LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Coronavírus: estudo realizado por cientistas aponta ligação entre o vírus e o morcego-ferradura

05 de junho de 2020 21

Desde o surgimento do novo coronavírus e de que o vírus começou a se espalhar no continente asiático, mais especificamente na China, os cientistas buscam respostas sobre a origem do vírus. A doença, hoje, é responsável pela morte de mais de 394 mil pessoas no mundo todo e tem seu novo epicentro no Brasil, onde o número de mortes já ultrapassa 34 mil, tendo registrado, somente no dia de ontem – 04 de junho – 1473 novas mortes.

O aumento do número de casos e mortes registradas nos Estados Unidos, também, onde o número ultrapassa 100 mil mortos, faz com que as autoridades norte-americanas tentem descobrir a origem da doença para, de alguma forma, tentar se chegar à cura. Em abril, por exemplo, a inteligência do país fez um estudo para investigar se o vírus surgiu em algum laboratório na China.

Hoje, a busca pela resposta da origem do coronavírus ainda não terminou, e um grupo de cientistas norte-americanos, em parceria com estudiosos chineses, estudam a ligação entre o vírus e o morcego-ferradura, mamífero da família Rhinolophidae. Para realizar o estudo, os pesquisadores analisaram a sequência genética de 781 vírus da mesma família do Sars-Cov-2, muitos dos quais ainda não descritos na literatura.

De acordo com o resultado, a hipótese é que o novo coronavírus seja derivado de um grupo de vírus com origem nos morcegos-ferradura, com um índice de 96,2% de semelhança entre eles.

Mesmo que o estudo não garanta a origem do vírus, os cientistas descobriram que existe uma troca genética maior entre a família Rhinolophidae, principalmente no gênero Rhinolophus. Segundo o autor do estudo, Peter Daszak, “parece que, por pura má sorte filogeográfica, histórica e evolutiva, os Rhinolophus acabam sendo o principal reservatório de coronavírus relacionados à Sars (Sindrome Respiratória Aguda Grave)”.

Com o estudo, a aumenta hipótese de que o vírus tenha surgido de forma natural, em morcegos.


21

Comentários

Coronavírus: estudo realizado por cientistas aponta ligação entre o vírus e o morcego-ferradura
Tech

Coronavírus: Brasil chega a 74.133 mortes em 1.926.824 casos confirmados | Relatório diário

Google

Nearby Share: "AirDrop do Google" começa a chegar aos usuários Android em versão beta

Apple

Agora tem widgets? iOS 14 e todas as suas novidades | Hands-on em vídeo

Android

Melhor celular ou smartphone: TOP 10 para você comprar | Junho 2020