LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Coronavírus: tipo sanguíneo pode influenciar nos sintomas, revela estudo

09 de junho de 2020 8

Sabemos que o coronavírus Covid-19 se manifesta de formas diferentes em muitas pessoas, levando algumas a não experienciarem nenhum tipo de sintoma, enquanto outras, precisam até mesmo de respiradores, isso é, quando não acabam morrendo.

Uma empresa de testes genéticos chamada 23andMe descobriu diferenças nos genes que podem ser as responsáveis pela suscetibilidade de alguns indivíduos ao Covid-19 e seus sintomas.

Buscando investigar o motivo de alguns pacientes serem assintomáticos enquanto outros apresentam quadros graves, a empresa analisou seu banco de dados com milhões de perfis de DNA.

Tipo O é o menos suscetível

Resultados preliminares de mais de 750 mil análises mostra que o tipo sanguíneo é uma das variantes que impacta na gravidade da infecção, com o “O” sendo o menos suscetível, apresentando de 9% a 18% de chance de testarem positivo. (do total, 10 mil revelaram à 23andMe que estavam infectados).

A Ancestry, empresa que trabalha com buscas em registros genealógicos, também está tentando buscar respostas no DNA humano.

Em uma análise de mais de 1.600 infectados na Itália e Espanha que sofreram de insuficiência respiratória, a firma descobriu que o tipo “A” traz 50% mais de chances do uso de respiradores durante a infecção.

A 23andMe reiterou que fatores como idade, comorbidades e taxa de exposição ao vírus não afetaram os resultados da pesquisa – ou seja, ao que tudo indica, o tipo de sangue tem, de fato, um papel importante nos sintomas.

Esse tipo de análise não está sendo feito apenas pelas duas empresas citadas no artigo, e deve auxiliar na busca de tratamentos baseados na genética humana contra o Covid-19.

É claro que ainda existem muitas descobertas a serem feitas em torno desse novo vírus, e até os estudos mostrarem resultados mais concretos, é importante continuar se prevenindo com o uso de máscaras, álcool gel, lavagens constantes das mãos e evitando aglomerações especialmente se você for do grupo de risco.


8

Comentários

Coronavírus: tipo sanguíneo pode influenciar nos sintomas, revela estudo
Tech

Coronavírus: Brasil chega a 70.398 mortes em 1.800.827 casos confirmados | Relatório diário

Google

Nearby Share: "AirDrop do Google" começa a chegar aos usuários Android em versão beta

Apple

Agora tem widgets? iOS 14 e todas as suas novidades | Hands-on em vídeo

Android

Melhor celular ou smartphone: TOP 10 para você comprar | Junho 2020