LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Coronavírus: Rússia diz que vacina Sputnik V protegeu todos os participantes de casos graves

15 de dezembro de 2020 0

Cientistas do Instituto Gamaleya, de Moscou, anunciaram que a vacina russa Sputnik V protegeu todos os participantes vacinados de casos graves da doença, embora os dados não tenham sido publicados em revista científica.

De acordo com os cientistas, foram 20 casos graves de Covid-19, mas todos aconteceram entre participantes que receberam uma substância inativa, e nenhum voluntário vacinado teve um caso grave da doença. Essa análise foi feita com 22.714 participantes e, destes, 17.032 receberam as duas doses da vacina, enquanto os demais receberam um placebo.

O ponto de controle final do estudo foi alcançado com 78 infectados pelo vírus, e destes, 62 estavam no grupo que recebeu o placebo, e os outros 16 haviam recebido a vacina. A eficácia geral ficou em 91,4%, e nenhum efeito adverso foi identificado nos testes.

Mais de 200 mil pessoas já foram vacinadas na Rússia, dentro e fora de ensaios clínicos, e os pesquisadores afirmaram que não precisam de pacientes adicionais nos testes da vacina. Eles devem elaborar um relatório com os dados para pedir o registro acelerado da vacina em vários países, como Índia, Belarus e Emirados Árabes, que têm ensaios ou contratos de compra e fabricação da vacina.


Foram vacinados neste primeiro momento grupos com alta exposição à Covid-19, como médicos e professores, enquanto os testes da fase 3 eram conduzidos, manobra que foi criticada por especialistas, porque essa etapa é a última antes da liberação para a população em geral, que serve para que os cientistas testem a segurança e a eficácia da vacina em larga escala.

Os dados dessa fase ainda não foram publicados em uma revista científica, o que significa que  os dados foram revisados e verificados por outros cientistas. Vale ressaltar que a Rússia foi o primeiro país a registrar uma vacina contra a Covid-19. Outras farmacêuticas também estão em testes da terceira fase, e apenas Oxford e Pfizer tiveram dados publicados.

Governos da Bahia e do Paraná já fecharam contratos com a Rússia para a produção da Sputnik V no Brasil, embora a produção não tenha começado. 


0

Comentários

Coronavírus: Rússia diz que vacina Sputnik V protegeu todos os participantes de casos graves
Android

Cyber Monday 2020 TudoCelular: as melhores promoções em celular

Android

Encontre ofertas e compare preços com o TudoCelular | Guia Black Friday 2020

Android

O melhor celular para comprar de presente no Natal 2020

Especiais

Nada de Black Fraude! Ferramenta do TudoCelular desvenda ofertas falsas