LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Xiaomi Mi 9 com Android Q: beta mostra mudanças na interface e bugs na câmera

12 de julho de 2019 5

A Xiaomi anunciou, antes do Android Q Beta 5, que estava procurando testadores beta para utilizar a nova versão do sistema operacional do Google no flagship Mi 9. A fabricante chinesa recrutou 400 pessoas para participar do programa, que ajudaram a matar a curiosidade dos entusiastas de tecnologia enviando algumas imagens.

Vale destacar que o Android Q no Xiaomi Mi 9 ainda é baseado na MIUI 10. Ou seja, não espere ainda os novos ícones e modo de ultra economia de energia que estarão presentes na nova interface da gigante chinesa. E não há aplicativos do Google por ser uma ROM chinesa, mas há um stub do Google Play Services pré-instalado, o que ajuda a obter os apps da gigante de Mountain View.

Há uma série de apps da Xiaomi pré-instalados, a maioria deles voltada para usuários chineses, como o MI AI, equivalente ao Google ssistente, mas que só funciona em mandarim. O mesmo vale para uma Mi Store, para comprar produtos da Xiaomi, e uma App Store com versões chinesas de apps populares.

Sobre os novos recursos, vale notar que muitas funcionalidades já vem incorporadas na própria MIUI, independente da versão do Android instalada. Funcionalidades como 3D Air Gestures, gaveta de aplicativos na launcher e tarefas no aplicativo MIUI Notes não estavam presentes. Mas há, em compensação, a opção Screen Time, semelhante ao bem-estar digital do Google. E, como era de se esperar, o modo escuro está presente em todo o sistema.

Launcher renovada

Ao que tudo indica, o Android Q trará mudanças na interface. A primeira delas é uma mudança na localização da barra de pesquisa, que agora fica na parte inferior do display, como nos Google Pixel. Os ícones foram reorganizado e há mudanças na fonte do widget de clima e relógio. É possível ver mais detalhes no vídeo abaixo:

Recursos

Há ainda novas opções de temas acessíveis nas Opções de Desenvolvedor, que permitirão, pois ainda não estão disponíveis, definir uma forma de ícone personalizada, cores em destaque e fontes. Existem também opções avançadas de localização, como acontece no iOS. Quando um app solicita acesso ao GPS, é possível permitir o uso apenas enquanto o aplicativo estiver aberto, por exemplo.

Os novos recursos trazem ainda a possibilidade de criar grupos de notificação, possibilitando criar pasta de notificações com maior ou menor importância.

Bugs

Como era de se esperar de uma versão beta, existem diversos bugs que tornam o uso da versão ainda instável para ser utilizada de modo regular. Há falhas na câmera, na reprodução de áudio e ainda há a reinicializações aleatórias. Tudo deve ser resolvido antes do lançamento oficial, mas claramente o beta ainda não está pronto.

Usuários ocidentais ficarão ainda frustrados com a falta de serviço do Google e uma série de textos em mandarim no sistema. Ao tentar ver as estatísticas da bateria, o aplicativo simplesmente fecha.

Mais Notícias
O Xiaomi MI 9 está disponível na Extra por R$ 2.399. O custo-benefício é bom e esse é um dos melhores modelos nessa faixa de preço. Para ver as outras 11 ofertas clique aqui.
(atualizado em 17 de julho de 2019, às 14:52)

5

Comentários

Xiaomi Mi 9 com Android Q: beta mostra mudanças na interface e bugs na câmera
Android

Melhores smartphones: TOP 5 do TudoCelular para você | Julho 2019

Especiais

Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor desempenho | Guia do TudoCelular

Android

TOP 10 smartphones de elite com melhor autonomia | Guia do TudoCelular