LOADING...
Faça login e
comente
Usuário ou Email
Senha
Esqueceu sua senha?
Ou
Registrar e
publicar
Você está quase pronto! Agora definir o seu nome de usuário e senha.
Usuário
Email
Senha
Senha
» Anuncie » Envie uma dica Ei, você é um redator, programador ou web designer? Estamos contratando!

OMS e Suíça devem construir depósito mundial de patógenos para acelerar estudos sobre doenças

26 de maio de 2021 0

Com a pandemia, os laboratórios farmacêuticos demandaram um rápido intercâmbio de partículas do coronavírus armazenadas em condições seguras, para que pudesse ser estudado e utilizado para a criação de vacinas. No entanto, o processo atual costuma ser demorado e feito entre apenas dois laboratórios — um fornecedor e um destinatário.

Em vista disso, a Organização Mundial da Saúde (OMS) assinou um acordo com a Suíça para a construção de um depósito mundial de alta segurança para o armazenamento de patógenos — incluindo o vírus da Covid-19 — que deverá agilizar o compartilhamento desses materiais biológicos voltado para estudos e experimentos.

O depósito permitirá rápido intercâmbio de coronavírus e outros patógenos que podem causar novas pandemias.

O Sistema BioHub, como é chamado, será sediado no laboratório de biossegurança de Spiez, na Suíça, e deverá acelerar o intercâmbio de vírus e outros agentes infecciosos que podem provocar doenças graves, além de potencialmente acarretar uma nova pandemia.

O comunicado foi feito na última segunda-feira (24), e é dado em vista da atual metodologia para o intercâmbio de informações e materiais que possibilitam estudos para minimizar o atual cenário da Covid-19.

Conforme aponta Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS, o ad hoc, isto é, o compartilhamento apenas para fins específicos, pode ser um obstáculo para os laboratórios e prejudica o avanço do domínio sobre essa e outras doenças.

A pandemia de Covid-19, além de outros surtos e epidemias, tem ressaltado a importância de compartilhar rapidamente patógenos para ajudar a comunidade científica global a avaliar o risco e desenvolver contramedidas como diagnósticos, terapêuticas e vacinas.

Tedros Adhanom Ghebreyesus

Diretor-geral da OMS

Para Alain Berset, conselheiro federal da Suíça, esta é uma colaboração de extrema importância para garantir o compartilhamento de informações epidemiológicas e clínicas. "Esperamos contribuir para o estabelecimento de um sistema de intercâmbio internacional para SARS-CoV-2 e outros patógenos emergentes", disse.

Na fase inicial, o projeto-piloto terá foco em medidas contra a Covid-19. O Sistema BioHub armazenará as cepas do coronavírus que estarão disponíveis para análise por laboratórios parceiros da OMS. A iniciativa terá início em 2022.


0

Comentários

OMS e Suíça devem construir depósito mundial de patógenos para acelerar estudos sobre doenças
Android

Celular com a melhor bateria! Ranking TudoCelular com todos os testes de autonomia

Android

Celular mais rápido! Ranking TudoCelular com gráficos de todos os testes de desempenho

Android

Cyber Monday 2020 TudoCelular: as melhores promoções em celular

Android

Encontre ofertas e compare preços com o TudoCelular | Guia Black Friday 2020