LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

Covid-19: vacina brasileira tem resultados positivos em testes com animais

14 de abril de 2021 5

Cientistas brasileiros se veem empenhados a desenvolver uma fórmula nacional para combater a pandemia de coronavírus que assola o país. Além do Instituto Butantan, que vem planejando um imunizante há alguns meses e já avança para a fase de testes, uma nova vacina brasileira está sendo desenvolvida pelo INCTV — Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Vacinas — órgão controlado e administrado pela Fiocruz.

Em recente nota emitida na Agência Fiocruz de Notícias na última segunda-feira (12), foi declarado que os recentes testes laboratoriais em camundongos revelaram uma resposta imunológica muito positiva da vacina, que vem se desenvolvendo há mais de um ano pela fundação. De acordo com o pesquisador Ricardo Gazzinelli, coordenador do INCTV, os resultados foram animadores, pois demonstram que a fórmula, além de proteger as cobaias, evitou a manifestação da doença.

Levando em conta as contraindicações de medicamentos, todo e qualquer experimento com vacinas é prioridade dos cientistas. Ainda em fase pré-clínica, os testes com a vacina brasileira deverão ter continuidade com aplicações em primatas irracionais (macacos) para filtrar os estudos sobre a resposta imunológica gerada pela fórmula. Com essa fase concluída, ensaios clínicos poderão ser realizados, porém, a Fiocruz aponta que um financiamento para a criação das vacinas em maior escala seria necessário.

O desafio, entretanto, é que se trata de uma fase que requer uma estrutura mais complexa, uma vez que será necessária a produção de um lote piloto do produto, cuja fabricação deve seguir critérios de boas práticas, de forma a serem usados em pacientes humanos. É, por isso, a etapa que depende do maior volume de recursos financeiros.

A vacina do INCTV funciona de forma semelhante a outras vacinas produzidas ao redor do mundo — utiliza-se a proteína recombinante "spike" extraída dos chimpanzés para utilizar um adenovírus geneticamente modificado, porém, no caso da vacina brasileira, esta é fundida com outra proteína do coronavírus original, formando uma junção apelidada de "quimera" pelos especialistas. A quimera é utilizada para criar uma eficaz resposta de 100% de proteção contra o SARS-CoV-2, que poderá ser utilizada futuramente.

O "futuro", na realidade, é estimado para o fim de 2022. Considerando a necessidade de investimentos em infraestrutura e profissionais, o Brasil só poderá contar com uma vacina 100% nacional em um período onde, provavelmente, a grande maioria da população já terá sido imunizada.


5

Comentários

Covid-19: vacina brasileira tem resultados positivos em testes com animais
Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Android

Cyber Monday 2020 TudoCelular: as melhores promoções em celular

Android

Encontre ofertas e compare preços com o TudoCelular | Guia Black Friday 2020