LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Coronavírus: estudo mostra como cérebro pode ser atacado pela COVID-19

11 de setembro de 2020 5

Cientistas ainda tentam descobrir qual a extensão dos danos causados pelo coronavírus no organismo humano. Hoje uma pesquisa feita por cientistas aponta que o Sars-Cov-2 pode causar danos a um dos órgãos mais importantes: o cérebro.

Um estudo publicado na plataforma bioRxiv mostra que o vírus utiliza até mesmo células cerebrais para se reproduzir, muitas vezes consumindo o oxigênio ao redor delas, resultando na morte de neurônios e outras presentes no cortex.

A suspeita sobre esse tipo de dano veio dos sintomas que muitos pacientes com coronavírus apresentaram como confusão, dor de cabeça e até delírios.

Os cientistas ainda não sabem dizer a frequência e nem como o Sars-Cov-2 consegue chegar ao cérebro, mas evidências em 3 pesquisas distintas foram utilizadas para elaborar o estudo, que avaliou o cérebro de uma pessoa que teve morte por COVID-19 para coletar maiores informações.


Um dos estudos utilizou camundongos para monitorar o dano cerebral que o coronavírus pode causar, os resultados mostraram que ele é bem mais cuidadoso que o vírus da Zika, que ativa o sistema imunológico ao infectar o tecido.

Já o Sars-Cov-2 não causa danos diretamente, mas sim ao utilizar células nervosas para se multiplicar e consumindo oxigênio no local, o que mata muitas delas e não desperta qualquer reação do organismo.

Estimativas apontam que 60% dos pacientes com coronavírus apresentam sintomas neurológicos, mas muitos deles podem ser provocados por uma reação inflamatória do organismo. Segundo autores da pesquisa da Universidade de Yale a infecção cerebral pelo Sars-Cov-2 pode ser rara, mas ainda assim bastante prejudicial:

"Se o cérebro se infectar, pode ter uma consequência letal", disse Akiko Iwasaki, líder do estudo.

O estudo ainda precisa de mais revisões antes de ser considerado conclusivo, mas até o momento ele tem sido muito bem avaliado por especialistas, despertando interesse da comunidade científica para mais testes serem realizados em breve, que podem esclarecer ainda mais como sintomas como perda do olfato e paladar podem estar relacionados.


5

Comentários

Coronavírus: estudo mostra como cérebro pode ser atacado pela COVID-19
Tech

Coronavírus: Brasil chega a 138.108 mortes em 4.591.604 casos confirmados | Relatório diário

Android

Melhor celular ou smartphone: TOP 10 para você comprar | Setembro 2020

LG

Moto G8 Plus vs LG K51S: mais câmeras fazem fotos melhores? | Comparativo

Android

Novo Tracker 2021: app e WiFi a bordo fazem diferença? | Análise / Review