LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Covid-19: cenário crítico pode afetar os serviços de saúde do Brasil em breve, dizem especialistas

02 de março de 2021 5

Especialistas alertam para a iminência de um estado crítico no sistema de saúde do país e que deve agravar-se nas próximas duas semanas. Nesta tarde o governador do estado de São Paulo, João Dória, anunciou a alteração de várias regiões para a fase vermelha, que indica maior ocupação dos leitos das UTIs e uma alta taxa de óbitos nos municípios.

O cenário caótico também é refletido em outras regiões do Brasil, que já soma mais de 10 milhões de infectados e ultrapassou as 250 mil mortes devido ao Covid-19.

Falta de leitos nos hospitais

Vários hospitais declararam que não possuem mais leitos disponíveis para acomodar os pacientes que precisam ser intubados e fazer o uso de oxigênio, insumo que ainda está em falta em Manaus, capital do Amazonas, dependendo de doações para que os infectados em estado grave possam receber suporte à vida.

Infectologistas entrevistados pela emissora CNN Brasil afirmam que em duas semanas o país poderá viver um verdadeiro cenário de guerra devido a falta de vagas nos hospitais públicos e particulares. Índices diários de transmissão da doença confirmam o prognóstico de que o Brasil infelizmente está próximo de um colapso em seu Sistema Único de Saúde (SUS).

O que foi vivenciado em Manaus é o que devemos ter no resto do país nas próximas semanas”, afirma Raquel Stucchi, consultora da Sociedade Brasileira de Infectologia.

No gráfico abaixo é possível observar que há uma crescente no primeiro trimestre de 2021, com uma média de casos de aproximadamente 55 mil notificações por dia em todo território nacional.

Gráficos da evolução do Covid-19 no Brasil. (Foto: Reprodução/Google).
Avanço da vacinação

A falta de coordenação do Ministério da Saúde atrasou o início da vacinação no país e, como consequência, apenas 3,2% dos cidadãos foram vacinados com a primeira dose. Esse número equivale a pouco mais de 6,5 milhões de pessoas, segundo dados disponibilizados pelo G1, portal de notícias da Rede Globo.

A falta de vacinas torna ainda mais necessário o uso de medidas sanitárias, tais como: lavagem frequente das mãos, uso de máscara, uso de álcool em gel e distanciamento social.

O que achou desta notícia? Utilize o campo abaixo e comente sua opinião!


5

Comentários

Covid-19: cenário crítico pode afetar os serviços de saúde do Brasil em breve, dizem especialistas
Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Android

Cyber Monday 2020 TudoCelular: as melhores promoções em celular

Android

Encontre ofertas e compare preços com o TudoCelular | Guia Black Friday 2020