LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Black Mirror: cão-robô é usado no combate ao coronavírus em Singapura

09 de maio de 2020 2

Sabemos que a robótica está cada vez mais presente em nossas vidas, facilitando nosso dia-a-dia e, muitas vezes, auxiliando também na saúde, inclusive agora, durante essa pandemia do coronavírus.

Em Singapura uma espécie de cão-robô está sendo empregado para avisar os cidadãos sobre o distanciamento social, pedindo educadamente que corredores e ciclistas mantenham a distância mínima recomendada de outras pessoas nos parques da cidade-estado.

Construído pela empresa norte-americana Boston Dynamics, o cachorro cibernético, que é guiado por controle remoto, começou a ser utilizado desde a última sexta-feira (8) em uma espécie de teste para policiamento dos espaços verdes.


O período de testes, que deve durar cerca de duas semanas, deve servir para que as autoridades introduzam o cão-robô em uma frota de outros robôs no futuro, para auxiliar em iniciativas de controle como essa.

Batizado de Spot, o pequeno robô avisa com uma voz feminina os transeuntes "vamos manter Singapura saudável", complementando com algo que pode ser traduzido livremente para:

Para sua própria segurança e para os que estão ao seu redor, afaste-se pelo menos um metro, por favor. Obrigado.

Apesar de suas semelhanças com o robô-assassino do 5º episódio da 4ª temporada de Black Mirror, é notável que nesse caso, a máquina – que é equipada com câmeras – é utilizada para fins pacíficos.

O fato de ser equipado com sensores de imagens despertou preocupações acerca da privacidade, porém, o governo de Singapura garante que as câmeras não são capazes de rastrear indivíduos tampouco gravar dados pessoais.

Essa não é a primeira vez que esse tipo de robô é utilizado em uma operação na cidade asiática que possui 5,7 milhões de habitantes ou contra o COVID-19 – previamente, ele também auxiliou no fornecimento de medicamentos para pacientes em isolamento e recentemente até foi usado em telemedicina.

Além de Spot, outro robô (no formato de um pequeno carro) também foi empregado para lembrar frequentadores de praças e parques sobre o distanciamento social.

Singapura registrou um dos mais altos índices de contaminação por COVID da Ásia, com mais de 21 mil casos, algo que decorreu principalmente por causa das condições de vida de milhares de trabalhadores migrantes que vivem em condomínios apertados em áreas menos populares entre os turistas.

Atualmente a cidade encontra-se em lockdown até dia 1 de junho – até a data em questão, os cidadãos só poderão deixar suas casas para ir ao supermercado ou praticar exercícios ao ar livre (desde que não estejam em grupos).

Por lá o uso de máscaras é obrigatório em todos os lugares públicos. Felizmente, por lá o COVID-19 tem uma baixa letalidade – 20 óbitos, dos quais quatro deles acometeram residentes em lares de idosos.

Com uma grande capacidade de testagem (2.500 testes a cada 100 mil habitantes), e controle rígido do imposto pelo governo sobre a população, Singapura está fazendo um ótimo trabalho controlando o COVID-19.

O melhor de tudo é que as autoridades por lá ainda pretendem aumentar em 500% a capacidade de testagem – parece que o Brasil e seus mais de 130 mil casos confirmados tem muito a aprender com Singapura, não é verdade?


2

Comentários

Black Mirror: cão-robô é usado no combate ao coronavírus em Singapura
Tech

Coronavírus: Brasil chega a 25.598 mortes em 411.821 casos confirmados | Relatório diário da Covid-19

Samsung

Dividindo com a TSMC! Samsung fabricará GPUs básicas de 7 nanômetros para a Nvidia

Android

Melhor celular ou smartphone: TOP 10 para você comprar | Maio 2020

Tech

De Peste Antonina à Covid-19: pandemias que abalaram o mundo | Detetive TudoCelular