LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Coronavírus: cannabis pode ser mais efetiva que a cloroquina no tratamento da doença

22 de maio de 2020 23

Um estudo recente mostrou que o uso da cloroquina e da hidroxicloroquina – que são bastante indicadas pelos presidentes Donald Trump e Jair Bolsonaro – não é tão eficiente quanto os dois chefes de estado acreditam e que, inclusive, pode causar efeitos colaterais, como risco de ataque cardíaco, podendo até mesmo ocasionar a morte do paciente.

Em virtude da busca de qualquer medicamento que possa ser, de fato, útil no combate ao novo coronavírus, uma equipe de cientistas canadenses identificou pelo menos 13 extratos específicos de Cannabis Sativa, popularmente conhecida como maconha, que podem ser eficazes no tratamento adicional da COVID-19

Em um relatório, que foi publicado no Preprints, a equipe explicou:

Desenvolvemos mais de 800 novas linhas e extratos de Cannabis sativa e levantamos a hipótese de que extratos de Cannabis Sativa com alto CBD podem ser usados ​​para modular a expressão de ACE2 em tecidos-alvo COVID-19. Na triagem de extratos de cannabis usando modelos artificiais 3D de tecidos orais humanos, das vias aéreas e intestinais, identificamos 13 extratos de cannabis sativa com alto teor de CBD que modulam a expressão do gene ACE2 e os níveis de proteína ACE2. Nossos dados iniciais sugerem que alguns extratos de cannabis sativa regulam negativamente a serino-protease TMPRSS2, outra proteína crítica necessária para a entrada de SARS-CoV2 nas células hospedeiras.

Isso significa que a empresa desenvolveu várias cepas de sativa que foram testadas para dificultar o vírus de se reproduzir no organismo.

É importante lembrar que os extratos produzidos pelos cientistas são bem diferentes das plantas que são vendidas normalmente, até em locais em que o uso medicinal da maconha é autorizado por lei, portanto o uso de qualquer tipo de sativa pode não ser eficaz no combate à COVID-19.

Vale ressaltar que a pesquisa ainda não foi revisada e validada pela comunidade científica e trata-se apenas de uma pré-publicação.


23

Comentários

Coronavírus: cannabis pode ser mais efetiva que a cloroquina no tratamento da doença
Tech

Coronavírus: Brasil chega a 27.878 mortes em 465.166 casos confirmados | Relatório diário da Covid-19

Lançamentos

Fone Realme Buds Q tem lançamento confirmado no mercado indiano com preço baixo

Samsung

Dividindo com a TSMC! Samsung fabricará GPUs básicas de 7 nanômetros para a Nvidia

Android

Melhor celular ou smartphone: TOP 10 para você comprar | Maio 2020