LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Coronavírus: vacina CoronaVac é a mais segura, mas sofre com falta de voluntários idosos

19 de outubro de 2020 24

Entre todas as vacinas contra a COVID-19 testadas no país, a CoronaVac desenvolvida pela companhia chinesa SinoVac é uma das mais promissoras. Seu desenvolvimento tem ocorrido em uma parceria com o Insituto Butantan e o Governo do Estado de São Paulo, onde testes já vem sendo realizados nas últimas semanas. Diante do apresentado até então, a expectativa era que a vacinação começasse ainda neste ano, em 15 de dezembro.

No entanto, de acordo com informações divulgadas pelo diretor do Insituto Butantan Dimas Covas em coletiva de imprensa realizada hoje (19), parece que teremos de esperar mais um pouco para que a imunização de fato comece. Ainda que não tenham ocorrido problemas que paralisassem os testes como no caso da vacina de Oxford, a CoronaVac sofre com a falta de voluntários acima dos 60 anos para que os estudos possam ser concluídos.


“Precisamos da comprovação da eficácia da vacina em pelo menos 61 casos. É estatisticamente possível, mas não temos controle da realidade”, disse Covas, reforçando a falta de certeza acerca do calendário previsto anteriormente. Apesar disso, algumas boas notícias também chegaram a ser divulgadas.

A primeira é que, segundo o especialista, a CoronaVac é "a vacina com o melhor perfil de segurança entre todas as que estão sendo testadas". De acordo com os resultados obtidos até o momento, a vacina parece não causar grandes efeitos colaterais, com o mais comum deles, a cefaleia (dor de cabeça), atingindo apenas 15% dos voluntários. Além disso, a incidência desses efeitos reduziu drasticamente durante a aplicação da 2ª dose.


A segunda novidade é que a distribuição da CoronaVac não deve priorizar somente os moradores do Estado de São Paulo, estando inclusa no calendário nacional de vacinações. Conforme afirma o governador João Doria, uma parceria entre os governos estadual e federal está em fase de negociações, com os detalhes sendo discutidos entre Doria e o ministro da saúde Eduardo Pazuello nesta quarta (21).


24

Comentários

Coronavírus: vacina CoronaVac é a mais segura, mas sofre com falta de voluntários idosos
Android

Cyber Monday 2020 TudoCelular: as melhores promoções em celular

Android

Encontre ofertas e compare preços com o TudoCelular | Guia Black Friday 2020

Android

O melhor celular para comprar na Black Friday 2020

Especiais

Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas