LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Coronavírus: vacina produzida pela CanSino é certificada em patente na China

17 de agosto de 2020 3

Primeiro epicentro do novo coronavírus no mundo, a China possui pelo menos duas promissoras vacinas em fase de produção e testes em seu território. Uma delas é a Ad5-nCOV, que é desenvolvida pela biofarmacêutica CanSino Biologics Inc, e acaba de receber uma patente que certifica os direitos de propriedade intelectual em relação às tecnologias utilizadas em sua produção.

De acordo com o People's Daily, jornal estatal local, a patente já foi emitida desde o último dia 11, segundo documentos publicados pela Administração Nacional de Propriedade Intelectual da China.

De acordo com a CanSino, a concessão da patente “confirmou ainda mais a eficácia e segurança da vacina, que demonstrou de forma convincente a propriedade de seus direitos de propriedade intelectual (DPI)”.

É importante destacar que, com a divulgação da aprovação da patente, a CanSino viu suas ações comerciais subirem cerca de 14% em Hong Kong, durante a sessão da manhã desta segunda-feira, 17 de agosto. Além disso, em Xangai, também houve um crescimento de 6,6% nas ações da empresa a partir do meio-dia de hoje – no horário local.

Ainda de acordo com o People’s Daily – e com base em documentos oficiais do órgão regulador de propriedade intelectual na China – essa é a primeira patente de uma candidata a vacina contra a doença causada pelo novo coronavírus.

A CanSino também destaca que já está em negociações para testar a vacina em outros países, como o Brasil, Rússia e Chile. Enquanto isso, a Arábia Saudita informou que já planeja iniciar a terceira fase de testes clínicos da Ad5-nCOV no país. Em relação ao uso da vacina na China, em junho o país autorizou sua aplicação experimental em militares.

Enquanto isso, a CoronaVac, outro composto imunizante produzido na China, já está em testes avançados no Brasil e, segundo o governador João Doria, de São Paulo, já poderá ser aplicada na população a partir de janeiro de 2021.


3

Comentários

Coronavírus: vacina produzida pela CanSino é certificada em patente na China
Tech

Coronavírus: Brasil chega a 140.537 mortes em 4.689.613 casos confirmados | Relatório diário

Android

Melhor celular ou smartphone: TOP 10 para você comprar | Setembro 2020

LG

Moto G8 Plus vs LG K51S: mais câmeras fazem fotos melhores? | Comparativo

Android

Novo Tracker 2021: app e WiFi a bordo fazem diferença? | Análise / Review