LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Coronavírus: OMS diz que assintomáticos têm disseminação rara da Covid-19 e se explica depois

09 de junho de 2020 17

Enquanto alguns órgãos entendem que as pessoas sem sintomas representam boa parte das contaminações do novo coronavírus, a Organização Mundial da Saúde (OMS) entende que esses assintomáticos não impulsionam a doença no mundo, em declaração feita na segunda-feira (8).

De acordo com a chefe da unidade de doenças emergentes da OMS, Maria van Kerkhove, os pacientes que não desenvolveram reações à presença do SARS-CoV-2 tem poucas chances de passar o vírus adiante.

“A partir dos dados que temos, ainda parece ser raro que uma pessoa assintomática realmente transmita adiante para um indivíduo secundário. É muito raro.”


Maria van Kerkhove

Chefe da unidade de doenças emergentes da OMS

Van Kerkhove ainda acredita que são necessários mais estudos para que possam responder com base em mais dados sobre a disseminação do coronavírus por esse tipo de indivíduo.

“Temos vários relatórios de países que estão realizando rastreamento de contatos muito detalhado. Eles estão seguindo casos assintomáticos. Eles estão seguindo contatos. E eles não estão encontrando transmissão secundária em diante.”

OMS esclarece fala

Um dia depois da declaração de van Kerkhove, o diretor de emergências da OMS, Michael Ryan, explicou que existe o convencimento de que a transmissão por parte de assintomáticos ocorre, mas a dúvida fica em questão do quanto isso ocorre.

“Estamos absolutamente convencidos de que a transmissão por casos assintomáticos está ocorrendo, a questão é saber quanto. Alguns modelos estimam que pode ocorrer uma transmissão de 40% devido aos casos assintomáticos, mas não incluem análises anteriores.”


Mike Ryan

Diretor de emergências da OMS

A fala da chefe do programa de emergências havia sofrido críticas de pesquisadores, como o diretor do Instituto de Saúde Global da Universidade de Harvard, Ashish K. Jha. Ele justificou que apenas 20% dos infectados não desenvolvem nenhum sintoma. Os outros 80% podem ter tanto sinais mais leves quanto outros graves.

O grande problema é que, enquanto as pessoas não apresentam os indícios da contaminação, elas podem espalhar o vírus durante a fase “pré-sintomática”.

E aí, você também considera que os assintomáticos não são vetores de transmissão da Covid-19? Comente conosco!


17

Comentários

Coronavírus: OMS diz que assintomáticos têm disseminação rara da Covid-19 e se explica depois
Tech

Coronavírus: Brasil chega a 70.398 mortes em 1.800.827 casos confirmados | Relatório diário

Google

Nearby Share: "AirDrop do Google" começa a chegar aos usuários Android em versão beta

Apple

Agora tem widgets? iOS 14 e todas as suas novidades | Hands-on em vídeo

Android

Melhor celular ou smartphone: TOP 10 para você comprar | Junho 2020