware.

O CAPTCHA é um recurso de segurança que exibe um “quebra-cabeças” para que o usuário de um site ou aplicativo resolva e prove que não é um robô. O recurso é utilizada para proteção contra fraudes de tráfego ou ataques de negação de serviço distribuída (DDoS), isto é, um tipo de ataque que tenta indisponibilizar um serviço ao sobrecarregar a rede.

Embora incômodos, CAPTCHA são essenciais na proteção de um site (Imagem: Reprodução)

Entre os tipos mais comuns de teste, é possível citar a detecção de texto distorcido e imagens (como visto na imagem acima). Por mais de duas décadas, essa técnica se mostrou eficaz para prevenir fraudes e ataques de DDoS, mas nos últimos anos, os bots se tornaram cada vez mais poderosos — especialmente em função da inteligência artificial.

Os especialistas descobriram que a lacuna entre o desempenho de um ser humano e de um robô varia de acordo com o teste. Textos distorcidos são os menos úteis, uma vez que os bots resolveram esses enigmas em menos de um segundo com precisão quase perfeita, enquanto os humanos podiam levar até 15 segundos, com precisão de 50% a 84%.

É observado que a máquina teve mais problemas com testes baseados em imagens, mas ainda assim, conseguiram resolvê-los com 85% de precisão, e mais rapidamente do que a maioria dos humanos. Ainda não há dados sobre o desempenho dos humanos contra bots em testes onde é necessário deslizar ou girar um fragmento da imagem.

O estudo também mostra que, entre os humanos, a eficiência de solução dos testes de CAPTCHA varia com base na idade, uso da internet, educação e outros fatores. Participantes mais velhos naturalmente tenderam a demorarem mais para resolver os enigmas.

CAPTCHA é inútil há muito tempo, diz Cloudflare

Criado no início dos anos 2000, “CAPTCHA” é a abreviação de “Completely Automated Public Turing Test to Tell Computers and Humans Apart” (“Teste de Turing Público Completamente Automatizado para Distinguir Entre Computadores e Pessoas”, em tradução livre).

A Cloudflare, uma das maiores empresas de serviços de internet e segurança cibernética do mundo, defende que os testes com CAPTCHA estão “quebrados há muito tempo”. John Graham-Cumming, diretor de tecnologia da companhia, acredita que esses quebra-cabeças são uma “perda de tempo”, visto que, além de ineficazes, podem comprometer a privacidade.

Ao se deparar com um CAPTCHA, a tecnologia pode manter um registro permanente da identidade de seu celular, tablet ou qualquer outro dispositivo que esteja utilizando. Esse registro permite rastrear todos os lugares que você visita on-line.

Para isso, existem novas propostas que estão chegando para substituir definitivamente o CAPTCHA, como sistemas capazes de detectar possíveis robôs sendo utilizados em um navegador e até mesmo a forma como o ponteiro do mouse se move em uma tela.


6

Comentários

Fim do CAPTCHA? Robôs podem superar humanos nos testes de segurança, indica estudo
Economia e mercado

Huawei Kirin 9010L: chipset inédito é encontrado em smartphone intermediário da chinesa

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Windows

Versão 122 beta do Microsoft Edge com melhorias e atualização de recursos