LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Coronavírus: infectologistas alertam para baixa proteção das máscaras transparentes

01 de março de 2021 0

A pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) trouxe à tona uma nova realidade para os cidadãos brasileiros: o uso de máscaras. Apesar da comprovação científica de que o uso de equipamentos de proteção individual (EPI) são indispensáveis para a segurança contra o vírus, algumas pessoas optam por não utilizá-los ou equipar-se com produtos que não oferecem um índice satisfatório de proteção, como a máscara 'M85'.

O modelo é uma máscara transparente e que tem como principal composição o policarbonato, material que não é utilizado em padrões certificados internacionalmente, como a máscara cirúrgica (descartável) ou N95, que possuem um bloqueio significativo contra às gotículas que carregam o vírus.

Design bonito e proteção zero

A M85 fornece mais conforto durante a respiração, sendo um dos principais motivos pela sua alta popularidade no Brasil. Embora seja feita de um material resistente e aparentemente eficaz, o modelo em questão é questionado por infectologistas, que indicaram diversos fatores presentes em sua construção e que contribuem para a disseminação do vírus.

O diretor da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), Antonio Bandeira, explica que a M85 "não possui um design anatômico e consequentemente não se encaixa perfeitamente ao rosto", dessa forma permitindo que haja locais sem vedação e que garantem a passagem do ar possivelmente infectado.

"Essa máscara de vinil, transparente, isso não tem função nenhuma de máscara, não tem elemento filtrante absolutamente nenhum [...].", disse Bandeira.

Tanto a máscara cirúrgica quanto a caseira (de tecido) possuem várias camadas que filtram o ar que está sendo inspirado e retém parte do que é liberado durante a expiração, sendo o ideal para uso cotidiano. Apesar da M85 ser relativamente barata - custando entre R$ 25 e R$ 35 - seu uso é contraindicado, sendo preferível utilizar um face shield ("protetor facial", em português) juntamente de uma máscara comum.

Especialistas orientam: máscaras devem seguir critérios

O Ministério da Saúde incentiva o uso de máscaras como uma forma de proteção individual e coletiva, sendo extremamente úteis para reduzir a taxa de transmissão da Covid-19. No site oficial da pasta não há restrições quanto aos modelos que devem ser utilizados, contudo, médicos orientam que para ter uma proteção eficaz é preciso que a máscara siga algumas características, tais como: ter mais de uma camada, cobrir o nariz e a boca e ser anatomicamente ajustável, não deixando áreas do rosto descobertas.

Atualmente o país possui mais de 254 mil óbitos pela doença e uma média móvel de 1.208 mortes por dia, segundo dados disponibilizados pelo Consórcio de imprensa. O Brasil é o segundo país do ranking mundial de mortos pelo Coronavírus, sendo superado apenas pelos Estados Unidos que contabiliza mais de meio milhão de vítimas.

Qual tipo de máscara você usa no dia a dia? Sua opinião é importante, comente!


0

Comentários

Coronavírus: infectologistas alertam para baixa proteção das máscaras transparentes
Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Android

Cyber Monday 2020 TudoCelular: as melhores promoções em celular

Android

Encontre ofertas e compare preços com o TudoCelular | Guia Black Friday 2020