LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Coronavírus: MIT e Harvard criam máscara que acende quando detecta a Covid-19

14 de maio de 2020 0

Depois do modelo especial voltado a surdos e mudos, um novo tipo de máscara promete detectar a presença do novo coronavírus no organismo do usuário. A criação foi feita por cientistas do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) e da Universidade Harvard.

A confirmação para a Covid-19 ocorre ao acender uma luz fluorescente, sempre que a pessoa tossir, espirrar ou mesmo durante a respiração. A identificação bastaria ao colocar a máscara sobre o rosto de um paciente com suspeita da doença.

Imagem: Reprodução / Reuters

De acordo com os pesquisadores, um equipamento desse tipo serviria como uma solução para a ausência de testes em grande quantidade a depender do país. Segundo o bioengenheiro do MIT, Jim Collins, essa máscara poderia ser usada em diversos ambientes, como em aeroportos, no trabalho e em salas de espera de hospitais.

“Ao abrirmos nosso sistema de trânsito, você pode imaginar que ele seja usado nos aeroportos enquanto passamos pela segurança, enquanto esperamos para entrar em um avião. Você ou eu poderíamos usá-lo no caminho para o trabalho. Os hospitais podem usá-lo para os pacientes quando eles entram ou esperam na sala de espera como uma pré-tela de quem está infectado.”


Jim Collins

Chefe do laboratório de bioengenharia no MIT

Método rápido e preciso

Apesar de ainda estar em fase inicial, o objetivo da ideia e permitir que os sensores presentes no protetor consigam achar as partículas do vírus nas amostras de saliva. Quando alguém tosse nela, a umidade fica presa no tecido, o que permite a checagem.

A previsão é que o resultado saia entre uma e três horas de espera. Apesar de parecer muito tempo, ainda é mais rápido se comparado com as 24 horas de um teste comum – entenda os tipos de testagens aqui. Fora que poderia ser utilizado em assintomáticos, devido à sua precisão para identificar os resquícios do patógeno.

Você pode conferir todas as informações a respeito da pandemia do novo coronavírus na nossa página dedicada ao assunto. O acesso é feito por meio deste link.

O que achou da nova ideia sobre a máscara que acende para identificar a Covid-19? Comente conosco!


0

Comentários

Coronavírus: MIT e Harvard criam máscara que acende quando detecta a Covid-19
Tech

Coronavírus: Brasil chega a 24.512 mortes em 391.222 casos confirmados | Relatório diário da Covid-19

Samsung

Dividindo com a TSMC! Samsung fabricará GPUs básicas de 7 nanômetros para a Nvidia

Android

Melhor celular ou smartphone: TOP 10 para você comprar | Maio 2020

Tech

De Peste Antonina à Covid-19: pandemias que abalaram o mundo | Detetive TudoCelular