LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Huawei pode abandonar o Android de vez e embarcar futuros produtos com o Harmony OS

07 de agosto de 2020 28

As tensões entre China e EUA vem crescendo cada vez mais, com cada lado anunciando seus planos de investir em tecnologia de maneira independente.Ainda assim, esse "período de transição", em que diversos banimentos e sanções econômicas vêm sendo aplicados, tem causado sérios problemas para o mercado da tecnologia, em especial para companhias como a Huawei, um dos principais alvos de políticas do governo norte-americano.

A fabricante chinesa já não possui mais acesso a tecnologias de origem ocidental, como o Google Play Services, e vem trabalhando duro para lidar com esses bloqueios, com seus próprios serviços já tendo sido implementados em seus smartphones e eletrônicos em geral. Agora, a empresa pode estar se preparando para dar um passo ainda maior, se levarmos em consideração recente declaração de Yu Chengdong, CEO da divisão de negócios para consumidores da empresa.

O Harmony OS pode enfim substituir o Android, diante das duras sanções norte-americanas aplicadas sobre a Huawei.

Durante a China Information Technology Conference 2020, Chengdong afirmou que o Hongmeng OS, conhecido no ocidente por Harmony OS, "se tornará um sistema global no futuro". O executivo revelou ainda que os smartwatches da companhia lançados neste ano já serão embarcados com o sistema, e que no futuro, todo o ecossistema de IoT da Huawei, incluindo PCs, tablets e até mesmo smartphones também deverão adotá-lo.

O Hongmeng OS, ou Harmony OS, foi lançado oficialmente em agosto do ano passado, diante das primeiras sanções econômicas norte-americanas e do, na época, possível bloqueio de acesso aos serviços da Google. Ainda que promissor, o sistema ainda não possui a mesma robustez do Android, conforme relataram desenvolvedores, e esteve restrito até então aos aparelhos mais simples da empresa.

O fim dos processadores Kirin também está próximo, diante do término do acordo entre Huawei e TSMC em decorrência de sanções norte-americanas anteriores.

Com as tensões entre Ocidente e Oriente aumentando, somados às declarações de Yu Chengdong, é quase certo que a Huawei deve enfim migrar completamente para seu próprio sistema operacional. As suspeitas são reforçadas por rumores que afirmam que a companhia apresentará seu Harmony OS 2.0 em setembro, durante a Huawei Developers Conference 2020.

Vale lembrar que a fabricante também deve sofrer mudanças drásticas em relação ao seu hardware, com o fim do estoque de processadores Kirin e da parceria entre TSMC e Huawei, em decorrência de sanções anteriores.


28

Comentários

Huawei pode abandonar o Android de vez e embarcar futuros produtos com o Harmony OS
Tech

Coronavírus: Brasil chega a 135.793 mortes em 4.495.183 casos confirmados | Relatório diário

LG

Moto G8 Plus vs LG K51S: mais câmeras fazem fotos melhores? | Comparativo

Android

Melhor celular ou smartphone: TOP 10 para você comprar | Agosto 2020

Android

Novo Tracker 2021: app e WiFi a bordo fazem diferença? | Análise / Review