LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Amazônia-1: veja o lançamento do primeiro satélite construído no Brasil

28 de fevereiro de 2021 20

No início de fevereiro noticiamos o anúncio de que o Amazônia-1, o primeiro satélite totalmente feito no Brasil, seria lançado em 28 de fevereiro e agora esta data finalmente chegou. O satélite foi lançado hoje às 1h54 da manhã na Índia, no Centro de Lançamento Sriharikota.

O lançamento, que pode ser conferido às 2:55:15 do vídeo abaixo disponibilizado pelo canal do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações do Brasil. O Amazônia-1 foi lançado no foguete PSLV-C51 acompanhado de dois satélites americanos: o Nanoconnect-2 e SpaceBee e com o Sindhu Netra, que é indiano.

O satélite brasileiro pesa 640kg e tem 4 metros de diâmetro e permanecerá a 752 quilômetros de altura entre os polos norte e sul. Ele foi desenvolvido pelo Instituto Nacional de Pesquisas Especiais - Inpe em São José dos Campos e levado para a Índia em 22 de dezembro de 2020. O investimento total foi de R$ 400 milhões e apoio de muitos pesquisadores durante 8 anos.

17 minutos após o seu lançamento, vemos a sequência de separação do Amazônia-1 e abertura do seu painel solar. Logo depois, ele estabiliza a orientação em relação ao planeta para iniciar a verificação dos sistemas e por fim permanece em modo de prontidão.

Segundo Clezio de Nardin, diretor do Inpe, os próximos passos são executar testes no satélite e realizar ajustes em sua câmera, que será utilizada para monitorar desmatamentos na Amazônia. A captura de imagens começará 5 dias após a estabilização da rota do Amazônia-1. Os movimentos dele serão coordenados pelo Inpe.

O Amazônia-1 enviará dados para 3 bases de monitoramento do Brasil localizadas em Cuiabá no Mato Grosso, Alcântara no Maranhão e em Cachoeira Paulista que fica em São Paulo.

O lançamento deveria ocorrer em 22 de janeiro, mas a equipe de lançamento pediu mais tempo para preparações finais, então a data foi remarcada para hoje (28).

Imagem: reprodução.

Segundo o G1, o Inpe suspendeu a bolsas de 107 pesquisadores pouco antes do lançamento por falta de verba do Ministério de Ciência e Tecnologia, 7 dos profissionais estão envolvidos nas etapas finais e no plano de voo do Amazônia-1, o que os impediria de trabalhar, podendo até mesmo impossibilitar o lançamento do satélite.

A intervenção veio da Agência Espacial Brasileira, que custeou as bolsas a tempo, possibilitando o lançamento do satélite na data marcada. Marcos Pontes, ministro de Ciência e Tecnologia, afirmou que as bolsas serão mantidas e a verba será remanejada pouco antes de ir para Índia.

Saiba mais


20

Comentários

Amazônia-1: veja o lançamento do primeiro satélite construído no Brasil
  • Ok, temos pandemia e precisamos resolver isso mas nao podemos ficar parando e retirando verba de pesquisa(pesquisa para gerar divisas, nao para apenas dar títulos de Dr e PhD). No Brasil a cada governo que vai e volta,a historia muda , precisamos alavancar fundos nao apenas do governo mas de empresas da iniciativa privadas, por exemplo SpaceX de Elon Musk resgatou para os EUA tudo isso em apenas 12 anos, ele praticamente concorre de frente com Boeing e Lockheed que já existiam a pelo menos 100 anos , e o Brasil esta tentando levantar um foguete construido em casa a pelo menos 35 anos e so porque ele explodiu e matou 21 pessoas na epoca entao nao queremos mais brincar de foguete!!!!, o que sera que acontece aqui que o foguete nao sobe , ficamos dependendo de outros países para levar nossos satélites ? Sim todos falam que temos prioridades no Pais, mas nao vejo evolucao em nada, apenas na agricultura, e que por sinal o Brasil vai bem nisso. Parabenizo o INPE pelo desenvolvimento do satelite, mas ja pode ir pensando no foguete , nao ficar so no satelite nao, a spaceX ja tem satelite,foguete e nave espacial em menos de 20 anos !!!

      • Parabéns! Conheci o INPE em 1971 em visita patrocinada pela ADESG e vi um dos nossos satélites em construção. Não podemos ficar na rabeira da ciência e tecnologia. O mundo não para e parar é ir para traz! Acabemos com o Império da Mediocridade!

          • milhares morrendo diariamente e o governo jogando foguete pro céu, uma pouca vergonha esse brasil

              • Pessoas com o seu pensamento pequeno transformam o Brasil em um país de de coitados, pensamento de terceiro mundo literalmente.
                Nunca vi um país se transformar em potência sem investir em ciência, seja ela ciência aeroespacial, médica, militar e demais áreas de pesquisa científica. Talvez seu comentário de coitado seja pela falta de oportunidade, pelo coitadismo... Amigo o Brasil poderia ser muito mais se pensasse em progresso acima de tudo, com certeza sua população lá na frente seriam os maiores beneficiados.
                "Bom mesmo é reclamar, falas asneiras, sem ter embasamento algum".

                • Legal. É um passo importante para o Brasil.

                    • Mais um saudosista!Kkkkkk......Acorda,não estamos mais em 2008.

                        • Vão ver a amazonia sendo destruída, mas o Governo nada fará

                          • Ciência, tecnologia, medicina e o que muda o mundo.
                            Fica falando Brasil acima de tudo deus a cima de todos não vai resolver nada viu turma do glória deus , bolsomito rs,

                            • Lembrando: Zero esforço do Bolsonaro para o desenvolvimento desse satélite, e ainda teve corte no orçamento para esse ano.

                              • Eita São José dos Campos, motor da ciência aeroespacial do Brasil.

                                  Android

                                  Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

                                  Android

                                  Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

                                  Android

                                  Cyber Monday 2020 TudoCelular: as melhores promoções em celular

                                  Android

                                  Encontre ofertas e compare preços com o TudoCelular | Guia Black Friday 2020